Notícias da L.E.C.A.

 

Uma história inesperada

         Olá, eu sou o Cristiano, e tenho um amigo chamado Felizberto Tintim, ele era de uma família pobre, que passava dificuldades. Ele foi trabalhar para um bosque, mas muitos senhores mais velhos diziam que o bosque era encantado. Era mais conhecido por bosque encantado, mas ele não tinha medo, pois ia fazer aquilo pela família. Fez as malas e lá foi.

Quando lá chegou, ficou surpreendido com a quantidade de crianças que havia. Ele também ficou impressionado com a beleza do lugar, as árvores brilhavam, ouviam-se os pássaros a cantar. Passaram algumas semanas e ele cada vez mais contente com aquele trabalho.

Na noite de Natal, quando os alunos estavam a ler livros, ele reparou que apareceu um animal pequeno, era uma gata, que começou a miar sem parar e virou costas em direção a um caminho de terra batida. Felisberto, curioso, foi atrás da gata, até que ela finalmente parou num lugar maravilhoso, um laguinho azulado a refletir o céu estrelado. Num banco, a gata virou-se para ele e disse:

-Eu não sou um animal pequeno, sou uma gata mágica, que pode fazer tudo o que bem entender, e eu posso-te ajudar!

Ele respondeu :

– Como assim, podes-me ajudar?

– Posso-te dar o dinheiro que precisas para tirar a tua família da dificuldade em que se encontra.- respondeu a gata num tom convincente.

– A sério? Dá-me ! – pediu ele curioso.

A gata olhou meio torto para Felizberto e disse :

– Só se conseguires levar o David, o teu belo gato do acampamento, até mim!

Felizberto exclamou:

– Claro, eu posso tudo!

Então levou o David até à gata e ela deu-lhe o dinheiro.

Felizmente, acabou tudo bem, o Felizberto conseguiu tirar a família das dificuldades e a gata mágica casou com o gatão David.

 

 

Denisa e Eva, 7ºB

Notícias da L.E.C.A.

 

Em Ler, Escrever e Contar com Arte, as turmas do 7º ano desenvolveram, entre outras, a atividade que partiu da realização de cubos e das suas planificações e culminou na elaboração de textos, passando pela revisão das categorias e estrutura do texto narrativo.

Aliando as competências de Matemática e de Português, tentando colmatar dificuldades manifestadas pelos alunos, complementando competências de socialização (trabalho de grupo), passando pelo uso das novas tecnologias e sempre numa perspetiva lúdica, chegou-se a vários textos que aqui se divulgam.

Regista-se o ambiente de trabalho saudável e o empenho dos alunos.

 

As professoras Glória Afonso e Anabela Ferreira

Plano de Melhoria da Aptidão Física Continua

 

 

PLANO DE MELHORIA DA APTIDÃO FÍSICA 2019-2020

As crianças e jovens têm hoje maior oferta de atividades desportivas, quer na escola ou fora desta, contudo o uso excessivo das novas tecnologias e a dificuldade em manter uma alimentação saudável e/ou um estilo de vida saudável acarretam consequências pouco harmónicas para com a saúde. É por isso que o Plano de Melhoria da Aptidão Física, iniciado no ano letivo anterior, será novamente uma aposta do Agrupamento de Educação Física e do Agrupamento de Escolas Verde Horizonte. Pretende-se, por isso, dar continuidade ao trabalho desenvolvido no contexto das aulas de Educação Física, no âmbito da Aptidão Física, possibilitando aos alunos a participação em programas de treino de duração maior e de forma continuada visando a manutenção, o desenvolvimento ou a melhoria das suas capacidades motoras. Incutir nos alunos a importância da Aptidão Física como fator determinante para a saúde é também missão do Agrupamento de Educação Física.

Aparece no pavilhão gimnodesportivo e vem ficar em forma connosco!

