Reportagens

Encontro de Bandas Filarmónicas em Gavião

“Sons ao Sul”

 

Dia 7 de outubro de 2017, às 21:30 horas, decorreu no Cineteatro Francisco Ventura, em Gavião, o primeiro Encontro de Bandas Filarmónicas “Sons ao Sul”, promovido pela Fundação INATEL em parceria com a Banda e a Câmara Municipal do município onde o evento decorreu.

A Fundação INATEL, em colaboração com a Federação de Bandas do Distrito de Portalegre, organizou um evento, o “Sons ao Sul”, um conjunto de concertos de várias bandas filarmónicas, que pretende reconhecer o trabalho que as bandas têm desenvolvido no âmbito sociocultural das suas terras, que se inaugurou num concerto em Gavião.

Este encontro contou com a presença da Banda Municipal Alterense, (de Alter-do-Chão) com aproximadamente 45 músicos, da Sociedade Filarmónica Veirense (de Veiros, Estremoz), com cerca de 40 músicos e, obviamente, com a presença da Banda Juvenil do Município de Gavião, com cerca de 55 músicos, somando no total aproximadamente 140 músicos. Cada banda apresentou um pouco da sua história e tocou por volta de 5 peças, o que fez com que o evento durasse em torno de 2 horas.

Este encontro contou com dezenas de pessoas pertencentes ao público, entre as quais os presidentes das bandas filarmónicas, o presidente da Câmara Municipal de Gavião, assim como os populares desta vila.

 

 

Maria João Matos, 10ºA

Anúncios

18 de maio – Dia Internacional dos Museus – Clube Europeu

IMG_5887

Clica na foto para veres as restantes fotografias.

DO GESTO À ARTE

                Dia 19 de maio celebrou-se o Dia dos Museus e para tal, alguma forma teria de se pensar para comemorar esta data. Um dos princípios que temos de respeitar é que, em primeiro lugar, está aquilo que é nosso, que é da nossa região; como não poderia deixar de ser: o Museu de Mação foi a escolha eleita.

            De uma forma permanente, o museu tem à disposição a exposição “DO GESTO À ARTE” que procura demonstrar a importância do trabalho manual desde os tempos primitivos: o uso da mão como principal instrumento de “fazer arte”.

            Podemos orgulhar-nos de ter uma das regiões em que a arte rupestre predomina, na Ocreza, temos vários exemplos de algumas culturas que pisaram a nossa terra, que a exploraram naquilo que de melhor tem; desenvolveram-na e ainda deixaram marcas para que todas as gerações futuras sejam testemunhas do seu trabalho e da sua passagem pela nossa zona.

            O museu desempenha essa função: a de nos “entregar” a mensagem que os nossos antepassados nos quiseram deixar.

Beatriz Branco   11ºA

PRAIA FLUVIAL DE CARVOEIRO DISTINGUIDA COM A BANDEIRA AZUL 2014

Este slideshow necessita de JavaScript.

Oito anos consecutivos de qualidade comprovada.
Este ano, a única no distrito de Santarém com este galardão.

A Praia Fluvial de Carvoeiro, no Concelho de Mação, foi novamente distinguida com o galardão Bandeira Azul, anunciou esta semana a Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE). Este é 8.º ano consecutivo que a Praia Fluvial de Carvoeiro recebe esta distinção, sendo em 2014 a única no Distrito de Santarém.

O anúncio oficial, feito esta quarta-feira, 30 de Abril, indica a distinção de 298 Praias Costeiras e Fluviais e 17 Portos de Recreio e Marinas galardoadas com a Bandeira Azul 2014.
Refira-se que a Bandeira Azul é atribuída mediante critérios de qualidade da água, de informação e educação ambiental, de gestão ambiental e de equipamentos e segurança. Para a Câmara Municipal de Mação esta distinção é naturalmente um motivo de orgulho e vem provar a qualidade da Praia Fluvial de Carvoeiro que, ano após ano, é mais visitada e destino de férias de muitas centenas de pessoas tendo sido vários os prémios e distinções que esta Praia tem recebido ao longo dos anos.

