Comentário literário

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Conto “Natal” de Miguel Torga
Na minha opinião, considero este texto bastante importante, pois passa uma mensagem muito significativa sobre o Natal e a vida das pessoas que não têm família ou dinheiro ou por vezes ambas as coisas, como neste caso.
Considerei, ao início, que este texto fosse um pouco monótono e igual a tantos outros já vistos, pois este tema –O Natal – é um tema bastante comum, mas enganei-me, pois até a linguagem do texto, para mim, a considerei acessível a pessoas de várias faixas etárias. O desfecho do texto foi também muito interessante, especialmente porque não estava à espera que acabasse deste modo.
Posso concluir que este texto transmite algumas coisas importantes e uma delas é prestar mais atenção às pessoas, pois, por vezes, sentem-se sozinhas e sem ninguém e deveríamos sempre ajudá-las e fazer o nosso melhor para que se sentissem bem. Em geral, penso que toda a gente deveria ler este conto, pois ensina-nos a olhar com outros olhos para estas pessoas sem família ou com muitas dificuldades.

Mariana Mendes, 8ºB

Anúncios

Apreciação crítica

Amor de Perdição | Luso Livros

Amor de Perdição

 

A obra Amor de Perdição de Camilo Castelo Branco é uma história que tem um título e um subtítulo, baseia-se numa história duma família que nos é apresentada mesmo como realidade e não como ficção. Esta obra fala sobre de um amor proibido entre Teresa e Simão que nunca se concretiza completamente devido ao ódio das suas famílias uma com a outra.

Esta obra é muito interessante porque relata uma história que é baseada numa história real, daí a ser interessante e ter gostado bastante de a ter lido.

Um aspeto que achei muito interessante foi o facto de Teresa e Simão, apesar de saberem que era complicado terem um romance, nunca desistiram e tentaram sempre encontrar-se mesmo sabendo que era muito perigoso, por isso gostei desta parte, pois nos permitiu ver que nunca devemos desistir daquilo que queremos, mesmo que haja muitas dificuldades para isso se concretizar.

Outro momento que considerei bastante interessante foi quando Simão matou Baltasar, pois após ter matado Baltasar Coutinho e saber que poderia ser preso, Simão em vez de fugir com a ajuda de João da Cruz, preferiu entregar-se mostrando que assumiu o que fez, sendo apenas um rapaz com dezoito anos, demonstrava grande maturidade para o ato que praticou e continuando assim a não desistir do seu amor com Teresa.

Em suma, a obra Amor de Perdição é muito interessante e importante para o meu futuro, pois é uma história que ficamos a pensar em como era a sociedade no século XIX.

 

 

Filipe Serra, 11ºA

Leituras

 

Biblioteca Pessoal

 

Sempre fui um rato de biblioteca quando era mais pequeno, desde os meus nove aos doze anos de idade. Algo me fez parar do mundo da leitura e tornar ao que eu realmente gosto de fazer: a escrita feita por mim mesmo.

Hão de haver excertos de obras que eu tenha lido e gostado bastante. Mas especificamente só li três livros por completo e por mim mesmo. De meu livre arbítrio, li Máscaras de Salazar,  Meu amor, Sputnik, e Pérola Negra. Acabei pelo primeiro e comecei pelo último citado e realmente interessaram-me. As histórias profundas, o amar e o desespero; a falsidade; a inveja e o silêncio; a realidade e o sexo alvoraçado que se torna em terror. Mesmo sendo impróprios para mim, a maioria destes livros conta o que é a vida e para onde ela pode decair. Há arrependimentos.

Interesso-me mais pela ciência metaforicamente retratada, pelo que a humanidade e a mente humana podem chegar pelo reconhecimento e dinheiro. O desespero muda as pessoas. O desespero de viver.

 

Bruno Rodrigues, 8ºB

Leituras

O meu gosto pela leitura

 

Eu posso dizer que não odeio os livros nem os amo, mas posso dizer que adoro os livros especialmente de aventuras, livros que indicam cenas míticas e também os livros de mitologia grega, mas não quer dizer que eu não leia outros livros.