A coordenadora do Agrupamento de Educação Física

Cláudia Olhicas de Jesus

eTwinning – galardoados com Selos Nacionais de Qualidade

Selos Nacionais de Qualidade eTwinning

 

No final do passado ano letivo os projetos eTwinning coordenados e desenvolvidos pela professora Ana Sofia Pereira com as turmas dos 7º e 9º anos – The People in Our History, You Can Be a Hero, too! e We Wear What We Sing, respetivamente – foram galardoados com Selos Nacionais de Qualidade eTwinning. Estes selos são concedidos pelos Serviços Nacionais de Apoio (SNA) em cada país a professores com excelentes projetos eTwinning que contribuíram ativamente e visivelmente nas atividades dos projetos, indicando que estes atingiram um determinado nível de qualidade no seu país.

 

Os Selos Nacionais de Qualidade são atribuídos a projetos que se distingam nas seguintes áreas: Inovação pedagógica, Integração curricular, Comunicação e intercâmbio entre escolas parceiras, Colaboração entre escolas parceiras, Utilização das tecnologias e ainda Resultados, impacto e documentação.

Até ao momento, outros países envolvidos nestes projetos também foram reconhecidos pelos seus SNA com Selos Nacionais de Qualidade; nomeadamente: no âmbito do projeto The People in Our History, You Can Be a Hero, too! a escola Lycée Technique de Bonnevoie no Luxemburgo e âmbito do projeto We Wear What We Sing a escola IES Jonqueres em Espanha e ainda a escola OOU Gjorce Petrov na Macedónia do Norte.

 

 

 

Todos os alunos envolvidos nos projetos de forma ativa receberam também um Selo de Aluno de Qualidade, que representa um incentivo para continuarem a participar e a trabalhar em atividades eTwinning e é uma forma concreta de mostrar que os seus esforços foram reconhecidos. Assim, estão de parabéns pela excelente participação!

Durante este ano letivo serão desenvolvidos outros projetos no âmbito do Clube eTwinning, recentemente criado, nos quais todos os alunos estão convidados a participar!

Professora Ana Sofia Pereira

 

Projetos eTwinning no AEVH

Este ano, os alunos dos 7º e 9.º anos foram desafiados a participar em projetos eTwinning criados e propostos pela professora de Inglês, Ana Sofia Pereira, porque era importante levar estas turmas a fazerem atividades diferentes e a darem o seu melhor. Para os alunos, o facto de poderem colaborar com colegas de outras escolas da Europa foi o incentivo de que esperavam para meterem mãos à obra e se superarem.

Como refere a respetiva página oficial, o eTwinning é a comunidade de escolas da Europa que disponibiliza uma plataforma para que os profissionais da educação (educadores de infância, professores, diretores, bibliotecários) que trabalham em escolas dos países europeus envolvidos possam comunicar, colaborar, desenvolver projetos e partilhar; em suma, sentir-se, e efetivamente ser, parte da mais estimulante comunidade de aprendizagem na Europa.” Neste contexto, foram desenvolvidos dois projetos – um para cada ano de escolaridade.

No projeto do 7º ano – “The People in Our History – You Can Be a Hero, too!” – também inserido no Projeto de Autonomia e Flexibilidade Curricular, foi dado destaque aos portugueses que se distinguiram nas diferentes áreas do saber que os alunos estudam na escola. Assim, com a ajuda de alguns dos seus professores, os alunos pesquisaram sobre as vidas de personagens como Fernando Pessoa, José Saramago, D. Catarina de Bragança, Aristides de Sousa Mendes, Vasco da Gama, Bartolomeu Dias, Orlando Ribeiro, Pedro Nunes, Amato Lusitano, Bartolomeu de Gusmão, Álvaro Siza Vieira, Paula Rego, Amália Rodrigues, Cristiano Ronaldo e Rosa Mota, entre outros. Depois criaram vídeos sobre eles e, por fim, criaram jogos de Kahoot! para que os parceiros dos outros países os pudessem jogar e aprender sobre os muitos portugueses que fizeram história por todo o mundo e que muito nos orgulham.

