Exposição de pintura de Luís Athouguia

cartaz

Temos o prazer de informar que, de 5 a 28 de novembro, estará presente uma importante exposição de pintura de Luís Athouguia, no Centro Cultural Elvino Pereira, em Mação.

NOTA CRÍTICA SOBRE A OBRA:​

Diagramas de fenómenos desconhecidos, as formas do vocabulário athouguiano organizam-se como crisálidas de um metamorfismo encantatório, de um oráculo revelador, de um rito impenetrável.

A pintura de Luís Athouguia é lugar de visões oníricas, lugar de muitos cerimoniais, lugar iconográfico das abstracções das formas e dos conteúdos. Nela convergem alegorias, sugestões e alusões a uma escrita que se escreve por figurações no corpo do texto abstracto, no qual nos atrevemos a identificar (ou só entrever) pássaros, peixes, rostos ou máscaras deles, emblemas, signos, perífrases e paráfrases, silêncios marinhos, meias-luas, eflorescências e cristalizações orgânicas, um olho alado, um olho escorpião, um olho dinossauro, um olho alga…

…a obra de Luís Athouguia surpreende e anima, na unidade da força que habita nas suas cores, a necessária sobriedade das suas composições em que a pintura assume toda a sua razão de ser de uma profunda poesia num acto criador contemporâneo.

Pintura despojada, sintética e envolvente. E cada vez mais pintura. PINTURA SÓ.

Para aceder a mais informações:

Press MAÇÃO

Enquête sur les réseaux sociaux

index

Comment séduire les jeunes en 2015?
Pour les séduire il faut les connaître…Un marketing de genre pour les jeunes ?
Les élèves de français de 11º année ont réalisé une enquête sur les réseaux sociaux de la 9º à la 12º année.
Internet atténue les clivages entre les garçons et les filles ?
• 86% des jeunes filles et garçons, entre 13 et 16 ans se connectent à Internet 24h par jour.
• 90% des 17-20 ans se connectent à Internet au moins trois fois par jour.

Leurs activités sont similaires sur le web ?
Pour les 13-16 ans : réseaux sociaux, vidéos, musique/radio, jeux et emails/chat. Pour les 17-20 ans, réseaux sociaux, emails, messagerie instantanée et films/séries TV.

Réseaux Sociaux
Plus de 90% des filles et des garçons entre 13 et 20 ans utilisent Facebook contre 8% pour Instagram pour les filles et 11% pour les garçons.

Équipements
Les jeunes sont aussi hyper équipés : 90% des filles et garçons entre 13 et 20 ans possèdent un smartphone ; 60% un ordinateur ; 7% une tablette.

Multitasking
Les jeunes sont assez touchés par le multitasking (le fait de pratiquer plusieurs activités en même temps, particulièrement plusieurs moyens de communication). Pour la tranche 13-20 ans : 50% des filles et 44% des garçons regardent télévision en même temps qu’ils surfent sur le web ; 30% des garçons et 18% des filles jouent à des jeux videos en utilisant Internet.
Toutefois, quand on les interroge sur leurs aspirations, quelques stéréotypes persistent : certains garçons ont pas pensé, d’autres veulent juste être en bonne santé. Quant aux filles, elles souhaitent aider les autres et être riches.

Andreia Baço, Carolina Pereira et Sílvia Martins,
11ºA – Classe de Français

O descobrir da Literatura Portuguesa

La Batalla por Pedro Caldeira Cabral - SALTARELLO
La Batalla por Pedro Caldeira Cabral – SALTARELLO

Um dia cheguei à minha escola já atrasado.
Escutei pelo corredor uma música muito estranha, antiga e intrigante…parecia ter origem árabe, sons diferentes e longínquos misturados….
Perguntei a várias pessoas, mas ninguém sabia que melodia era aquela … Eu estava curioso, queria descobrir que música estranha e antiga era aquela que tocava.
Por fim, dirigindo-me para a minha sala de aula, consegui descobrir: era uma cantiga originária da Idade Média La Batalla por Pedro Caldeira Cabral – SALTARELLO
e tudo se passava na minha aula de Literatura Portuguesa!…
Aqui fica o endereço: http://youtu.be/OCnY8xTPu4Y
Experimenta!
Era algo estranho, mas diferente e fiquei interessado em saber mais.

David Alexandre 10º B

Communicating across the world vs A Comunicação no mundo

imagesCommunicating across the globe

 English has evolved naturally as a global language over time, despite attempts to create artificial languages such as Esperanto, as global auxiliary languages.

 Today, English is widespread largely due to the fact that it is used so heavily in television, film and music. Hollywood’s global spread has played a major role in the international popularity of English. It is also the predominant language on the Internet. The British Empire and the dominant nature of American popular culture have contributed overall to the spread of English across the planet.

 There are still significant language barriers between people of different countries. If more people learn English, and come to speak it fluently, these barriers could be broken down. For instance, a person in the Netherlands would not need to learn Chinese in order to communicate with a Chinese friend. Instead, he could use English as a neutral language. Then, if he wished to learn Chinese for his own purposes, he could do so at his leisure.

