Atividade “Dia Internacional da Internet Segura”

O acesso à Internet e a utilização dos seus recursos obedecem a princípios que nem sempre são respeitados pelos seus utilizadores. Com o objetivo de promover uma utilização responsável e segura da Internet pelas crianças e jovens, bem como protegê-los de condutas e conteúdos perniciosos e ilegais, o Departamento de Ciências Exatas e Experimentais convida os alunos do 2º e 3º ciclos a participarem na atividade “Dia Internacional da Internet Segura” a decorrer entre os dias 22 e 26 de Fevereiro no auditório da escola.

O horário seguinte apresenta os dias em que esta atividade irá decorrer, bem como as turmas que poderão participar.

 

Início/Fim 22/02/16 2ªfeira 23/02/16 3ªfeira 24/02/16 4ªfeira 25/02/16 5ªfeira 26/02/16 6ªfeira
9:00 9:50
9:55 10:45
11:05 11:55 5C/8A
12:00 12:50
12:55 13:45
13:50 14:40 6B/7C 9B/7A
14:45 15:35 5A/8B 9A/9C 6A/7B
15:45 16:35 5B
16:40 17:30 Voc3-1/ Voc3-2

Professora Cândida Pinto Coelho

Armazenamento de dados de 1 milhão a 1 bilião de anos…

279-clipboard-1(http://phys.org)

Já alguma vez pensaste que, daqui a dez anos, terás perdido grande parte ou a totalidade da informação que tens guardada em CDs, DVDs, etc.? É verdade. Essa é, mais ou menos, a duração espectável dos suportes de registo de dados que temos hoje.

Felizmente há uns cientistas que andam a trabalhar arduamente para conseguir aumentar a esperança de vida dos suportes de dados disponíveis… Achas que 1 milhão de anos é bom? E que te parece 1 bilião?

Lê o seguinte artigo e vê o filme com os testes radicais feitos aos novos discos para ficares a conhecer o futuro da tecnologia de armazenamento de dados.

A mega to giga year storage medium can outlive the human race

Pelo caminho ainda podes aprender uma forma inovadora de estrelar ovos… 😀

Texto: professor João Pinheiro

Programas a custo zero (10)

Este mês vamos tratar um pouco de segurança, vamos falar de passwords e encriptação.

LastPass

As passwords são sempre uma dor de cabeça. Podemos usar apenas uma password fácil de lembrar em todos os sítios, mas se alguma vez alguém apanha a nossa password passa a ter acesso a tudo!!! Devemos sempre usar passowrds difíceis de lembrar e sempre uma password diferente para cada serviço. Mas se as passwords são difíceis depois não nos conseguimos lembrar delas… Dava jeito era um programa onde pudéssemos guardar as nossas password. É claro que este programa teria de estar protegido por uma password, mas seria a única que teríamos de decorar.

Há vários programas para gestão de passwords que os permitem fazer isto mesmo, mas o LastPass permite ser acedido diretamente a partir do navegador web, uma vez que se instala como uma extensão.

Assim temos todas as nossas passwords à distância de um click.

TrueCrypt

Com o TrueCrypt podemos criar um ficheiro encriptado (ou seja, protegido com uma password) que irá aparecer ao Windows como se fosse uma normal unidade de disco (ou como se fosse uma pen). A vantagem é que só consegue abrir essa unidade quem souber a password. Portanto é a forma ideal de guardarmos os nossos documentos secretos… É claro que a segurança depende da password escolhida, se for uma password fácil de adivinhar a segurança não é nenhuma.

Programas a custo zero (2)

Continuando a ronda pelo mundo do software gratuito e open source, hoje vamos ver alguns utilitários “úteis”, tanto em tempo de férias como em tempo de aulas.

Segurança

Em termos de segurança informática a primeira palavra que vem à cabeça é “vírus”. É essencial ter um bom anti-vírus instalado e atualizado (isto se forem utilizadores de Windows, os utilizadores de outros sistemas operativos não precisam de se preocupar muito). Existem muitos anti-vírus gratuitos mais ou menos bons, como o AVG, AVira, Comodo, etc, mas pela sua simplicidade e eficácia vamos destacar o Microsoft Security Essentials. É produzido pela Microsoft e gratuito para uso pessoal. É bastante leve e atualiza-se frequentemente. É uma ajuda preciosa para manter aqueles irritantes vírus de pen USB fora do nosso computador.

Compressão

Podem não saber o que é “compressão”, mas se disser “ficheiros zip” ou “ficheiros rar” já sabem do que estou a falar. Existem muitos métodos de compressão de ficheiros, o ZIP e o RAR são apenas dois dos mais conhecidos e usados (pelo menos no mundo Windows, os utilizadores linux costumamos usar outros formatos). A aplicação 7-Zip foi originalmente criada para lidar com 7 tipos de compressão (daí o nome), mas atualmente suporta bastante mais. Além de ter tamanho muito pequeno (e portanto é rápido a descarregar e executar) existe uma versão “portable” que pode ser corrida diretamente da pen, sem haver necessidade de instalar nada no computador. Um verdadeiro “must have”. Ah e ainda por cima é open source.

Cópias de segurança

Em relação a cópias de segurança vamos falar de duas aplicações.

Em primeiro lugar o DriveImage XML (existe uma versão free e uma paga). Esta aplicação não é para meros “utilizadores”, é para “power users” que já compreendem algo mais sobre o funcionamento dos PCs. O DriveImage permite fazer uma cópia completa de uma partição (por exemplo a do Windows) mesmo enquanto está a ser usada. Essa cópia pode mais tarde ser usada para fazer a reposição completa do sistema ou para recuperar ficheiros individuais que tenham ficado corrompidos.

A outra aplicação é o Cobian Backup que faz cópias de segurança dos documentos do utilizador, comprimindo-os para ocupar menos espaço. As cópia podem ser enviadas para um disco externo, disco de rede ou CD/DVD.

Phishing

Todos os dias circulam pela internet milhões de mensagens de correio electrónico cujo único objectivo é roubar informações valiosas (números de cartões de crédito, passwords de acesso, etc). A estas mensagens é costume chamar-se “phishing”, pois os seus autores estão “à pesca” (“fishing” em inglês) de presas fáceis para roubar.
As mensagens são enviadas de forma completamente aleatória para milhares de contas de correio electrónico, disfarçadas como sendo de uma empresa fidedigna, como por exemplo o eBay, o banco, a Microsoft, a Google, etc.

É bastante provável que várias mensagens deste tipo cheguem à nossa caixa de correio, todos os dias. A mensagem em si não é perigosa, mas normalmente contém um link no qual nos pedem para clicar para podermos fornecer a nossa password ou algum outro dado confidencial. Esse é que é o perigo, pois o link não é para a página verdadeira do banco/companhia, mas sim para uma cópia, falsificada para se poderem apoderar dos nosso dados.
Muitas vezes estas páginas falsas instalam também vírus nos nossos computadores, para permitir ao criminosos continuar a utilizar o nosso computador sem que disso nos consigamos aperceber.
O que fazer, então? Primeiro que tudo verificar se o endereço da página (o endereço é o que está a seguir ao http://…) corresponde realmente à informação que aparece, ou seja, se recebemos uma mensagem, aparentemente da Microsoft, mas depois somos encaminhados para um endereço do tipo “http://www.outra-coisa-qualquer.com”, é motivo para desconfiar… Mas o principal mesmo é desconfiar sempre de mensagens que nos peçam para clicar num link e preencher os nossos dados. Se uma mensagem lhe parecer suspeita é porque provavelmente é falsa…