 

Se quiserem espreitar os vídeos, usem este QR Code.

Já os alunos do 9º ano desenvolveram o projeto “We Wear What We Sing”, em parceria com as disciplinas de EC-DT, Geografia e Educação Visual, também no âmbito dos projetos dos respetivos Planos de Turma e do projeto “Educar para a Sexualidade e Afetos”. Nele, os alunos escolheram partes de canções em língua inglesa com que se identificavam e criaram T-shirts com essas frases e com ilustrações. Depois criaram vídeos sobre os cantores/ bandas e sobre as canções. Por fim, também quiseram criar jogos de Kahoot! para testarem os conhecimentos musicais dos seus parceiros.

Podem ver todos os vídeos usando este QR Code.

Para os alunos foi importante ver tudo o que já conseguem fazer com a língua inglesa e, claro, também gostaram de conhecer colegas de outros países, com quem têm trocado emails. Esperamos que estas amizades agora criadas se possam prolongar pela vida e, para o ano, novos desafios estarão à espera dos mais valentes.

 

Professora Sofia Pereira

 

 

Canal de Youtube do Agrupamento

 

Abriu recentemente o Canal de YouTube do nosso Agrupamento – o TV AEVH. Lá poderão encontrar vídeos feitos por professores e alunos sobre as diferentes atividades realizadas até agora.

Caso queiram contribuir, enviem os vídeos para tv@verdehorizonte.net com o título e a descrição pretendidos. Se quiserem uma imagem de capa específica, enviem-na também. Se o vídeo for muito “pesado” para enviar por email, também o podem partilhar com o mesmo endereço.

Para acederem ao canal podem usar o QR Code supra.

Colaborem num projeto que é de todos e para todos!

Lá vos esperamos!

 

Professora Ana Sofia Pereira

 

Agrupamento Solidário

 

 

 

 

“Mochilas Solidárias: Achas que a tua Turma podia incluir mais um aluno?”

 

A Educação não é a preparação para a vida, é a própria vida…” (Raquel Parente, 12º A). E, na intenção de contribuir, um pouco, para que algumas crianças em Cabo Verde possam sonhar e condignamente crescer na sua Vida Escolar, a turma do 12º A, a convite da Diretora de Turma, desafiou todas as turmas da escola a colaborar com a iniciativa “Mochilas Solidárias: Achas que a tua Turma podia incluir mais um aluno?”, campanha do projeto Cabo Verde, Associação juvenil dos Álamos, em Lisboa – projectocaboverde.wixsite.com. Nesta campanha era pedido a cada turma, interessada, a composição de uma mochila com materiais escolares e afins, para crianças dos 5 aos 17 anos. O desafio lançado pela turma do 12º A foi garantidamente um sucesso pois superaram-se as expectativas, conseguindo-se a composição, na sua maioria com materiais novos, de 29 mochilas, número acima das turmas existentes na escola Básica 2,3 Ciclos c/ Ensino Seundário de Mação. Angariaram-se ainda 20 estojos, alguns brinquedos, bonecas e várias mochilas vazias. A entrega das Mochilas Solidárias, à Associação Juvenil dos Álamos, realizou-se na semana de término das aulas para o 12º Ano, na nossa Escola, a uma representante da Associação. A entrega em Cabo Verde poderá posteriormente ser acompanhada no site da Associação, por altura do verão! Está atento!