A Praia Fluvial de Carvoeiro localiza-se na localidade que lhe dá o nome, a cerca de 25 minutos de Mação. Tem sido uma agradável surpresa para todos aqueles que a visitam, não só pelo enquadramento e beleza naturais, mas também pela qualidade e das infraestruturas que a compõem. Dispõe de vários equipamentos que permitem ao visitante passar ali um dia agradável, como balneários, bar, parque de merendas e churrasqueira. Está ainda dividida com zona de banhos para adultos e para crianças.

Texto e fotos reproduzidos de vários órgãos de comunicação social on-line.

Barragem da Pracana

Já aqui vos mostrámos a Barragem da Pracana mas, nessa altura, a quantidade de água existente na albufeira era muito menor… Hoje, com as fotos tiradas pelo João Martins do 9.º C, queremos mostrar-vos a mesma barragem mas, agora, com o espectáculo provocado pela descarga de água, resultante da abundante chuva que tem caído.

http://www.flickr.com/apps/slideshow/show.swf?v=71649

Texto: João Pinheiro
Fotos: João Martins

FREGUESIA DE CARVOEIRO



Para quem não conhece a freguesia de Carvoeiro, aqui fica o resultado da pesquisa da Soraia Silva sobre esta freguesia do concelho de Mação.

Carvoeiro

Concelho => Mação

Área => 49,79 km²

População => 794 (habitantes, 2001)

Densidade => 15,9 hab., km²

Carvoeiro é uma freguesia portuguesa do concelho de Mação, com 49,79 km² de área e 794 habitantes (2001).

A origem do nome Carvoeiro não está devidamente esclarecida pois, enquanto algumas pessoas dizem que deriva do nome de jazidos de carvão por explorar que existem no sob-solo, há outras pessoas que dizem que o nome deriva de algumas árvores em grande quantidade, como por exemplo sobreiros e azinheiras.

É uma povoação muito antiga, desde cedo, se constituiu uma freguesia em conjunto com a Amêndoa e Belver, remontando ao principio da nacionalidade por volta de 1194. Nesta região foram encontradas ruínas, na Nossa Senhora da Moita foi encontrado, bem conservado, um vaso de cerâmica e telhas romanas. Muitas pessoas pensam que existiu uma povoação romana e, nas suas proximidades, um grande templo dedicado a Júpiter (deus da mitologia dos antigos romanos).

Carvoeiro, em 1464, obtém a carta de vizinhança, que permitia alguma liberdade de fazer trocas comerciais com povoações vizinhas.

Algumas localidades que pertencem a freguesia de Carvoeiro: Carvoeiro; Degolados; Capela; Galega; Maxieira; Pereiro e Vale de Santiago.

Algumas actividades económicas: Apicultura; Serração de madeiras; Agricultura e Construção de veículos para tracção animal.

Feiras: Feira anual (3ª Domingo de Agosto) e Expo Feira (Junho).

Festas e Romarias: São João Baptista (24 de Junho); Carvoeiro (29, 30 de Junho) e Senhor dos Passos (15 dias antes da Páscoa).

Locais de interesse turísticos: Aldeia de Laje e Praia Fluvial do Carvoeiro.

Gastronomia: Enchidos; Febras da matança; Filhós; Cavacas e Tigeladas.

Soraia Silva, 9.º A

BARRAGEM DA PRACANA

A Barragem da Pracana é um local espectacular para os amantes da pesca.

Nesta barragem existe uma grande variedade de peixes desde alburdios, carpas, barbos, peixe gato e achigã.
Como podem confirmar, tem uma vista 5***** e uma quantidade de peixe muito grande.
Aconselho fortemente a vossa visita a este magnífico local para aproveitarem a belíssima paisaguem sobre a Barragem da Pracana e a Zimbreira, no “castelo velho”, serra da Zimbreira-Envendos.

Podem ver as fotos aqui.

Texto e fotos: João Martins, 9ºC

O PEGO DA RAINHA

Como podem ver pelas fotos, o conceito do concelho de Mação esta certo.
O conceito de que falei é o dos 3 AAA: Bom Azeite, Boa Água e Bom Ar.
O que estão a ver nas fotos é o Pego da Rainha, situado na Zimbreira, Freguesia de Envendos Concelho de Mação.
Espero que visitem o Pego da Rainha, pois acho que será um dia bem passado para quem gosta da natureza. E para quem gosta de escalada existem umas grandes paredes para o efeito.

Podes ver as fotos aqui.

Texto e fotos: João Martins, 9º C