Os livros que mais me marcaram foram: Os cinco, Uma aventura e todos os livros do Percy Jackson entre outros.

Os cinco e Uma aventura são livros de aventura e os livros do Percy Jackson são uma mistura de elementos míticos e de aventura.

Para mim, os livros de aventura são como se eu estivesse a viver essa mesma aventura, porque parece tão real que não consigo explicar. Os livros de cenas míticas fazem com que a história seja mais perigosa, mas ao mesmo tempo haja mais ação, e, por fim, aprecio os livros de mitologia porque assim conhecemos mais deuses antigos, o que eles faziam, onde eles viviam e outras coisas sobre os deuses.

Por fim, as personagens que mais me marcaram foram: Percy Jackson, Zeus, Hades, Poseidon, o Tim e a Zé.

 

Mateus Fouto, 8ºB

 

Cartaz da Semana da Leitura

A Semana da Leitura vai realizar-se de 19 a 23 de fevereiro. De seguida apresenta-se os locais e programas onde a Semana Da Leitura vai decorrer.

A Semana da Leitura tem o apoio e a colaboração do Diretor do Agrupamento, Dr. António Almeida, da sua direção, da Câmara Municipal de Mação, na pessoa do seu presidente, Dr. Vasco Estrela; do Agrupamento de Português e de todo o corpo docente do agrupamento.

     A equipa da biblioteca agradece toda a colaboração e articulação estabelecida nesta e em todas as atividades e iniciativas da biblioteca escolar.

A equipa da biblioteca escolar,

António Bento

 

SEMANA DA LEITURA
19 a 23 de fevereiro de 2018
Biblioteca Escolar da escola sede

 

Programa

 

Escola do 1º ciclo do Ensino Básico e Jardim de Infância

 

19 de fevereiro, 2ª feira
Abertura da Semana da Leitura
9h.30m. Turmas: MAC2/MAC4/MAC6, à conversa com Bruno Magina.
Local: biblioteca escolar/JI
11h.15m. Turmas: MAC1/MAC3/MAC5, à conversa com Bruno Magina.
Local: biblioteca escolar/JI
14h.15m. Turmas: JIMAC1/JIMAC2/JIMAC3, à conversa com Bruno Magina.
Local: biblioteca escolar/JI

20 de fevereiro, 3ª feira
9h.00m.Turma: MAC1; à conversa com: Vera Dias.
Local: sala de aula.
11h.00m.Turma: MAC2; à conversa com: Margarida Cardoso.
Local: sala de aula
14h.00m.Turma: JI1; à conversa com: Vasco Estrela.
Local: sala de aula.
14h.00m.Turma: MAC5; à conversa com: Rosário Wahnon.
Local: sala de aula.

21 de fevereiro, 4ª feira
9h.00m.Turma: MAC3; à conversa com: Amândio Mateus.
Local: sala de aula.
11h.00m.Turma: MAC4; à conversa com: Rufina Costa.
Local: sala de aula.
14h.00m.Turma: JI2; à conversa com: José Almeida.
Local: sala de aula.
14h.00m.Turma: MAC6; à conversa com: Perpétua Marques.
Local: sala de aula

22 de fevereiro, 5ª feira
9h.30m.Turmas: JIMAC1; JIMAC2; JIMAC3; MAC1; MAC2; MAC3; MAC4; MAC5;
MAC6; EB/JI-CARD; EB/JI-CARV peça de teatro, ” 3 Abóboras e 400 camelos”
com o grupo de teatro AtrapalhArte.
Local: Auditório Elvino Pereira.
14h.00m.Turma: JI3; à conversa com: José Martins.
Local: sala de aula.

23 de fevereiro, 6ª feira
9h.30m. Turmas: MAC2/MAC4/MAC6, à conversa com Carlos Canhoto.
Local: biblioteca escolar/JI.
11h.15m. Turmas: MAC1/MAC3/MAC5, à conversa com Carlos Canhoto.
Local: biblioteca escolar/JI.
14h.15m. Turmas: JIMAC1/JIMAC2/JIMAC3, à conversa com Carlos Canhoto.
Local: biblioteca escolar/JI.
Organização da biblioteca escolar com o apoio do Diretor, da sua direção, do
Agrupamento de Língua Portuguesa; de todos (as) os (as) docentes do
Agrupamento de Escolas Verde Horizonte de Mação e da Câmara Municipal de
Mação na pessoa do seu presidente, Dr. Vasco Estrela.

