DAC – The Origins of the UNIVERSE – Planets

PLUTO

Fact File:

Weight/Mass –  1.3 x 10²² Kg = 0.21% of the Earth’s Mass

Distance to the sun –5.913.520.000 km

Length of the year – 90.600 Earth days

Length of the day – 6.4 Earth days

Note: Actually Pluto is not a planet.

Lucas Pita e Simão Maia, 7º B

Violência Doméstica e no Namoro

No presente ano letivo, os alunos do Curso Profissional Técnico de Turismo (10ºC), participaram no âmbito da Cidadania e Desenvolvimento (área transversal), em diversas iniciativas que lhes permitiram refletir e agir, em torno de três áreas fulcrais: Voluntariado; Direitos Humanos e Cidadania. Relativamente à Violência Doméstica e no Namoro, participaram em palestras e num concurso de slogans, promovido pela comissão que coordena o Parlamento dos Jovens. Estes slogans relacionavam-se com a questão da Violência Doméstica e no Namoro, estando intrinsecamente ligados à questão dos Direitos Humanos. No terceiro período os alunos foram desafiados a criar cartazes, flyers, vídeos ou powerpoints onde sensibilizassem para esta questão social. Deste desafio surgiu este vídeo que mostra a sua preocupação e opinião, face a esta problemática, no qual associaram imagens marcantes aos seus slogans.

Desafio: Cartas de Náufragos

 

dias de Tempestade, Montague Dawson

 

Lancei o desafio seguinte aos alunos da turma B do 7º ano na disciplina de Português:

 

Imagina que és um sobrevivente do naufrágio de um navio que transportava um tesouro.

Escreve uma carta em que relates a uma pessoa tua amiga o que aconteceu durante a viagem. No teu texto, deves incluir uma descrição do tesouro. Respeita os aspetos formais da carta.

Assina a carta com a expressão «Um amigo» ou «Uma amiga».

O teu texto deve ter um mínimo de 180 e um máximo de 240 palavras.

Publico aqui alguns dos textos elaborados.

Professora: Anabela Ferreira

 

 

Angola, 12 de julho de 1515

Amiga,

escrevo-te esta carta, pois vivi uma grande aventura.

Como sabes, faço parte de uma tripulação, andamos a viajar pelo mundo à procura de tesouros.

Estávamos a sair da India, com tesouros, principalmente especiarias, quando aconteceu. Encontrámos uma ilha. Parecia uma ilha desabitada.

Esta ilha era de facto desabitada, pois estava amaldiçoada. Só nos apercebemos disso quando estávamos a sair já com um grande tesouro, tínhamos levado ouro, prata, café, especiarias…

Quando quisemos sair da ilha, não conseguimos, pois estava fechada por um feitiço transparente.

Procurámos por toda a ilha pistas para sair dali. Mas a única coisa que havia era um enorme tesouro e alguma vegetação.

Então coloquei-me a pensar e cheguei à conclusão que devia ser um esconderijo, onde piratas escondiam os seus tesouros.

Tentei passar sem nenhum tesouro e consegui. Tinha descoberto o mistério. A única coisa que podíamos levar era umas pedras lindas, mas sem valor, e uns fios.

Já quase todos tínhamos passado, expeto o capitão, era muito ganancioso.

E, por isso, colocou ouro dentro de cocos. Conseguiu passar, mas depois apareceu um monstro, que nos atacou. Conseguimos fugir dele, mas todo o nosso tesouro desapareceu com o monstro. A única coisa que tinha ficado era os nossos colares, que eu tinha feito com as pedras e os fios.

Já em Angola, continuámos a nossa aventura, mas agora percebemos que os tesouros não eram o ouro, mas sim o que fazemos.

Até breve, uma amiga.

 

Inês Martins Delgado, 7ºB

Biblioteca Escolar

A biblioteca escolar dá algumas sugestões de leitura para as férias como por exemplo:

A equipa da biblioteca agradece toda a colaboração e articulação em todas as atividades e iniciativas da biblioteca escolar.

  A equipa da biblioteca escolar,

António Bento

Biblioteca Escolar

A biblioteca escolar dá algumas sugestões de leitura para as férias como por exemplo:

A equipa da biblioteca agradece toda a colaboração e articulação em todas as atividades e iniciativas da biblioteca escolar.

  A equipa da biblioteca escolar,

António Bento