 While English can be difficult to learn for some people, learning it can be very rewarding. Knowledge of English makes it possible for natives of non-English speaking countries to enjoy English-language film, television. English makes communication with people of other countries and cultures possible. Actually, English has become the natural medium of global communication – this version of English is sometimes called “Globish”.

 Another thing in favour of English is the relative simplicity of conjugation of verbs. Every language has its conjugation nightmare, especially for the irregular verbs. However, English dispenses with complex arrangements for tenses in favour of a simpler auxiliary verb conjugation.

 Perhaps the existence of English as a global language of commerce is a byproduct of imperialism. It’s very likely that it is. Nevertheless, English has become an international language which bridges cultures and language barriers. Hopefully, someday English will eliminate all communication boundaries worldwide.

Jennifer C.

http://voices.yahoo.com/how-english-become-global-language-382880.html?cat=37 (abridged)

The text is written in American English

 

 A comunicação no mundo

 O Inglês evoluiu naturalmente como língua global ao longo do tempo, apesar das tentativas de criar uma língua artificial como o Esperanto, como língua auxiliar global.

 Hoje em dia, o Inglês é difundido devido ao facto de ser muito utilizado na televisão, nos filmes e na música. Hollywood cresceu a desempenhar um papel importante na popularidade internacional do Inglês. O Inglês é também um idioma predominante na Internet. O império britânico e a natureza dominante da cultura popular Americana têm contribuído para a propagação do Inglês em todo o planeta.

  Ainda existem barreiras significativas entre pessoas de diferentes países. Se mais pessoas aprenderem a falar fluentemente Inglês, essas barreiras podem ser quebradas. Por exemplo, um Holandês não tem de aprender a falar Chinês para comunicar com um amigo Chinês. Em vez disso, pode usar o Inglês como uma língua neutra. Mais tarde, se desejar aprender Chinês de livre vontade, pode fazê-lo de forma lúdica.

   Apesar do Inglês poder ser difícil de aprender para algumas pessoas, pode ser muito vantajoso. O conhecimento do Inglês faz com que seja possível para os nativos de países que não falam Inglês  desfrutar de filmes, da televisão, das revistas, das novelas, entre outras coisas em língua Inglesa, sem precisar de qualquer tradução. O Inglês faz com que a comunicação com pessoas de outros países e de outras culturas seja possível. Na verdade, o Inglês tornou-se o meio natural de comunicação global – esta versão do Inglês é  por vezes chamada de “Globish”.

   Outro aspeto que favorece o Inglês é a relativa simplicidade da conjugação dos verbos. Todas as línguas veem nas conjugações dos verbos um pesadelo, especialmente as dos verbos irregulares. Contudo, o Inglês dispensa estes arranjos complexos com uma simples conjugação de verbos auxiliares.

   Talvez a existência do Inglês como língua global do comércio seja um subproduto do imperialismo. É muito provável que assim seja. Não obstante, o Inglês tornou-se uma língua que liga culturas e que quebra barreiras linguísticas. Felizmente, um dia o Inglês irá eliminar todas as barreiras da comunicação em todo o mundo.

 Translation done by:

Ana Heitor and Mariana Rosa  10° B

La Publicité

portaldoprofessor.mec.gov.br
portaldoprofessor.mec.gov.br

Jeunes sous influences

La publicité est partout : dans le rue, dans la télévision, à la radio, au cinéma…La publicité est extrêmement diversifiée et attirante, elle a gagné une immense importance ces dernières années. Elle inclut tous les publics et tous les produits. Personne ne lui est pas indifférent.

Par exemple, nous nous sentons séduites par la publicité, c’est impossible n’être pas attirées par les slogans appellatifs ou par une image jolie qui nous fait rêver.

Habituellement, nous le jeunes, nous sommes très impulsifs. Nous avons l’habit d’agir sans réfléchir, donc, la plupart du temps, nous finissons à acheter des choses dont nous n’avons pas besoin.

Nous essayions d’être rationnelles dans nos dépenses, mais parfois nous finissons à dépenser dans des produits superflus dont nous n’avons  pas besoin, surtout les vêtements qu’on achète en très grande quantité et dont nous avons en excès.

Quand on est ados ou jeunes, regarder les autres est très important, parce que, si un ami a un vêtement  de marque et nous n’avons pas un, on se sent inférieur.

Pour terminer, nous pensons que la publicité est importante pour divulguer et pour informer sur les produits, les services, les associations, les activités, mais elle peut être négative, si on la suit sans penser.

Andreia Baço, Carolina Pereira et Sílvia Martins

 – 11º A (Français)

Jogadores do Benfica oferecem autógrafos a aluna do nosso Agrupamento

Autografos Benfica
A aluna Célia Raimundo (9ºA) foi prendada com os Autógrafos de alguns jogadores de futebol do Benfica!
Aqui está a prova, onde se podem identificar os Autógrafos dos seguintes jogadores:
  • Ola John – Avançado (Holandês)
  • Jonas – Avançado (Brasileiro)
  • Artur – Guarda-redes (Brasileiro)
  • Tiago / Bebé – Médio (Português)
  • César – Defesa (Brasileiro)
  • Victor Nilsson-Lindelof – Defesa (Sueco)
O professor: Sebastião Pimenta

Leituras livres…

Este slideshow necessita de JavaScript.

