Receitas do 12º C

 

INGREDIENTES

 

150 g de  Chocolate NESTLÉ CLASSIC® ao Leite
meia xícara (chá) de manteiga
3 ovos
2 gemas
meia xícara (chá) de açúcar
1 xícara (chá) de farinha de trigo peneirada
8 bolas de Sorvete de Creme NESTLÉ® 2 L

MODO DE PREPARAÇÃO

1-Num recipiente refratário, derreta em banho-maria o Chocolate NESTLÉ CLASSIC e a manteiga.
2-Noutro recipiente, bata os ovos, as gemas e o açúcar até formar uma massa cremosa.
3-Adicione a mistura de Chocolate derretido e mexa bem.
4-Acrescente a farinha de trigo aos poucos e mexa delicadamente, até incorporar tudo.
5-Unte com manteiga e polvilhe com farinha de trigo 8 forminhas pequenas (10 cm de diâmetro) e distribua a massa entre elas.
6-Leve ao forno médio-alto (200°C), pré-aquecido, por cerca de 10 minutos. Desenforme ainda quente sobre pratinhos individuais e sirva a seguir, acompanhado de uma bola de Sorvete de Creme Gourmet.

DICAS:
– O forno deve estar bem quente no momento em que for colocar os bolinhos, para que fiquem cremosos por dentro e firmes por fora.
– Ao tirá-los do forno, o centro ainda deverá estar mole.

INGRÉDIENTS

150 g de lait au chocolat NESTLÉ CLASSIC®
une demi-tasse de beurre
3 œufs
2 gemmes
une demi-tasse de thé
1 tasse de farine tamisée
8 boules de crème glacée NESTLÉ® Cream 2 L

PREPARATION

1-Dans un récipient réfractaire, faire fondre le chocolat et le beurre NESTLÉ CLASSIC au bain-marie.
2-Dans un autre récipient, battre les œufs, les jaunes et le sucre jusqu’à la consistance crémeuse.
3- Ajouter le mélange de chocolat fondu et bien mélanger.
4-Ajouter la farine lentement et remuer doucement jusqu’à incorporation.
5-Mettre avec du beurre et saupoudrer de farine 8 petites casseroles (10 cm de diamètre) et répartir la pâte entre elles.
6- Cuire le four préchauffé à température moyenne-élevée (200 ° C) pendant environ 10 minutes. Démouler encore chaud dans des assiettes individuelles et servir ensuite, accompagné d’une boule de crème glacée Gourmet Cream.

CONSEILS:

– Le four doit être très chaud au moment où vous mettez les biscuits pour qu’ils soient crémeux à l’intérieur et fermes à l’extérieur. –
Lorsque vous les retirez du four, le centre doit toujours être mou.

Bebiana Farias e Fátima Bento, 12ºC

VIAGEM A FRANÇA/PROJETO ETWINNING

A aprendizagem de um idioma é uma preciosa ferramenta, uma ponte que permite atravessar fronteiras rumo à descoberta de outros povos e culturas, uma chave que abre a porta do conhecimento e do sucesso…
No presente ano letivo, os alunos de Francês do 3º Ciclo e Curso Profissional de Cozinha e Pastelaria – 11ºB – vão ter a oportunidade de participar num projeto inovador que promove uma inovadora e profícua interação entre escolas nacionais e internacionais: o Etwinning. O seu nome é “Atravessar fronteiras, alargar horizontes!”
Esta iniciativa nasceu do desejo de realizar uma viagem a França, promovendo, deste modo, a prática, o gosto pela descoberta da língua francesa e o conhecimento de novas culturas.
Para além da partilha de experiências, pesquisas e conhecimentos, o principal objetivo deste projeto é alargar horizontes, num ambiente comunicativo que, decerto, promoverá, de forma divertida e criativa, o desenvolvimento de competências no domínio da língua e cultura francesas, através de um trabalho colaborativo em intercâmbio com jovens de outros estabelecimentos escolares, nacionais e estrangeiros. De momento, o projeto irá desenvolver-se em parceria com a Escola Secundária Manuel Fernandes de Abrantes e também com alunos de Francês, Língua Estrangeira, de uma escola de Itália.
Esta iniciativa nasceu do desejo manifestado pelos nossos alunos de realizar mais uma viagem a França. Deste modo, embarcaremos, em conjunto com outras escolas, numa viagem real e/ou virtual com destino a Paris, “la Ville Lumière”, entre outras divertidas paragens.
Se o entusiasmo é grande, o resultado será, certamente, inesquecível!