 

A Turma do 12º A agradece o envolvimento das turmas 5.º A (4 mochilas), 5.º B (1 mochila), 6.º A (2 mochilas), 6.º B (2 mochilas), 6.º C (1 mochila), 7.º B (1 mochila), 8.º A (1 mochila), 8.º B (1 mochila), 9.º A (1 mochila), 9.º B (1 mochila), 10.º A (1 mochila), 10.º B (2 mochilas), 10.º C (2 mochilas), 11.º A (2 mochilas), 11.º B (1 mochila), 12º A (2 mochilas) e 12º C (1 mochila). Agradece ainda ao Agrupamento de Educação Física (1 mochila), à Professora Graça Dias (1 mochila) e ao Clube Europeu e Agrupamento de Educação Física (1 mochila). Agradece igualmente ao Professor José Gonçalves, à Professora Ana Montargil, às Assistentes Operacionais, Rosário Casola e Ana Alves pelos materiais oferecidos e ainda a todos os Diretores de Turma, Professores e Assistentes Operacionais envolvidas que, de coração, se envolveram nesta iniciativa.

“E que o mundo mágico da infância…  acompanhe, SEMPRE, os meninos de Cabo Verde!” (Ana Vicente, 12º A)

 

A professora Cláudia Olhicas

Desporto Escolar

DESPORTO ESCOLAR

Mega Sprinter – Fase Escola

 

No passado dia 7 de fevereiro de 2018, realizou-se na nossa escola mais uma edição do MegaSprinter – Fase Escola inserida no DESPORTO ESCOLAR.

Participaram 130 alunos de todos os escalões etários, das turmas do 4º ao 12º ano, nas Provas de MegaSalto, MegaSprint e Mega Kilometro, orientadas pelo regulamento oficial do Desporto- Escolar.

As provas iniciaram pelas 10 horas da manhã, onde cada aluno teve possibilidade de participar na Prova de Salto em Comprimento (MegaSalto), Velocidade 40m (MegaSprint) e Corrida de 1Km (MegaKilometro).

Os alunos apurados de cada escalão irão representar a escola nos MEGAS DISTRITAL LEZÌRIA E MÈDIO TEJO, a realizar no dia 8 de março de 2018 em Abrantes.

Foi mais uma manhã desportiva muito enriquecedora, para reforçar o enorme esforço de todos nós em levar o nome da nossa escola ao mais alto nível.

 

Parabéns a todos os participantes!

A Cordenadora do Desporto Escolar

Professora Eva Patrício

 

 

DESPORTO ESCOLAR

 

DESPORTO ESCOLAR

Corta – Mato Escolar

 

No passado dia 11 de janeiro de 2018, realizou-se na nossa escola mais uma edição do CORTA – MATO ESCOLAR inserido no DESPORTO ESCOLAR.

Participaram alunos de todos os escalões etários, das turmas do 4º ao 12º ano, onde cada escalão correu a distância determinada pelo regulamento oficial do Desporto- Escolar.

Após o reconhecimento do percurso, a prova iniciou pelas 10:15 da manhã, terminando pelas 12:45, com 6 alunos apurados de cada escalão/género.

Os 44 alunos apurados irão representar a escola no CORTA- MATO DISTRITAL LEZÌRIA E MÉDIO TEJO, a realizar no dia 30 de janeiro de 2018 em Almeirim.

Foi uma manhã bem passada onde mais uma vez se evidenciou a cooperação da nossa comunidade escolar, o espírito de fairplay e a competição saudável que nos faz sempre chegar mais longe, quando damos o nosso melhor!

 

Parabéns a todos os participantes!

A Cordenadora do Desporto Escolar

Professora Eva Patrício

Almoço Solidário

Almoço Solidário – Corações Maiores – Por Mação e Pedrógão Grande – 8 de outubro 2017

 

No passado mês de outubro, o Agrupamento de Escolas Verde Horizonte mostrou, mais uma vez, a sua total disponibilidade para apoiar causas onde a solidariedade é o mote. E, como tal, juntou-se à equipa CORAÇÕES MAIORES através da professora Cláudia Olhicas, mentora da equipa do almoço Solidário Por Mação e Pedrógão Grande e ainda diretora de turma do 12º A.

