A nossa exposição – MAC4

Os alunos da MAC4, 3.º ano, continuam a presentear-nos com a sua “arte”, revelando enorme autonomia, responsabilidade, determinação e empenho. A professora Ana Paula Candeias lançou os desafios e os alunos, sem hesitar, provando que nunca deixam os créditos por mãos alheias, prontamente deitaram mãos à obra e realizaram verdadeiras obras de arte!

Como se de gente crescida se tratasse, enviaram-nos um pequeno filme onde simpaticamente nos apresentam alguns dos seus trabalhos, exposição resultante do seu esforço e dedicação.

Que alegria ver estes alunos crescerem cheios de garra e tenacidade! E que prazer poder apreciar estas verdadeiras pequenas-maravilhas!

Parabéns aos alunos pelo empenho e qualidade dos trabalhos elaborados!

Alunos da EB de Mação – MAC 4, 3.º ano

Prof.ª Ana Paula Candeias

XIII Campeonato SuperTmatik de História de Portugal

Os alunos do 5.º, 6.º, 7.º, 8.º e 9.º Anos participaram no XIII Campeonato SuperTmatik de História de Portugal respeitante ao ano letivo 2020/2021.

Este campeonato tem como principais objetivos fomentar o gosto pela aprendizagem da História de Portugal; contribuir para a aquisição, consolidação e ampliação de conhecimentos sobre a História; reforçar a componente lúdica na aprendizagem da História de Portugal e ainda promover o convívio entre alunos, professores e restante comunidade escolar.

A final nacional online decorreu de 14 a 28 de maio e os alunos responderam a quinze questões tendo três tentativas para realizar o melhor tempo no SuperTmatik. A cada resposta errada corresponde uma penalização em segundos e para efeitos de classificação apenas será tida em conta a melhor das três tentativas. 

Apenas o melhor resultado de cada aluno foi contabilizado para efeitos de posicionamento no Ranking Nacional do SuperTmatik 2021.

Dos quinze alunos que participaram neste campeonato 4 ficaram no Top 10 e têm direito a vales de desconto de 10€ (4.º a 6.º lugar) e de 5€ (5.º ao 10.º lugar) na aquisição de material (cartas de jogar, puzzles e livros), na loja online do sítio Eudactica, bem como um e-diploma oficial.

Concurso “Rosa dos Ventos” – 5.º/7.ºAnos – 2020/2021

Os alunos do 5.º e 7.º Anos participaram no Concurso “Rosa dos Ventos” dinamizado pelos professores de História e Geografia de Portugal do 2.º Ciclo (Lígia Silva) e de Geografia do 3.º Ciclo (Fátima Batista e José Vitorino).

O concurso teve como objetivos reconhecer os pontos cardeais e colaterais, utilizar diferentes técnicas de expressão gráfica e promover a criatividade.

Os trabalhos foram enviados pelos alunos através da Classroom criada por cada professor.

Nos trabalhos apresentados foram utilizados diversos materiais como por exemplo molas, colheres de plástico, corda, fósforos, cartão, nozes, esparguete, pauzinhos de gelado, cartolina, tecidos, fios de lã, pétalas de flores, aparas de lápis, palhinhas, lápis de cor, tampinhas, rolhas de cortiça e madeira.

A votação foi feita através de um Google Forms onde apareciam as fotografias das rosas dos ventos a concurso. O respetivo link foi enviado, aos alunos do 2.º e 3.º Ciclos, através dos respetivos Diretores de Turma, bem como aos professores do Agrupamento. Os votantes usaram o seu email institucional, selecionaram apenas uma rosa dos ventos e submeteram o seu voto.

Foram apresentados quarenta e um trabalhos, houve uma votação bastante participada, com cento e vinte e oito votantes, e após a contagem obteve-se o seguinte resultado:

1.º lugar – Daniel Cardoso do 7.ºA

2.º lugar –  Catarina Silva e Sandra Lourenço do 5.ºA

A professora Lígia Silva

Património Imaterial – CPM 8.ºB (II)

Considerada Património Imaterial da Humanidade desde 2013, a Dieta Mediterrânica é definida como um estilo de vida saudável, fruto de um regime nutricional equilibrado. Nas aulas de Conhecer e (re)Pensar o Mundo, os alunos do 8.º B trabalharam a temática da Dieta Mediterrânica, tendo criado slogans e cartazes, após trabalho de pesquisa e sistematização de ideias. A partir dos seus trabalhos, criou-se um vídeo que partilhamos com a Comunidade Escolar.

Património Imaterial – CPM 8.º B

“A música dá alma ao universo, asas à mente, voo a imaginação, e vida a tudo!”

(Platão)

A música esteve, desde sempre, presente na cultura da humanidade. Ontem, hoje e sempre, a música acompanhará o crescimento dos jovens.
A música desenvolve a mente, promove equilíbrio e transmite-nos uma sensação agradável de bem-estar, pode igualmente facilitar a concentração e o desenvolvimento do raciocínio.
Na disciplina de Conhecer e (re)Pensar o Mundo, os alunos do 8.º B trabalharam a temática Património Imaterial e foram desafiados a fazer uma reinterpretação do tema Carlos Paião “Cinderela”, da qual resultou o trabalho que partilhamos.

