Atividades da Biblioteca

Começam na próxima segunda-feira, dia 20, e termina na quinta-feira, dia 30, de novembro as nossas feiras do livro, nas bibliotecas escolares do agrupamento.

Apareçam para conhecer as últimas novidades de publicações nacionais e internacionais.

Como sempre os preços dos livros são óptimos.

 Esta atividade, como todas as outras, teve o apoio do senhor Diretor do Agrupamento e da sua direção.

 A equipa da biblioteca escolar,

António Bento

Anúncios

Património literário

Em pleno século XXI, em que nos encontramos, a presença dos clássicos nas leituras dos jovens tem vindo a perder espaço. Em substituição encontramos práticas de consumo cultural ligadas a suportes multimédia. A concentração e exigência que a leitura de uma obra integral exige não parecem convencer os mais novos.

Eu considero que a prática da leitura deve ser um hábito quotidiano nas nossas vidas. As obras de literatura clássica, sobretudo a portuguesa, têm escondida nas suas páginas uma vastidão de riquezas, essas que nos levam a sonhar e viajar sem sair do lugar. Obras como Os Maias, Os Lusíadas e o “Sermão de Santo António aos peixes”, conferem a Portugal um património vasto que se não for recebido e inserido nas vidas dos jovens poder-se-á perder.

Na minha opinião, os jovens preferem os telemóveis e computadores em vez de livros porque a leitura exige concentração e raciocínio para perceber a história, enquanto os suportes digitais fazem o trabalho visual que não obriga os mais novos a pensarem.

Concluindo, no meu ponto de vista, se os pais e a escola não estimularem desde cedo as crianças para a presença de clássicos da literatura e de obras literárias, todo o império dos livros vai acabar por se perder e viveremos num mundo de multimédia. Se gerirmos bem o nosso tempo livre, conseguimos, em simultâneo, ler e ter outros tipos de produtos culturais ou práticas multimédias.

 

Maria Margarida, 11ºA

 

Texto de opinião

Flash Vidas

 

São poucos os programas que conseguem colar o espetador à televisão logo no primeiro programa, é o caso do programa “Flash Vidas” apresentado por Lara Afonso o qual relata a vida de todas as celebridades.

Na minha opinião, o aspeto positivo é conhecer a infância de qualquer celebridade que por vezes chega a emocionar qualquer pessoa.

Os aspetos negativos são sem dúvida os escândalos chocantes expostos para todo o público visualizar.

Para concluir, resta-me dizer que se trata de um programa que aborda exclusivamente celebridades e as histórias fascinantes que cativam qualquer telespetador.

 

Mariana Mousaco, 8ºB

Apreciação crítica

A ordem do poço do inferno

 

 

No livro A ordem do poço do inferno, livro de Nuno Matos Valente, livro do plano nacional da leitura cujas ilustrações são de Joana Raimundo, as personagens são:Leo, Xana, Ulisses e João que vão viver uma aventura e ao mesmo tempo acontecimentos estranhos para os quais não há explicação.

Esse livro dá-nos uma informação da História de Portugal, também relata as pessoas que o ajudaram a fazer e também nos dá uma informação sobre uma realidade que é  o geocaching.

Essa obra, que é a primeira dessa coleção, começa logo com um início um pouco diferente porque se é o primeiro livro dessa coleção tem de relatar onde e quando se conheceram as personagens porque é que se juntaram, entre outros aspetos.

Assim, no restante, o livro é igualmente muito interessante e, se lerem, espero  que gostem.

 

Mateus Vicente, 8ºB

Clube do Leitor

Estatísticas da Biblioteca Escolar

Estatísticas anuais,2016-2017

Clicar na imagem para ver todas as estatísticas.

Já podes consultar algumas das estatísticas da Biblioteca Escolar referentes ao mês de junho. Clica na imagem.

A equipa da Biblioteca Escolar,
António Bento

Novidades, Sugestões de Leitura

Rob.png

Robinson Crusoé, um náufrago que sobrevive a tempestades e furacões, a piratas gananciosos, a selvagens canibais e à vida solitária numa ilha deserta. Com imaginação e habilidade, constrói casas, barcos e ferramentas que lhe permitem viver décadas longe da civilização.

A equipa da Biblioteca Escolar,
António Bento