A impressão 3D e o carpinteiro da África do Sul

Rich Van As é um carpinteiro da África do Sul. Não consta que seja um carpinteiro especialmente dotado, nem que seja possuidor de nenhuma outra característica que o viesse a tornar conhecido. Excepto, talvez, força de vontade. Na verdade tudo indicava que Rich Van As seria para sempre um nome desconhecido de todos os mais de 7 000 milhões de habitantes do planeta, exceptuando, é claro, o seu círculo de familiares e amigos na África do Sul. Nada vinha a indicar que nós alguma vez nos iríamos cruzar com o nome deste carpinteiro.

Rich e Ivan

Rich e Ivan

Muito menos havia a indicação que Rich viria a conhecer Ivan Owen, um técnico de efeitos especiais da cidade de Bellingham, no estado de Washington, Estados Unidos. Na verdade viviam quase no outro lado do mundo, um do outro. Ivan é um apreciador de ficção científica. Em abril de 2011 participou numa convenção de ficção científica usando um fato com alguns “apetrechos tolos” inventados por ele. Os apetrechos fizeram imenso sucesso entre os restantes participantes da convenção.  Ivan até fez um vídeo a mostrar o seu dispositivo.

Rich, o carpinteiro da África do Sul, não sabia absolutamente nada sobre Ivan e o seu gosto por ficção científica. E continuava sem saber nada disto no dia em que, ao cortar uma tábua na carpintaria, um movimento mal calculado colocou os seus dedos na frente de uma serra de corte, que lhe cortou os quatro dedos da mão direita. Não sendo homem de desistir, Rich decidiu comprar uma prótese para substituir os dedos cortados. Pesquisando na Internet, conseguiu encontrar uma empresa que produzia uma prótese indicada para a sua situação. Infelizmente a prótese custava alguns milhares de euros, tanto quanto um pequeno carro. Era impossível para um modesto carpinteiro conseguir juntar dinheiro suficiente para comprar a prótese.

Foi então que Rich, por acaso, viu o vídeo de Ivan com a “garra” que fez para a convenção de ficção científica.

Passado pouco tempo, Ivan recebeu um e-mail do carpinteiro Rich, a pedir-lhe ajuda para construir uma prótese…

Mais de um ano após este e-mail, Rich tem uma prótese nova, com um custo muito inferior ao pedido pela empresa especializada em próteses.

Não só isso, mas há também uma criança de 5 anos, o Liam, que nasceu sem dedos na mão direita, que usa também uma prótese construída pelo Rich e Ivan, com um custo aproximado de 110 € (ou 150 $).

Além do Liam, há já outras pessoas, um pouco por todo o mundo, a usar estas próteses do Ivan e do Rich.

Prótese de Liam

Prótese de Liam

Na construção das próteses, Rich e Ivan esforçam-se por usar materiais fáceis de encontrar. Isto é, usam porcas e parafusos que se possam encontrar facilmente em qualquer loja de ferragens e não utilizam nenhuma forma de dispositivo electrónico.  Todas as próteses são movidas usando a energia do próprio utilizador.

Mesmo assim, há algumas peças que têm de ser especialmente construídas, mas mesmo nesse caso utilizam um método rápido, barato e extremamente eficaz. A impressão em 3D.

A impressão 3D (de que já tínhamos falado aqui no Verde Horizonte On Line: http://verdehorizonteonline.com/2010/05/25/impressoras-3d/) funciona basicamente como a impressão “normal” mas, em vez de se usarem tintas numa folha de papel, é usado plástico derretido para formar objetos tridimensionais.

Assim, usando modelos criados em computador, podem desenhar e “imprimir” as peças necessárias para construir as próteses.

As próprias impressoras 3D podem ser construídas por quem tiver algum jeito para a Educação Tecnológica e electrónica, por umas poucas centenas de euros (cerca de 300€).

Mas Rich e Ivan fizeram algo ainda mais importante. Libertaram a ideia! Não registaram nenhuma patente, nem pedem dinheiro a quem precisar das suas próteses. Muito pelo contrário, disponibilizaram toda a informação necessária e dão apoio para que qualquer pessoa possa construir a prótese que necessitar.

Este é o espírito open source.

Mais informação:

Artigo da Popular Science (em inglês): http://www.popsci.com/diy/article/2013-02/how-two-makers-built-customizable-new-prosthetic-hand-150-and-changed-boys-life

Blog de Ivan e Rich sobre o seu projeto (em inglês): http://comingupshorthanded.com/

Texto: professor Ilídio Vicente

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: