7º ano em ação

Este ano letivo, foram concretizados vários DAC nas duas turmas do 7º ano.

Quanto ao tema “As Origens do Universo e a Poesia” (que englobou as disciplinas de Português, EMR, Ciências Naturais e Físico-Química) a abordagem deste DAC teria continuidade com a realização de uma visita de estudo a Constância no final do segundo período (dez de março) no âmbito das disciplinas de Físico-Química, Português e Ciências Naturais. Contudo, ocorreu a anulação da mesma, por motivo das medidas de prevenção face à Covid-19, devido à pandemia. As atividades de Português – declamação de poemas de Camões no anfiteatro do jardim de Constância, visita ao horto de Camões e lanche partilhado – foram substituídas por declamação numa aula ao ar livre no pátio da escola e lanche partilhado ainda antes de as atividades letivas presenciais terem sido suspensas.

Este DAC foi alargado e relacionado com o tema “Sistema Solar” que incluiu a criação de textos sobre os diferentes planetas para colocação numa página WEB (disciplinas de Físico-Química, Português, Inglês (7ºB), Matemática e TIC), as suas representações gráficas (disciplina de Educação Visual), criação de QR Codes para exposição nos corredores das salas de aula.  Foram elaborados em Físico-Química e revistos em Português todos os textos acerca dos planetas para a exposição. A Físico-Química desenvolveram-se as atividades do sistema solar. Foram elaboradas as maquetas em Educação Visual. Realizou-se a publicação em página WEB na disciplina de TIC. A disciplina de Matemática cooperou com a disciplina de Físico-Química na realização da atividade sobre o sistema solar, tendo efetuado o cálculo das distâncias planetárias à escala do corredor do bloco B, mas a suspensão das aulas suspendeu também esta atividade. Foi criada uma página WEB e anulada uma exposição no terceiro período, devido ao evoluir da situação, por forma a dar conhecimento deste trabalho à comunidade escolar, com as maquetas elaboradas pelos alunos acompanhadas com os QR Codes.

Os trabalhos estão no site (envolvência da disciplina de TIC) e os QRC gerados sendo presentemente divulgados para os alunos e demais comunidade acederem neste jornal.

 

QR Code 7ºA

 

QR Code 7ºB

Projeto – Connecting the Dots

blog camila

Geographers, mathematicians, scientists and historians come to the service!

Four groups, twelve people who have forgot their lives, and have focused on something bigger, they are focused on the enemy they all have in common – pandemics!

Pandemics arose, attacked and crossed borders, oceans, killing thousands of people in the process, regardless of whether they were white or black, rich or poor, child, adult or elderly! Leaving the rest of the population afraid of seeing their beloved ones being the next to die in the invisible hands of this virus.

In order to help understanding this situation better, each group together with their leaders is developing a five-week survey, so that at the end they get together and discuss the ideas that came up – at this point it is important to have a group leader because this is the one who guides us, helps us and accompanies us during this challenging journey.
            We, the geographers, will keep you informed throughout this great mission.

Daniela Lourenço, Camila Cunha e Guilherme Coelho 11ºB

DESFILE DE CARNAVAL 2020

Destinado à Comunidade Educativa, mas interagindo com toda a comunidade local, no passado dia 21 de fevereiro, o Agrupamento de Escolas Verde Horizonte de Mação realizou a atividade transdisciplinar “Desfile de Carnaval 2020” pelas ruas de Mação.

O desfile foi agendado para as  10 horas e 30 minutos, sendo a concentração, a partida e a chegada marcadas para o Largo da Feira, estabelecendo-se o itinerário: Largo da Feira, Rotunda dos antigos Bombeiros, Câmara Municipal de Mação, Rua Padre António Pereira de Figueiredo, Rua Monsenhor Álvares de Moura, Igreja Matriz, Rua Pina Falcão, Rua Francisco Serrano, Rua Padre António Pereira de Figueiredo, Câmara Municipal de Mação, terminando, de novo, no Largo da Feira.

Esta atividade decorreu nos segundo, terceiro e quarto tempos letivos da manhã e as turmas foram acompanhadas pelo respetivo professor, seguindo o horário habitual, sendo, posteriormente, ao quinto tempo letivo, retomada a planificação inscrita no horário semanal.

O desfile mobilizou todo o Agrupamento, teve a preocupação atual da preservação do meio ambiente e do nosso planeta, sendo subordinado ao tema da sustentabilidade e da preservação do meio ambiente. Os materiais utilizados foram preferencialmente, claro, reutilizados e ou reciclados, a fim de reduzir, evidentemente, fazendo jus à regra dos 3 R pela prática – despertando para a problemática ambiental e resumindo numa só atividade o aprender a conhecer, a fazer, a viver juntos e a ser. Permitiu, ainda,  interagir com a comunidade local numa perspetiva de abertura da escola ao meio exterior e de valorização das tradições.

Fotos: professor José Gonçalves e

texto: professora Anabela Ferreira.

Festa da Francofonia no Agrupamento

La France Chez Nous é a atividade que marcará a segunda semana de março, de 9 a 13 – com um ciclo de cinema em francês. Na terceira semana – no dia 19 de março – será a vez da gastronomia francesa, celebrada com a doçaria típica no dia dos crepes.

O Agrupamento de Francês e o Clube de Francês colocarão à disposição da comunidade escolar cerca de 500 minutos de cinema e um dia de doçaria.

O auditório da escola-sede será o palco do Ciclo de Cinema em Francês – com o visionamento de dois filmes passados em três dias: “Qu’est-ce qu’on a fait au Bon Dieu?” – um casal católico francês vê as suas quatro filhas casarem com homens de diferentes religiões e origens. Este filme, com 1 hora e 37 minutos de duração, de Philippe de Chauveron e Guy Laurent, edição de 24 julho de 2014 (em Portugal), Francês, será apresentado com legendas em português – e “Ratatouille” – um rato que sabe cozinhar faz um acordo com um jovem cozinheiro que trabalha num restaurante famoso. Filme com a duração de 1 hora e 51 minutos, de Brad Bird e Jan Pinkava, de 15 de agosto de 2007 (Portugal), realizado nos EUA, mas dobrado em francês, apresentado com legendas em português.

O acompanhamento dos alunos será realizado pelo respetivo professor que possui a turma no seu horário.

Será dada prioridade às turmas das disciplinas de Francês e de Comunicar em Francês.

Quanto à celebração do palato, a doçaria francesa comparecerá no Dia dos Crepes (e da Galette des rois) .

A tabela infra esclarece da distribuição das horas do evento cinematográfico e das turmas envolvidas.

 

  Segunda dia 9 de março Quinta dia 12 Sexta dia 13
9-9.50   10ºC, 10ºB, 11ºB  
9.55-10.45
 
13.50-14.40 9ºA, 9ºB, 12ºB   8ºA
14.45-15.35
15.45-16.35 7ºA   7ºB, 8ºB
16.40-17.30

 

Venham comemorar connosco a Festa da Francofonia!

 

 

A Coordenadora do Agrupamento de Português, Francês e Espanhol,

 Anabela Ferreira.

Amnistia Internacional

 

 

 

Os alunos do 10ºC, turma do Curso Profissional Técnico de Turismo, em conjunto com alguns dos seus professores, estão a dinamizar a atividade Maratona de Cartas no âmbito da área curricular de Cidadania e Desenvolvimento, inserida no Projeto de Autonomia e Flexibilidade Curricular que visa dar a conhecer, sensibilizar e alertar para casos de violação dos Direitos Humanos. Estes alunos irão junto dos seus pares, solicitar a sua participação nesta atividade, e exortar a comunidade escolar a fazer o mesmo. O grande objetivo é chegar a um número cada vez maior de pessoas, e consequentemente recolher mais assinaturas.

 

  1. O que é a Maratona de Cartas?

É o maior evento de ativismo da Amnistia Internacional e decorre todos os anos perto do último trimestre. Com a Maratona de Cartas pretendemos sensibilizar para um conjunto de casos selecionados e para os quais mobilizamos milhares de pessoas através da escrita de cartas e assinatura de apelos. Ações simples, mas poderosas, e que tendem a resultar numa melhoria das condições de vida para os defensores de direitos humanos em risco.

 

  1. Quais as datas da Maratona de Cartas 2018/19?

Começa a 1 de novembro de 2019 e termina a 31 de janeiro de 2020.

 

  1. Como participar?

Para participar na Maratona é muito simples. Basta:

Assinar os casos da Maratona de Cartas em www.amnistia.pt/maratona

Divulgar a maratona de cartas a toda a sua rede de amigos e familiares!

Participar no nosso concurso de ativismo online!

Podem ainda:

Escrever cartas de solidariedade para os casos selecionados. Sugerimos que as entreguem aos diretores de turma, e que estes as façam chegar à Professora Augusta Estrela ou aos alunos do 10ºC. Serão posteriormente enviadas para a sede da Amnistia, que garante que as mesmas chegarão ao seu destino.

 

  1. Quem pode participar? Qualquer pessoa pode participar na Maratona de Cartas, tendo em consideração:

Qualquer pessoa poderá assinar em www.amnistia.pt/maratona

 

A assinatura dos apelos em papel, disponíveis apenas junto das estruturas da Amnistia Internacional, pode ser feita por qualquer pessoa com idade igual ou superior a 14 anos (com conhecimento prévio dos seus representantes legais quando menor de idade). É essa a idade mínima estabelecida nos Estatutos da Amnistia Internacional para um apoiante, ativista e membro juvenil da organização. Somam-se ainda as boas práticas e sugestões que nos chegam, aconselhando os 14 anos como idade mínima para a participação.

 

  1. Jogo do Ativismo online

A dinâmica de jogo foi criada para incentivar os ativistas mais jovens a tornarem-se verdadeiros agentes de mudança, capazes de envolverem ainda mais pessoas dentro e fora da comunidade escolar

Link de acesso:  www.amnistia.pt/concursomaratona

 

  1. Código de Escola

Código atribuído à nossa escola: CC43

Todas as participações que forem feitas com esse código contarão para a contagem da sua recolha de assinaturas.

(Sugestão: podem fotografá-lo para tê-lo sempre consigo.)

Quantas mais participações fizermos usando este código, maior será a probabilidade de trazermos um evento da Amnistia à nossa escola.

 

  1. Dia 10 de dezembro – Dia Internacional dos Direitos Humanos – os alunos do 10ºC irão recolher assinaturas junto da comunidade escolar.

 

  1. Dia 13 de dezembro – os alunos do 10ºC irão recolher assinaturas junto da comunidade escolar na Noite de Excelência.

 Professoras Augusta Estrela (Diretora de Turma) e Ana Lúcia Pina (Coordenadora de Curso)

Notícias da L.E.C.A.

 

Uma história inesperada

         Olá, eu sou o Cristiano, e tenho um amigo chamado Felizberto Tintim, ele era de uma família pobre, que passava dificuldades. Ele foi trabalhar para um bosque, mas muitos senhores mais velhos diziam que o bosque era encantado. Era mais conhecido por bosque encantado, mas ele não tinha medo, pois ia fazer aquilo pela família. Fez as malas e lá foi.

Quando lá chegou, ficou surpreendido com a quantidade de crianças que havia. Ele também ficou impressionado com a beleza do lugar, as árvores brilhavam, ouviam-se os pássaros a cantar. Passaram algumas semanas e ele cada vez mais contente com aquele trabalho.

Na noite de Natal, quando os alunos estavam a ler livros, ele reparou que apareceu um animal pequeno, era uma gata, que começou a miar sem parar e virou costas em direção a um caminho de terra batida. Felisberto, curioso, foi atrás da gata, até que ela finalmente parou num lugar maravilhoso, um laguinho azulado a refletir o céu estrelado. Num banco, a gata virou-se para ele e disse:

-Eu não sou um animal pequeno, sou uma gata mágica, que pode fazer tudo o que bem entender, e eu posso-te ajudar!

Ele respondeu :

– Como assim, podes-me ajudar?

– Posso-te dar o dinheiro que precisas para tirar a tua família da dificuldade em que se encontra.- respondeu a gata num tom convincente.

– A sério? Dá-me ! – pediu ele curioso.

A gata olhou meio torto para Felizberto e disse :

– Só se conseguires levar o David, o teu belo gato do acampamento, até mim!

Felizberto exclamou:

– Claro, eu posso tudo!

Então levou o David até à gata e ela deu-lhe o dinheiro.

Felizmente, acabou tudo bem, o Felizberto conseguiu tirar a família das dificuldades e a gata mágica casou com o gatão David.

 

 

Denisa e Eva, 7ºB

Notícias da L.E.C.A.

 

Em Ler, Escrever e Contar com Arte, as turmas do 7º ano desenvolveram, entre outras, a atividade que partiu da realização de cubos e das suas planificações e culminou na elaboração de textos, passando pela revisão das categorias e estrutura do texto narrativo.

Aliando as competências de Matemática e de Português, tentando colmatar dificuldades manifestadas pelos alunos, complementando competências de socialização (trabalho de grupo), passando pelo uso das novas tecnologias e sempre numa perspetiva lúdica, chegou-se a vários textos que aqui se divulgam.

Regista-se o ambiente de trabalho saudável e o empenho dos alunos.

 

As professoras Glória Afonso e Anabela Ferreira

Plano de Melhoria da Aptidão Física Continua

 

 

PLANO DE MELHORIA DA APTIDÃO FÍSICA 2019-2020

As crianças e jovens têm hoje maior oferta de atividades desportivas, quer na escola ou fora desta, contudo o uso excessivo das novas tecnologias e a dificuldade em manter uma alimentação saudável e/ou um estilo de vida saudável acarretam consequências pouco harmónicas para com a saúde. É por isso que o Plano de Melhoria da Aptidão Física, iniciado no ano letivo anterior, será novamente uma aposta do Agrupamento de Educação Física e do Agrupamento de Escolas Verde Horizonte. Pretende-se, por isso, dar continuidade ao trabalho desenvolvido no contexto das aulas de Educação Física, no âmbito da Aptidão Física, possibilitando aos alunos a participação em programas de treino de duração maior e de forma continuada visando a manutenção, o desenvolvimento ou a melhoria das suas capacidades motoras. Incutir nos alunos a importância da Aptidão Física como fator determinante para a saúde é também missão do Agrupamento de Educação Física.

Aparece no pavilhão gimnodesportivo e vem ficar em forma connosco!

A coordenadora do Agrupamento de Educação Física

Cláudia Olhicas de Jesus

eTwinning – galardoados com Selos Nacionais de Qualidade

Selos Nacionais de Qualidade eTwinning

 

No final do passado ano letivo os projetos eTwinning coordenados e desenvolvidos pela professora Ana Sofia Pereira com as turmas dos 7º e 9º anos – The People in Our History, You Can Be a Hero, too! e We Wear What We Sing, respetivamente – foram galardoados com Selos Nacionais de Qualidade eTwinning. Estes selos são concedidos pelos Serviços Nacionais de Apoio (SNA) em cada país a professores com excelentes projetos eTwinning que contribuíram ativamente e visivelmente nas atividades dos projetos, indicando que estes atingiram um determinado nível de qualidade no seu país.

 

Os Selos Nacionais de Qualidade são atribuídos a projetos que se distingam nas seguintes áreas: Inovação pedagógica, Integração curricular, Comunicação e intercâmbio entre escolas parceiras, Colaboração entre escolas parceiras, Utilização das tecnologias e ainda Resultados, impacto e documentação.

Até ao momento, outros países envolvidos nestes projetos também foram reconhecidos pelos seus SNA com Selos Nacionais de Qualidade; nomeadamente: no âmbito do projeto The People in Our History, You Can Be a Hero, too! a escola Lycée Technique de Bonnevoie no Luxemburgo e âmbito do projeto We Wear What We Sing a escola IES Jonqueres em Espanha e ainda a escola OOU Gjorce Petrov na Macedónia do Norte.

 

 

 

Todos os alunos envolvidos nos projetos de forma ativa receberam também um Selo de Aluno de Qualidade, que representa um incentivo para continuarem a participar e a trabalhar em atividades eTwinning e é uma forma concreta de mostrar que os seus esforços foram reconhecidos. Assim, estão de parabéns pela excelente participação!

Durante este ano letivo serão desenvolvidos outros projetos no âmbito do Clube eTwinning, recentemente criado, nos quais todos os alunos estão convidados a participar!

Professora Ana Sofia Pereira

 

Projetos eTwinning no AEVH

Este ano, os alunos dos 7º e 9.º anos foram desafiados a participar em projetos eTwinning criados e propostos pela professora de Inglês, Ana Sofia Pereira, porque era importante levar estas turmas a fazerem atividades diferentes e a darem o seu melhor. Para os alunos, o facto de poderem colaborar com colegas de outras escolas da Europa foi o incentivo de que esperavam para meterem mãos à obra e se superarem.

Como refere a respetiva página oficial, o eTwinning é a comunidade de escolas da Europa que disponibiliza uma plataforma para que os profissionais da educação (educadores de infância, professores, diretores, bibliotecários) que trabalham em escolas dos países europeus envolvidos possam comunicar, colaborar, desenvolver projetos e partilhar; em suma, sentir-se, e efetivamente ser, parte da mais estimulante comunidade de aprendizagem na Europa.” Neste contexto, foram desenvolvidos dois projetos – um para cada ano de escolaridade.

No projeto do 7º ano – “The People in Our History – You Can Be a Hero, too!” – também inserido no Projeto de Autonomia e Flexibilidade Curricular, foi dado destaque aos portugueses que se distinguiram nas diferentes áreas do saber que os alunos estudam na escola. Assim, com a ajuda de alguns dos seus professores, os alunos pesquisaram sobre as vidas de personagens como Fernando Pessoa, José Saramago, D. Catarina de Bragança, Aristides de Sousa Mendes, Vasco da Gama, Bartolomeu Dias, Orlando Ribeiro, Pedro Nunes, Amato Lusitano, Bartolomeu de Gusmão, Álvaro Siza Vieira, Paula Rego, Amália Rodrigues, Cristiano Ronaldo e Rosa Mota, entre outros. Depois criaram vídeos sobre eles e, por fim, criaram jogos de Kahoot! para que os parceiros dos outros países os pudessem jogar e aprender sobre os muitos portugueses que fizeram história por todo o mundo e que muito nos orgulham.

 

Se quiserem espreitar os vídeos, usem este QR Code.

Já os alunos do 9º ano desenvolveram o projeto “We Wear What We Sing”, em parceria com as disciplinas de EC-DT, Geografia e Educação Visual, também no âmbito dos projetos dos respetivos Planos de Turma e do projeto “Educar para a Sexualidade e Afetos”. Nele, os alunos escolheram partes de canções em língua inglesa com que se identificavam e criaram T-shirts com essas frases e com ilustrações. Depois criaram vídeos sobre os cantores/ bandas e sobre as canções. Por fim, também quiseram criar jogos de Kahoot! para testarem os conhecimentos musicais dos seus parceiros.

Podem ver todos os vídeos usando este QR Code.

Para os alunos foi importante ver tudo o que já conseguem fazer com a língua inglesa e, claro, também gostaram de conhecer colegas de outros países, com quem têm trocado emails. Esperamos que estas amizades agora criadas se possam prolongar pela vida e, para o ano, novos desafios estarão à espera dos mais valentes.

 

Professora Sofia Pereira