As professoras: Clara Neves e Ana Gameiro

“La Toussaint”, a festa de todos os santos

No dia 1 de novembro, comemora-se em França La Toussaint  – o dia de todos os santos, também festejado no nosso país. Tanto em Portugal, como em França, é hábito prestar homenagem aos entes queridos que já partiram, pelo que os cemitérios se enchem de gente e de flores. 

Na nossa escola,  esta data foi assinalada com uma bonita exposição alusiva às suas tradições, com diversos trabalhos elaborados pelos alunos que estudam Francês. Eis mais algumas curiosidades sobre esta festa:

  • Nesta altura do ano, em que o outono já pinta de tons dourados a natureza e o primeiro frio se faz sentir, os alunos franceses podem gozar as suas primeiras férias escolares, durante um período de 15 dias.
  • Em Portugal, as crianças pedem bolinhos de porta em porta, no dia 1 de novembro, e deliciam-se com variadas e saborosas broas. E em França existe algum doce típico desta época? Os alunos de Francês foram pesquisar e descobriram que sim. Entre várias iguarias, destacam-se as deliciosas “niflettes“, um bolinho redondo feito à base de frutos secos, entre os quais as amêndoas e os pinhões.Por fim, aqui ficam alguns provérbios franceses alusivos a esta quadra:

             “Vent de Toussaint, terreur du marin.”

( Vento de “Toussaint”, o terror do marinheiro.)

           ” S’il fait du soleil à la Toussaint, l’hiver sera précoce”

( Se estiver sol no dia de “la Toussaint”, o inverno será precoce.)

À bientôt!

Professora: Clara Neves

 

 

 

 

 

 

VII CONCURSO DE POSTAIS DE NATAL – FRANCÊS


novo-apresentacao-do-microsoft-powerpoint

À semelhança dos anos letivos anteriores, os alunos de Francês do 3º Ciclo colocaram à prova a sua arte e criatividade, elaborando postais de Natal, nos quais registaram em francês mensagens de boas festas. Desta feita, foram galardoadas com o primeiro prémio, as seguintes alunas:
7ºAno – Beatriz Matos (7ºA)
8ºAno – Daniela Lourenço (8ºA)
9ºAno – Mª João D. Louro (9ºA)
Todos os postais se encontram expostos na Biblioteca da escola.
Para as vencedoras do concurso e para todos os participantes, votos de um feliz Natal e excelente Ano Novo!

As professoras de Francês,

Clara Neves

Ana Gameiro

Joaquina Esteves

Anabela Ferreira

LA TOUSSAINT À L’ÉCOLE

Este slideshow necessita de JavaScript.

Como já vem sendo tradição na nossa escola, o Clube de Francês comemorou La Toussaint (Dia de todos os Santos) com uma exposição alusiva à data.

          Este ano, os alunos foram convidados a refletir em pequenas, mas grandes ações de todos os dias que nos podem tornar semelhantes aos Santos que veneramos, respondendo à questão – Que faut-il faire pour être Saint? (O que é preciso fazer para ser Santo?)

          As respostas, devidamente ilustradas, chegaram em pequenos e coloridos cartazes elaborados pelos alunos nas aulas de Francês, eis alguns exemplos:

          – Être solidaire, sage, honnête, poli… (ser solidário, bem-educado, honesto, afável)

Aimer et respecter son prochain… (amar e respeitar o próximo)

Respecter les parents et les professeurs…  (respeitar os pais e os professores)

Ne pas mentir… (não mentir)

Aider les pauvres et les plus démunis… (ajudar os pobres e os mais necessitados)

Étudier pour avoir un meilleur avenir… (estudar para ter um melhor futuro)

Refuser toute forme de racisme… (recusar toda a forma de racismo)

         Estas e outras respostas, bem enquadradas entre o castanho dourado de múltiplas folhas outonais, imagens de santos, provérbios e desenhos elaborados por alunos, puderam ser lidas durante duas semanas no átrio do pavilhão B. Os deliciosos crepes também marcaram a sua presença no dia 27 de outubro, contribuindo para intensificar o clima aconchegante que pretendemos recriar nesta quadra festiva, com o seu doce aroma.

         Foi uma atividade bastante motivadora que, para além de ter permitido relembrar, descobrir e aplicar vocabulário e diferentes estruturas linguísticas da língua em estudo, também proporcionou momentos de maior descontração nas aulas.  Nela participaram não só os alunos do 3º Ciclo, como também os alunos do Curso Profissional de Turismo, 10ºC, no âmbito da disciplina de Comunicar em Francês.

           No dia 1 de novembro, o Clube de Francês marcou novamente presença na Feira dos Santos de Mação, tendo sido vendidos diversos produtos regionais fornecidos pelos seus Encarregados de Educação, cuja receita angariada contribuirá para a realização de mais uma viagem a França já no presente ano letivo. Foi um dia bastante divertido que proporcionou o contacto direto com a comunidade local e um convívio mais próximo entre alunos e professoras.

           Ao longo do ano letivo, muitas outras atividades irão ser dinamizadas, no sentido de promover o gosto pela língua e cultura francesa, de forma lúdica e aprazível!

              Participa e diverte-te!

À bientôt!

Profª Clara Neves

Fotografia: Prof. José Gonçalves

CLUBE DE FRANCÊS – O REINÍCIO DAS ATIVIDADES

Este slideshow necessita de JavaScript.

À semelhança dos anos letivos anteriores, o Clube de Francês festejou novamente a quadra festiva La Toussaint (Dia de todos os Santos), também ela comemorada em Portugal no dia 1 de novembro, marcando, assim, o início de mais um ano recheado de atividades.

Desta feita, no final da semana que antecedeu esta festividade, esteve patente a toda a comunidade escolar, no átrio do Pavilhão B, uma exposição de trabalhos elaborados pelos alunos, em homenagem aos Santos e a outras pessoas que, através do seu testemunho de vida, se tornaram um exemplo de altruísmo, humanidade e santidade. Foram igualmente expostos diversos provérbios franceses alusivos à época. Esta foi uma atividade que muito entusiasmou todos os discentes participantes, tendo os mesmos pesquisado informações sobre Santos de nacionalidade francesa, padroeiros da sua localidade ou, ainda, sobre aqueles cujo nome era igual ao seu. Feitas as pesquisas, foi relembrado, descoberto e aplicado vocabulário e estruturas linguísticas para a elaboração, em francês, dos textos alusivos a cada Santo.

As turmas do 9º ano debruçaram-se ainda sobre as diferenças entre La Toussaint e outras tradições que ocorrem em datas muito próximas – Hallowen e La Fête des Morts – que, não sendo de origem francesa, são igualmente comemoradas em França e um pouco por toda a Europa, tendo os alunos de espanhol se juntado a nós, expondo trabalhos alusivos ao “Dia de los Muertos”.

Também a turma do 12ºB, no âmbito da disciplina Comunicar em Francês, redigiu em francês algumas receitas dos deliciosos bolinhos e broas que, em Portugal, se confecionam tradicionalmente, por esta altura.

No dia 1 de novembro, como já vem sendo tradição, o Clube de Francês marcou novamente presença na Feira dos Santos de Mação, tendo sido vendidos diversos produtos regionais fornecidos pelos seus Encarregados de Educação, cuja receita angariada contribuirá para a realização de mais uma viagem a França no próximo ano letivo. Foi um dia bastante divertido que proporcionou o contacto direto com a comunidade local e um convívio mais próximo entre alunos e professoras.

A comemoração de La Toussaint não teria o mesmo sabor sem os deliciosos crepes tão apreciados por todos. Deste modo, no dia 3 de novembro, toda a comunidade escolar se deliciou com esta iguaria confecionada na escola pelos alunos e professoras do Clube de Francês.

Ao longo do ano letivo, muitas outras atividades irão ser dinamizadas, no sentido de promover o gosto pela língua e cultura francesa, de forma lúdica e aprazível!

Participa e diverte-te!

À bientôt!

Clube de Francês – Profª Clara Neves

Enquête sur les réseaux sociaux

index

Comment séduire les jeunes en 2015?
Pour les séduire il faut les connaître…Un marketing de genre pour les jeunes ?
Les élèves de français de 11º année ont réalisé une enquête sur les réseaux sociaux de la 9º à la 12º année.
Internet atténue les clivages entre les garçons et les filles ?
• 86% des jeunes filles et garçons, entre 13 et 16 ans se connectent à Internet 24h par jour.
• 90% des 17-20 ans se connectent à Internet au moins trois fois par jour.

Leurs activités sont similaires sur le web ?
Pour les 13-16 ans : réseaux sociaux, vidéos, musique/radio, jeux et emails/chat. Pour les 17-20 ans, réseaux sociaux, emails, messagerie instantanée et films/séries TV.

Réseaux Sociaux
Plus de 90% des filles et des garçons entre 13 et 20 ans utilisent Facebook contre 8% pour Instagram pour les filles et 11% pour les garçons.

Équipements
Les jeunes sont aussi hyper équipés : 90% des filles et garçons entre 13 et 20 ans possèdent un smartphone ; 60% un ordinateur ; 7% une tablette.

Multitasking
Les jeunes sont assez touchés par le multitasking (le fait de pratiquer plusieurs activités en même temps, particulièrement plusieurs moyens de communication). Pour la tranche 13-20 ans : 50% des filles et 44% des garçons regardent télévision en même temps qu’ils surfent sur le web ; 30% des garçons et 18% des filles jouent à des jeux videos en utilisant Internet.
Toutefois, quand on les interroge sur leurs aspirations, quelques stéréotypes persistent : certains garçons ont pas pensé, d’autres veulent juste être en bonne santé. Quant aux filles, elles souhaitent aider les autres et être riches.

Andreia Baço, Carolina Pereira et Sílvia Martins,
11ºA – Classe de Français

Protection des données personnelles

tecnologia.culturamix.com
tecnologia.culturamix.com

Aujourd’hui il y a une énorme influence des réseaux sociaux dans la vie quotidienne du XXIème siècle.

Tout le monde a des informations dans les réseaux sociaux, à cause de cela il y a beaucoup d’attentes à la vie privée.

Parfois, un jeune a 700 meilleurs amis et partage avec eux des renseignements personnels et trouve que cela est un secret !…Ce jeune oublie que tous ces gens peuvent regarder ce qu’elle publie sur les réseaux sociaux et que les amis de ses amis aussi…Il pense qu’il protège sa vie privée, mais il ne la protège pas.

Pour conclure, nous devons protéger nos vies privées parce qu’elles sont très importantes.

 

 

Andreia Baço, Carolina Pereira et Sílvia Martins,

11º A

 

Nature, technologies, éthiques

polui_aoNous pouvons considérer la nature tout ce qui constitue la planète, mais qui n’a pas été crée par l’homme, tels que la terre, l’eau, l’air, les plantes, les animaux, etc. Au long des années les problèmes sont de plus en plus quand il s´agit de la pollution et de la conservation de la nature. Aujourd’hui, les rues sont beaucoup polluées et plus de gens sont moins préoccupés à cause de cela et avec les conséquences possibles que la pollution peut avoir. Les progrès technologiques sont un apport de liberté pour les hommes, leurs permettant de dominer la nature pour vivre plus facilement, mais les progrès technologiques et scientifiques portent atteinte à l’humanité et ils violent de nombreuses valeurs morales et éthiques, que nous ne sommes même pas encore en mesure de définir. Par exemple, de nombreuse usines ne changent pas le filtres dans leurs foyers parce qu’il est moins cher de payer l’amende. Les personnes de cette usine ne pensent pas aux conséquences que cet acte fait à la nature, mais seulement aux aspects positifs comme améliorer les économies des usines. La technologie développe beaucoup notre monde et est, sans doute, une des meilleures choses qui sont apparues dans notre vie, mais aussi apporte quelques conséquences. L’éthique nous dit de ne pas polluer, parce qu’il est mauvais, mais l’économie nous dit le contraire. Par exemple, pour nettoyer une citerne, c’est trop cher et, dans la plupart des cas, l’entrepreneur choisit la solution plus facile et finalement rejette les déchets à la mer. Les technologies se sont manifestées comme quelque chose de très positif, en étant qu´aujourd´hui sans elles nous étions incapables de vivre. Néanmoins, ni tout est positif, la technologie a produit un des points le plus haut de la pollution. Leurs avances, leurs recherches pour la perfectionner ont laissé la planète «à bout de force ». Un autre exemple est le fait des sociétés qui de plus en plus polluent, en lâchant des gaz qui peuvent influencer la vie quotidienne des personnes, en n’ayant pas toute préoccupation avec la société, en étant seul sa préoccupation l´argent. Finalement, nous trouvons que les gouvernements devaient être plus alerte avec ce problème et imposer des mesures aux sociétés pour lesquelles ce problème traîne de plus en plus de dommages. Pour conclure, les gens devraient être plus conscients de leurs actions et réfléchir deux fois avant de nuire l’environnement. La nature est vulnérable et épuisable.

Andreia Baço, Carolina Pereira et Sílvia Martins – 11ºA Français

Visita a França – Memórias de uma viagem de Sonho

Este slideshow necessita de JavaScript.