A música pode mudar o mundo porque pode mudar as pessoas.

(Bono Vox)

“Bem-estar animal”, um projeto interciclos

Foi desenvolvido no nosso Agrupamento o Projeto ”Bem-estar-animal”, que uniu alunos, professores, assistentes operacionais, encarregados de educação e comunidade em geral em torno de uma causa comum: o bem-estar de todos os animais de estimação.

Para além da consolidação de aprendizagens desenvolvidas na componente curricular de Cidadania e Desenvolvimento, este projeto teve como grande objetivo sensibilizar toda a comunidade escolar para o facto dos animais deverem ser tratados com respeito, terem direitos próprios e necessitarem de condições dignas de vida, bem como de cuidados médicos. Pretendeu-se, de igual modo, alertar a população para o problema da multiplicação de colónias de animais de rua em Mação, sobretudo gatos, através da promoção de uma campanha de sensibilização e esterilização estabelecida com o veterinário Bruno Ribeiro.

Considerando os objetivos do projeto, procurou-se criar uma cadeia de partilha de experiências e saberes sobre os direitos dos animais e o seu bem-estar físico e emocional, que envolvesse os vários ciclos de escolaridade, do pré-escolar ao ensino secundário. Para que os elos dessa cadeia se encadeassem, o projeto foi operacionalizado com diversas atividades (flyers, origamis, móbiles, poemas, desenhos, poesia visual, animais 3D, cartazes, ilustração de pensamentos humanistas), que resultaram numa exposição coletiva, na escola sede do Agrupamento, da qual se destaca a construção de modelos de animais, feitos com material reciclado pelos alunos e encarregados de educação do 1.º ciclo, turmas MAC3 e MAC4, e a elaboração do mural “Eu amo o meu animal de estimação”, que envolveu toda a comunidade escolar através da entrega de fotos repletas de emoções, quer dos animais, quer dos respetivos donos/cuidadores.. Esta exposição contou também com a colaboração da artista residente, Francisca Correia, e do Clube Artes de Palco que tão bem ajuda a promover a Arte na nossa escola.

Acreditamos que um projeto que motive os alunos e as suas famílias, abraçando a comunidade educativa, é o ponto de partida para a mudança de mentalidades e de atitudes! Por tudo isto, temos a certeza de que o BEM-ESTAR ANIMAL é uma realidade que continuará a ter eco no futuro, dado que entrou, de forma sólida, no coração de todos, sobretudo no dos nossos alunos!

Como nota final, apraz-nos relembrar que a campanha “Mês da esterilização” se encontra a decorrer até ao final do mês de junho.

Prof.ª Ana Gameiro

Os animais não são peluches

Antes de termos um animal de estimação em casa, devemos conhecer os seus direitos e os nossos deveres perante ele.

No dia a dia, o animal precisa de ser alimentado, tratado e amado, pois tal como nós, ele é um ser vivo e não um presente para brincar. Para além disso, também tem direito a ter uma casa e uma família que lhe dê amor, carinho, atenção, cuidados e proteção. A higiene é tão importante para nós como para os animais de estimação, assim como ir ao veterinário.

Ter um animal de estimação traz-nos grandes responsabilidades e deveres cívicos. Não devemos abandoná-los quando não precisamos deles, principalmente quando vamos de férias. Maltratá-los também é crime, tal como maltratar uma pessoa, por isso devemos denunciar estas situações.

Antes de teres um animal de estimação é importante refletires sobre os deveres que tens de ter para cuidar bem dele e fazê-lo feliz.

Texto coletivo realizado no quadro pelos alunos do 1º, 2º, 3º e 4º anos da E.B. de Cardigos

(Prof.ª Carlota Bizarro)

(Vídeo realizado no âmbito do Projeto Interciclos “Bem-estar animal” pela professora Carlota Bizarro e alunos da E.B. de Cardigos)

Formação Prática de “Tag-Rugby

No passado dia 18 de junho realizou-se no pavilhão Gimnodesportivo da Escola Sede uma formação prática da modalidade Tag-Rugby.

Contou com a presença do diretor técnico da zona centro, da Federação Portuguesa de Râguebi, o professor Carlos Polonio, e teve o apoio na dinamização dos professores  David Facucho, Gorete Melo e Cláudia Olhicas. A formação visou promover, na escola, uma vertente do râguebi que apresenta menos contacto físico, e  por isso, se torna mais adaptada ao contexto escolar. Foi realizada com os alunos das turmas que finalizaram as atividades letivas e com as que tinham inscritas no seu horário, nesse dia, a disciplina de Educação Física. A formação foi também alargada aos alunos do 4º ano do primeiro ciclo, tendo a mesma sido realizada nas instalações da Escola Básica do 1º Ciclo de Mação. 
Cumpriu-se o plano de contingência da escola, pelo que todas as turmas passaram pela experiência separadamente. No total foram 200 os alunos que tiveram a oportunidade de experimentar uma modalidade diferente do habitual.

Foi um dia de muita prática desportiva com uma modalidade que cativou bastante os nossos alunos. 

Palavra final de agradecimento à Federação Portuguesa de Râguebi por todo o material gentilmente oferecido à nossa escola para futura implementação curricular.


Professor David Facucho Caldeira