Windows 8

Ele já anda por aí à solta há largos meses (desde outubro), mas não foi exatamente uma corrida à lojas para ir a buscar o Windows 8. Na verdade bem pelo contrário, faz lembrar quando saiu o Windows Vista, em que os clientes iam à loja ver se podiam TIRAR o Vista e voltar a ter o XP de volta.

Windows 8

Windows 8

Já muitos devem ter pelo menos experimentado o Windows 8 e caso tenham gostado, ficam a saber que são uma pequena minoria.

Tem aspetos positivos, sim senhor, é muito rápido a arrancar, mas mesmo muito rápido. Nem sequer parece o bom velho Windows que demora quase 5 minutos a ficar pronto.

Como é que o Windows 8 consegue ser tão rápido a iniciar? Bem, a resposta é obviamente: batota.

Todas as versões de Windows (e de quase qualquer outro sistema operativo) são bastante rápidas a iniciar quando são novinhos em folha. O problema é que com a utilização e a instalação e desinstalação de programas o sistema operativo vai ficando cada vez mais “pesado” e mais lento a iniciar.

Os tais 5 minutos para arrancar não são um exagero. Um Windows já com algum uso consegue mesmo demorar 5 ou mais minutos a ficar pronto a utilizar. O Windows 8 consegue fazer o serviço muito mais rapidamente. Com o uso também vai ficando mais lento, mas nada que se compare com as “pausas para café” dos Windows anteriores.

O Windows 8 consegue estes tempos extraordinários porque, na verdade, nunca chegar a desligar-se completamente. Quando ordenamos ao Windows que se desligue, o que ele faz é copiar parte da informação em memória RAM para o disco do computador, entrando depois em hibernação. Da vez seguinte não precisa de passar por todos os passos para reiniciar o computador, apenas volta a ler a informação para a memória.

Apenas precisa realmente de reiniciar para instalar algumas atualizações do sistema.

Uma pequena “batota”, mas muito eficaz.

O maior problema do Windows 8 aparece depois de arrancar: o ecrã de início!

É que a barra de tarefas e o botão do windows desapareceram. E os ícones também desapareceram. Na verdade desapareceu todo o ambiente de trabalho! Foi substituído por uma “parede de azulejos interativos”.

A ideia é que o ambiente seja igual no computador de secretária, no tablet e no telemóvel. Até pode ser que seja agradável no telemóvel e no tablet, mas todos se queixam que não faz muito sentido no computador de secretária.

Ainda por cima, as aplicações passaram a ocupar TODO o ecrã e não existe nem barra de menus, nem botões, nem maneira de mudar o tamanho dos programas (nem maneira de os fechar). Há um “modo de compatibilidade” para aplicações “antigas” (ou seja, aplicações do Windows 7) em que aparece o ambiente de trabalho “normal”, com ícones e menus, mas SEM O BOTÃO INICIAR!

Não há mesmo botão iniciar!

Como é que se iniciam os programas sem o botão iniciar?! Bem, é uma autêntica aventura.

Além das alterações de aspeto, há outras coisas que mudaram no Windows 8:

  • O Antivirus Security Essentials é incluído de raiz no Windows;
  • Controlo parental mais avançado, para permitir aos pais controlarem melhor o que os filhos podem ou não fazer no computador;
  • Integração muito próxima com as contas online da Microsoft (Outlook, Skydrive, Skype);
  • Integração com a consola Xbox 360;
  • Acesso a uma loja online onde se podem adquirir programas (alguns gratuitos, outros pagos).

Em março a Microsoft anunciou que ainda durante o ano de 2013 espera disponibilizar uma atualização gratuita, conhecida internamente com o nome de código “Blue” e que será lançada com o nome oficial “Windows 8.1”. Esta atualização estará disponível na loja do Windows 8 para testes a partir de 26 de junho.

Mas há algumas coisas que não mudam, o infame “ecrã azul da morte” que o Windows apresenta quando ocorre um erro fatal, continua a ser azul.

BSOD

Mas se já estão fartos de ecrãs azuis, sempre podem ir para pastos mais verdes.

Anúncios

Uma resposta

  1. Eh! Eh! Pois, quando se trata de sistemas opetrativos, pensar em “bugs” é mais ou menos a mesma coisa que pensar em Windows… O Windows é como uma manta rota, na qual se vão aplicando remendos, esticando e passando a ferro para esconder as rugas… 😀
    Mas, infelizmente, a mentalidade das pessoas é muito ddifícil de mudar. Por isso continuam a usar o mesmo de sempre, sempre mau, quando não a piorar, em vez de mudarem para sistemas mais estáveis, seguros e grátis, como o Linux que, ainda por cima, funcionam! 😀

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: