Reportagem de férias

Férias de Verão

As minhas férias começaram por uma semana no Algarve (Armação de Pêra). Terra que nem conhecia e passei a conhecer. Toda aquela imensidão de praia maravilhosa em que, enquanto lá estive, de manhã estava maré baixa e depois, à tardinha, ficava alta. Todos aqueles barcos que embarcavam para uma longa e douradora viagem e aqueles que delas chegavam. Aquele sol que brilhava intensamente deixando cair sobre as pessoas um bronze e por vezes até um “escaldão” juntamente com a brisa do mar. Já de noite, tudo mudava, o calor do sol tornara-se o frio da noite (ficando um tempo estável), o reflexo da lua que pairava sobre o mar. E não ficava por aqui, havia sempre animações, tais como: concertos; pessoas a fazer de estátua (fazendo-o para ganhar algum dinheiro; jovens dando espectáculos de acrobacia…Havia também pessoas a vender artigos (bonecos, balões, algodão doce, pipocas…); pessoas que faziam pulseiras, caricaturas, pintura…
Assim passei parte das minhas férias.

Tânia Marques, 8ºB

Reportagem de férias

A aventura na Ponte de Sôr

A minha aventura começou logo no princípio das férias, quando a minha madrinha me perguntou se eu queria ir para a casa dela (Ponte de Sôr), e eu aceitei. Passados cerca de três dias, a minha mãe foi-me levar a Ponte de Sôr.
Quando cheguei lá, não conhecia ninguém, mas como o meu irmão e a minha prima estão lá a estudar, depressa me habituei. Comecei a ver e a conhecer sítios onde nunca tinha estado. Vi que esta terra, por ser uma cidade, é muito diferente da minha aldeia porque tem prédios grandes, um estádio, várias escolas, uma piscina pública, skatepark, bem tudo muito diferente!
Mas onde eu gostei de estar mesmo foi na piscina pública, porque lá conheci muitas pessoas e me diverti muito.
Eu gostei muito da minha aventura na Ponte de Sôr!

João Silvestre 8ºB

Reportagem de férias

Descobrir a Praia de Olhos de Água

Durante as minhas férias, eu fui para o Algarve, para Olhos de Água. Acho que foi muito bom, porque na praia descobri imensas coisas, tais como que quando a maré estava baixa se podia passar de uma praia para outra. Mas o que mais me impressionou foi ver à noite a quantidade de barcos que andavam no mar.
Estar na praia, ali no Algarve, foi uma grande aventura: apanhar banhos de sol, brincar na areia molhada, foi tudo muito bom e gostava de repetir a experiência. Mas, por outro lado, percebi que podemos estar muito longe, até do outro lado do mundo, mas que a nossa casa é sempre o melhor.
Esta foi a primeira vez que fui ao Algarve, mas espero que não seja a última.

Patricia Esteves 8ºB