Dia 26 de março… 14h30… primeira semana das férias da Páscoa…
Em frente da escola, um numeroso grupo de alunos, acompanhados pelos pais, aguardava ansiosamente a chegada do autocarro e, com ele, a concretização de um grande sonho: a visita de estudo a França!
Finalmente, o tão desejado momento chegara. Feitas as despedidas, o Sr. Diretor do Agrupamento desejou a todos uma ótima viagem e deixou algumas recomendações, não deixando de felicitar o esforço e espírito de iniciativa dos professores acompanhantes pela excelente oportunidade que se propuseram oferecer aos alunos.
Partimos à hora prevista: 15h30. O ambiente era de festa. Durante a viagem, ouvimos música francesa, visionámos alguns vídeos dos locais a visitar, assim como filmes franceses, sempre num clima de grande entusiasmo!
A cidade de Poitiers recebeu-nos às 9 horas do dia 27, após 18 horas de gargalhadas, diversão, mas também de muito cansaço e de uma noite mal dormida. Contudo, tal não nos impediu de aproveitar ao máximo as diversões do fantástico parque Futuroscope.
Depois de uma noite repousante, partimos, no dia seguinte, pelas oito da manhã, rumo a Paris. Quando, ainda ao longe, avistámos a Torre Eiffel, os nossos corações explodiram de emoção! Após uma breve visita panorâmica à cidade das luzes, do amor e da moda, fomos repor energias, almoçando no restaurante Self Rivoli. De estômago aconchegado, pudemos, durante a tarde, percorrer a pé a maravilhosa capital de França!
Visitámos vários monumentos ilustres, entre eles, a Ópera Garnier, a Basílica de Sainte Madeleine, a Catedral Notre Dame e o Palácio dos Inválidos. Também tivemos a oportunidade de conhecer a Praça da Bastilha, a Praça da Concórdia e o Centro Georges Pompidou. À noite, depois do jantar, tivemos a oportunidade de fazer um passeio panorâmico pela cidade, vislumbrando a beleza noturna da deslumbrante cidade de Paris.
No dia 29 de março, o grupo madrugou a fim de visitar o célebre Palácio de Versaillles, habitação de serviço de vários reis, entre eles, o ilustre Rei Sol, Luís XIV. O palácio continha grandes salões, jardins e esplendorosas galerias decoradas com pinturas e esculturas admiráveis.
Depois de um almoço no McDonald’s (o nosso almoço preferido), regressámos a Paris para conhecer de perto a tão famosa Torre Eiffel. Após uns breves minutos de espera, subimos ao segundo piso e… ficámos sem palavras! Dali vimos grande parte da grandiosa cidade parisiense, tirámos belíssimas fotos paisagísticas e pessoais, comprámos algumas lembranças para oferecer à família e amigos e enchemos os pulmões de ar fresco! De seguida, após uma visita ao Arco do Triunfo, percorremos a pé os Campos Elísios e, como não podia deixar de ser, entrámos na loja do Paris Saint Germain, onde, quem quis, comprou alguns souvenirs. Chagada a hora do jantar, dirigimo-nos ao restaurante Flunch Beaubourg, local repleto de vários grupos de alunos e professores portugueses. É sinal para dizer que em qualquer lugar do mundo há sempre um português aventureiro e curioso por conhecer novas culturas.
Para terminar a noite em grande, realizámos um belo passeio num Bateau Mouche ao longo do rio Sena. A paisagem, uma vez mais, encheu-nos o coração e a alma! Passear ao longo das margens do Sena é algo indescritível!
No dia 30, pequenos e graúdos estavam ansiosos: era o dia de conhecer o Louvre. Ao longo do percurso, conversámos, rimos, ouvimos música enquanto nos deleitávamos com a agitação e cor da cidade, ruas e edifícios parisienses. Já junto ao Louvre, alunos e professores aproveitaram para tirar fotos de grupo para mais tarde recordar esta grandiosa aventura por terras de Napoleão! Embora não tenhamos tido a oportunidade para entrar no museu propriamente dito, valeu a pena ver toda a paisagem circundante, ficando com uma ideia da grandeza e importância deste famoso local turístico.
À tarde, visitámos Pigale e o famoso Moulin Rouge, Montarmtre, a Place du Tertre e a Basílica do Sacré-Coeur. E prestes a deixar Paris, aproveitámos não só para comprar pequenos souvenirs como também para provar algumas das iguarias gastronómicas francesas, tais como os crepes, os macarrons e os refrescantes gelados.
No dia 31, o mais desejado de todos, rumámos ao mundo mágico da Disneyland de Paris, onde tivemos a oportunidade de vivenciar o mais belo sonho das nossas vidas! Ao longo do dia, a diversão e as emoções fortes foram uma constante:” viajámos” em diversas diversões espetaculares, assistimos a belíssimos desfiles cheios de brilho e fascínio, ouvimos música saída de vários filmes produzidos pela Walt Disney, almoçámos e jantámos em restaurantes decorados a rigor, enfim… percorremos a pé todo o parque que nos “transportou” para um mundo cheio de magia, encanto, sonho, luz e cor! E a noite chegou e trazendo pela mão um belíssimo e colorido espetáculo carregado de tons vivos e vibrantes, que nos fizeram recuar no tempo e recordar, com saudade, a nossa infância. Este foi, sem dúvida, o dia que mais nos marcou pela sumptuosidade do local e das gentes!
23h30. Era hora de rumar a casa, ao nosso mundo real! Instalados no autocarro que nos levou, fechámos os olhos, revivendo ao longo da noite o mais belo sonho que realizámos.
Depois de pequenas paragens para esticar as pernas e de uma pausa mais longa para almoçar, já em Espanha, entrámos em Portugal, a nossa pátria mãe! Às 19h30, entrávamos em Mação! Ao avistarmos os nossos familiares, que nos esperavam no mesmo local em que deles nos despedimos, junto ao portão da escola, depressa esquecemos o cansaço da viagem que, apesar de longa, foi divertida. A saudade já apertava e a ansiedade de entrarmos em nossa casa fazia-se sentir. Só queríamos abraçar quem faz parte intrínseca de nós para, depois, respirando o aroma do nosso lar doce lar, lhes contarmos, petit à petit, a aventura empolgante que, ao longo de sete dias, vivemos na primeira pessoa!
A vontade de repetir é já uma certeza!

Professoras Ana Gameiro, Clara Neves e alunos do Clube de Francês