 

Escola do 1º ciclo do Ensino Básico e Jardim de Infância de Cardigos

 

19 de fevereiro, 2ª feira

 

9h. 30m.  Partilha de uma história pela Mãe da Adriana (pré-escolar). Local: sala de aula.

14h.15m.  Palestra pelo Prof. António Manuel Silva; Tema : Os 500 anos do Foral de Cardigos. Local: sala de aula.

 

20 de fevereiro, 3ª feira

 

11h.00m  Partilha de uma história pela Mãe da Clara (1º ciclo) e Sofia (pré-escolar). Local: sala de aula.

 

 

       22 de fevereiro, 5ª feira

9h.30m.Turmas: JIMAC1; JIMAC2; JIMAC3; MAC1; MAC2; MAC3; MAC4; MAC5; MAC6; EB/JI-CARD; EB/JI-CARV peça de teatro, ” 3 Abóboras e 400 camelos” com o grupo de teatro AtrapalhArte.

Local: Auditório Elvino Pereira.

 

 

       23 de fevereiro, 6ª feira

 

9h.15m. Participação da dinamizadora e bibliotecária, Rosário Wahnom da Biblioteca Municipal de Mação.

 

 

Organização da biblioteca escolar com o apoio do Diretor, da sua direção, do Agrupamento de Língua Portuguesa; de todos (as) os (as) docentes do Agrupamento de Escolas Verde Horizonte de Mação e da Câmara Municipal de Mação  na pessoa do seu presidente, Dr. Vasco Estrela.

 

 

 

Escola Sede

 

19 de fevereiro, 2ª feira
Abertura da Semana da Leitura – Neste dia será enviado por mail a todo o
corpo docente o programa da Semana de Leitura e afixado nos locais habituais.
9h.00m. Turma:6ºA, à conversa com Diretor do Agrupamento e Presidente
da Câmara Municipal de Mação.
Local: sala de aula, A2.
9h.55m.Turmas: 7ºA;7ºB, à conversa com o psicólogo, Alfredo Leite,
inserido na sessão “ ISTO SIM É POESIA!”.
Local: Auditório da escola.
11h.05m.Turmas:8ºA;8ºB, à conversa com o psicólogo, Alfredo Leite,
inserido na sessão “ ISTO SIM É POESIA!”.
Local: Auditório da escola.
12h.00m.Turmas:9ºA;9ºB, à conversa com o psicólogo, Alfredo Leite,
inserido na sessão “ ISTO SIM É POESIA!”.
Local: Auditório da escola.
13h.50m.Turmas: 10ºA-CT;10ºB-LH; à conversa com o psicólogo, Alfredo
Leite, inserido na sessão “ ISTO SIM É POESIA!”.
Local: Auditório da escola.
14h.45m.Turmas:11ºB-SE;11ºB-LH;12ºA-CT;12ºA-LH;12ºA-SE; à conversa
com o psicólogo, Alfredo Leite, inserido na sessão “ ISTO SIM É POESIA!”.
Local: Auditório da escola.
15h.45m.Turmas: 11ºA-CT;11ºC-Turismo; à conversa com o psicólogo,
Alfredo Leite, inserido na sessão “ ISTO SIM É POESIA!”.
Local: Auditório da escola.

20 de fevereiro, 3ª feira
9h.00m.Turma:5ºB; à conversa com Diretor do jornal “Voz da Minha Terra”
Amândio Mateus.
Local: sala de aula, A2.
11h.05m.Turmas:5ºA;5ºB;6ºA;6ºB;6ºC peça de teatro, “O Príncipe Nabo”
com o grupo de teatro AtrapalhArte.
Local: Auditório Elvino Pereira.
13h.50m.Turmas: 5ºA;5ºB;6ºA;6ºB;6ºC; peça de teatro, “Ali Babá e os
Quarenta Ladrões” com o grupo de teatro AtrapalhArte.
Local: Auditório Elvino Pereira.

21 de fevereiro, 4ª feira
9h.00m.Turmas:10ºCozinha;10ºMecânica;10ºA-CT;11ºA-CT;11ºB
LH;11ºSE;12ºA-CT;12ºA-LH; 12ºA-SE; peça de teatro, “Farsa Inês Pereira”
com o grupo de teatro AtrapalhArte.
Local: Auditório Elvino Pereira.
10h.45m. Comemoração do Dia Internacional da Língua Materna: Desfile de
Recriação de personagens da Literatura. MAC6; Serafim e Malacueco na Corte
do Rei Escama.
Turmas: do 4º ao 9º ano.
Local: Átrio da entrada do bloco B.
11h.05m.Turmas:10ºBLH;11ºMecânica;11ºCozinha;11ºTurismo;12ºMecân
ica; 12ºCozinha;12ºSaúde; peça de teatro, “Farsa Inês Pereira” com o grupo
de teatro AtrapalhArte. Local: Auditório Elvino Pereira.

22 de fevereiro, 5ª feira
9h.00m.Turma:11ºC-Tc; à conversa com Diretor do Agrupamento.
Local: sala de aula, B5.
9h.55m.Turma: 6ºC; à conversa com Carlos Gueifão.
Local: sala de aula, A3.
13h.50m.Turmas:7ºA;7ºB; 8ºA; 8ºB; 9ºA; 9ºB; CEF Cozinha; CEF
Mecânica; peça de teatro, “Os Bichos” com o grupo de teatro AtrapalhArte.
Local: Auditório Elvino Pereira.

23 de fevereiro, 6ª feira
9h.00m.Turma:5ºA; à conversa com a Representante dos Encarregados de
Educação, Vera Dias.
Local: sala de aula, A12.
Organização da biblioteca escolar com o apoio do Diretor, da sua direção, do
Agrupamento de Língua Portuguesa; de todos (as) os (as) docentes do
Agrupamento de Escolas Verde Horizonte de Mação e da Câmara Municipal de
Mação na pessoa do seu presidente, Dr. Vasco Estrela.
A equipa da biblioteca escolar,
António Bento

Atividades da Biblioteca

Começam na próxima segunda-feira, dia 20, e termina na quinta-feira, dia 30, de novembro as nossas feiras do livro, nas bibliotecas escolares do agrupamento.

Apareçam para conhecer as últimas novidades de publicações nacionais e internacionais.

Como sempre os preços dos livros são óptimos.

 Esta atividade, como todas as outras, teve o apoio do senhor Diretor do Agrupamento e da sua direção.

 A equipa da biblioteca escolar,

António Bento

Património literário

Em pleno século XXI, em que nos encontramos, a presença dos clássicos nas leituras dos jovens tem vindo a perder espaço. Em substituição encontramos práticas de consumo cultural ligadas a suportes multimédia. A concentração e exigência que a leitura de uma obra integral exige não parecem convencer os mais novos.

Eu considero que a prática da leitura deve ser um hábito quotidiano nas nossas vidas. As obras de literatura clássica, sobretudo a portuguesa, têm escondida nas suas páginas uma vastidão de riquezas, essas que nos levam a sonhar e viajar sem sair do lugar. Obras como Os Maias, Os Lusíadas e o “Sermão de Santo António aos peixes”, conferem a Portugal um património vasto que se não for recebido e inserido nas vidas dos jovens poder-se-á perder.

Na minha opinião, os jovens preferem os telemóveis e computadores em vez de livros porque a leitura exige concentração e raciocínio para perceber a história, enquanto os suportes digitais fazem o trabalho visual que não obriga os mais novos a pensarem.

Concluindo, no meu ponto de vista, se os pais e a escola não estimularem desde cedo as crianças para a presença de clássicos da literatura e de obras literárias, todo o império dos livros vai acabar por se perder e viveremos num mundo de multimédia. Se gerirmos bem o nosso tempo livre, conseguimos, em simultâneo, ler e ter outros tipos de produtos culturais ou práticas multimédias.

 

Maria Margarida, 11ºA