Dia Internacional da Língua Materna

A 17 de novembro de 1999, a Unesco declarou o dia 21 de fevereiro como sendo o Dia Internacional da Língua Materna.

A data, comemorada anualmente em todos os estados membros da Unesco, tem como objetivo primordial promover as diversidades linguísticas, culturais e o multilinguismo.

A língua lusa, com oito séculos de existência, é hoje uma das mais faladas do mundo (língua oficial de oito países) e abrange uma população de 250 milhões de pessoas.

Ninguém tenha dúvidas de que a língua que falamos é, por assim dizer, muito mais do que um simples meio de comunicação. Num país à beira mar plantado, ela é mar de muitos mares, História de muitas histórias. É património singular, forma de pensar, modo de sentir, maneira de ser, jeito de dizer, habilidade de lembrar, baú de inumeráveis recordações, arquivo de inexplicáveis memórias. É passado, é presente, é futuro!

Sabendo que é necessário encorajarmos o ensino da língua materna, lutarmos contra o analfabetismo, contribuirmos para uma melhor educação, valorizarmos e darmos visibilidade à língua de Camões, o Agrupamento de Língua Portuguesa não quis deixar passar este dia em branco.

Deste modo, e porque a língua de um povo é acima de tudo o reflexo intrínseco da sua alma, os alunos da escola sede do Agrupamento de Escolas Verde Horizonte, fazendo jus a esta data comemorativa, deram asas à imaginação escrevendo frases simples, mas profundas e verdadeiras, onde a essência da alma lusa claramente se fez sentir.

Parafraseando Fernando Pessoa, a nossa pátria é, indubitavelmente, o nosso idioma – a bela e inigualável língua portuguesa!

Profª Ana Gameiro

???????????????????????????????

Visitas virtuais a museus reais – 18 de maio de 2013

DSCN0429

Foto de Sílvia Ramadas

No dia 18 de maio celebra-se o Dia Internacional dos Museus e, este ano, o Clube Europeu do AEVH assinalou a data disponibilizando uma sala de computadores onde os alunos podiam aceder a visitas virtuais a museus nacionais e estrangeiros, tais como, o Museu do Pão, em Seia, o Museu da Cera e o Museu da Vida de Cristo, em Fátima, o Museu Madame Tussaud, em Londres, o Museu da Marinha, em Lisboa, entre muitos outros. O clube organizou ainda uma exposição sobre os principais museus da União Europeia, que estará patente no bloco B da escola sede até 23 de maio. Este dia foi ainda brindado com uma reportagem fotográfica do Intercâmbio com a escola madrilena IES Arcipreste de Hita. Vê e diverte-te como nós! Deixa aqui o teu comentário…

A Equipa do clube Europeu

Clube Europeu promove visita de estudo às gravuras rupestres da Ocreza em parceria com o Museu de Arte Rupestre de Mação

Este slideshow necessita de JavaScript.

(Podes ver as restantes fotos clicando aqui.)

Fotos de Helena Antunes e de Isabel Carvalho.

A encerrar as suas atividades, o Clube Europeu do AEVH realizou no dia 13 de junho, uma visita de estudo às gravuras rupestres da Ocreza em parceria com o Museu de Arte Rupestre de Mação, no âmbito da comemoração do Dia Internacional dos Museus. Cerca de 45 alunos e seis professores tiveram a oportunidade de conhecer parte de um património histórico e cultural da região. A visita teve como objetivos principais fomentar nos alunos o gosto pela arte e pela preservação da memória coletiva e sensibilizar os mais novos para a importância das questões ambientais. A caminhada ao encontro da pré-história foi longa mas muito enriquecedora!

A equipa do Clube Europeu