No almoço, alguns alunos da referida turma, assim como das turmas de Hotelaria e Restauração, 10º, 11º e 12º Anos e Turma de Cef, apoiaram e representaram a escola com a maior das dedicações. Este encontro contou ainda com a presença de 270 pessoas de vários pontos do país, que passo a enumerar: São Martinho do Porto, Mealhada, Leiria, Barreiro, Torres Novas, Constância, Abrantes, Pucariça, Rio de Moinhos, Alferrarede, Tramagal, Abrançalha, Chainça, Rossio ao Sul do Tejo, São Miguel do Rio Torto, Bemposta, Mação, Envendos, Carvoeiro, Cardigos, Ortiga e Pedrógão Grande. E, surpreendentemente, estiveram presentes grandes corações que, fisicamente, apresentam grandes debilidades.

Este almoço, pensado pouco depois da catástrofe de Pedrógão Grande, e inicialmente previsto apenas para Pedrógão estendeu-se também a Mação. Felizmente em Mação não se registaram vítimas mortais, contudo a área ardida do concelho, as habitações destruídas pelo fogo e os equipamentos de trabalho de muitas famílias motivaram a que o almoço acontecesse também por Mação.

A equipa Corações Maiores tem ido ao terreno reconfortar as famílias com bens materiais, alimentares e com mensagens de esperança e, em conjunto com cidadãos conscientes da realidade da dor da perda e que entendem o verdadeiro significado de “hoje eles, amanhã nós”, tem vindo assim a minimizar algumas necessidades. E foi precisamente nesta linha de ações que o almoço surgiu, para dar continuidade a este incrível trabalho.

Este almoço marcou um dia onde o altruísmo falou mais alto, um encontro de convívio e degustação, mas sempre orientado para um objetivo, contribuir para minimizar a dor de quem tudo ou quase tudo perdeu nos incêndios de Mação e Pedrógão Grande. Decorreu ao som do piano de Nelson Bugalho e contou com a extração de 3 lotos, o que permitiu a obtenção adicional de 390€, usados para auxiliar a recuperação de um residente de Pedrógão Grande que sofreu graves queimaduras e que acordou há pouco tempo de um coma.

E se é verdade que este almoço irá ajudar imensas pessoas, também é um facto que a sua realização não teria sido possível sem a ajuda de algumas pessoas e patrocinadores, pelo que, em nome da Equipa Corações Maiores e do Agrupamento de Escolas Verde Horizonte, deixo um último agradecimento a todos os que estiveram presentes, especialmente àqueles que viveram a catástrofe; ao Diogo Lindo e Fábio Ferreira pelos vários contributos; às professoras Camila Fernandes e Margarida Castanho pela ornamentação das mesas; ao professor José Gonçalves pela partilha de algumas fotos do concelho de Mação; ao ex-aluno da Escola Secundária de Mação, Miguel Lourenço, pela disponibilidade para a organização dos registos fotográficos e vídeos; ao Pianista Nelson Bugalho pela inegável dedicação; aos corações maiores que ajudaram na venda dos bilhetes; assim como aos proprietários dos estabelecimentos de venda dos mesmos, Dom Papito, Dunas de Saber e BeaKid; ao grupo que dinamizou o loto, especialmente à Olga Alves, ao Daniel Pereira e ao Pedro Santos; assim como aos patrocinadores do loto; à AMS, à Quinta das Oliveiras, e, por último, ao alunos das turmas de Hotelaria e Restauração e às técnicas que os acompanharam, Bárbara António, Raquel Rosa e Carla Martins, que com rigor e sabor abrilhantaram ainda mais este evento Solidário.

A união entre todas estas entidades possibilitou a obtenção de 1680€, que serão repartidos em partes iguais por Mação e Pedrógão Grande através de bens a entregar a algumas famílias afetadas, em época Natalícia.

Ninguém ficou indiferente a este significativo gesto e, pessoalmente, como partilho da opinião de que a solidariedade é contagiante, penso que nos devemos deixar contagiar e contagiar o próximo, pois solidariedade é nada mais, nada menos, que amor em ação, e é precisamente disso que o mundo necessita!

 

Raquel Parente, 12º A