A massificação da utilização dos computadores pessoais, tablets e smartphones é um fenómeno que tem possibilitado o acesso livre e gratuito à informação e à cultura como nunca antes tinha acontecido.

O livro, enquanto meio de transmissão de conhecimento, cultura e como forma de recreação, é um elemento marcante das sociedades modernas, sendo inquestionável a sua relevância para a evolução da humanidade.

Da união entre o mundo da tecnologia e a tradição da escrita sob a forma de livro nasceu o ebook, em 1940, segundo uns, em 1971, segundo outros, pela mão de Michael Hart, fundador do Projeto Gutenberg, o mais antigo produtor de livros electrónicos do mundo.   Esta segunda data é mais consensualmente aceite como sendo a data de nascimento deste tipo de media.

Hoje podes encontrar, facilmente, milhares de ebooks gratuitos (e legais) na Internet. Para tirares partido dessas enormes bibliotecas disponíveis on-line, podes usar um organizador de bibliotecas como o Calibre (disponível para Linux, OS X e Windows) ou o FBReader, entre muitos outros, para Android. Com estes programas poderás navegar por estas bibliotecas e fazer o download dos livros que mais gostas. Podes encontrar mais informação sobre como ler estes livros aqui.

Se quiseres pesquisar diretamente em algumas das maiores bibliotecas digitais da Internet, segue os links que se seguem:

Project Gutenberg

Free-eBooks

Feedbooks

Biblioteca Digital Camões

Ler eBooks – 50 sites com ebooks gratuitos

Texto: professor João Pinheiro

Fotos: capturas de ecrã dos respetivos sites

Baile de Inverno

Este slideshow necessita de JavaScript.

Turma 12B – Curso Profissional de Técnico de Marketing

No dia 21 de Dezembro de 2013 realizou-se no refeitório da Escola Básica 2,3/Secundaria de Mação um evento inovador e atrativo para todo o meio envolvente.

A escolha da actividade “Baile de Inverno” surgiu como proposta de trabalho de acordo com os objectivos e conteúdos programáticos da disciplina de Comunicação.

Foram elaborados, ao longo das aulas, vários cartazes e uma plataforma online, utilizando o software Photoshop…  para que fosse possível a divulgação do evento. Juntando o útil ao agradável não só realizamos as tarefas propostas como alcançamos o objectivo de obter meios financeiros para a nossa viagem de Finalistas, que se irá realizar nas interrupções letivas em Marina D’Or – Espanha.

Onde iremos ter oportunidade de falar um pouco demonstrando os conhecimentos adquiridos na disciplina de espanhol, iniciação e continuação.

Uma noite bem passada onde tudo correu como prevíamos e com muita animação com vários Dj’s do nosso concelho, o fato a rigor e o respetivo par deu um toque especial e diferente à festa onde se criou um grande ambiente.

Foram realizados inúmeros contactos com varias empresas/entidades, onde aplicamos conhecimentos no âmbito da disciplina de Gestão Empresarial, a saber:  documentação oficial: autorizações e licenças.

Agradecemos a todos as pessoas/entidades, que de forma direta ou indirecta fizeram com que este evento fosse possível de realizar.

Trabalho realizado por:

Miguel Lourenço

Supervisão pedagógica e científica: professor Pedro Lopes

Meios de comunicação

Fonte: daquepensar.com
Fonte: daquepensar.com

 

 

O telemóvel

            Dos tempos antigos à atualidade temos superado as expectativas em muita coisa. Temos evoluído bastante em relação aos telemóveis.

            Há tempos atrás não existiam telemóveis e uma das formas de comunicar era através das cartas.

            Com o tempo inventaram o primeiro telemóvel que era muito incompleto e apenas só dava para fazer chamadas. Agora há telemóveis que dão para fazer coisas que só um computador poderia fazer.

            Uma das vantagens é que é muito mais fácil e eficaz de comunicar com o “mundo” e uma das desvantagens é que há pessoas que compram telemóveis com o ordenado de um mês. Na minha opinião, isso é um exagero, e também considero que devemos de gerir o nosso dinheiro de uma forma organizada.

            Para concluir, posso afirmar, contudo, que os telemóveis hoje em dia são muito utilizados e práticos, e porque não ter um?

 

Marta Mousaco, 11ºA

Frases para refletir…

Alegria– O bom humor espalha mais felicidade que todas as riquezas do mundo. Vem do hábito de olhar para as coisas com esperança e de esperar o melhor e não o pior. (Alfred Montapert)

Audácia – Alguns homens veem as coisas como são, e dizem: “Porquê?” Eu sonho com as coisas que nunca foram e digo: “Porque não?” (George Bernard Shaw)

Bem– Os bons pensamentos produzem bons frutos, os maus pensamentos produzem maus frutos… e o homem é seu próprio jardineiro. (James Allen)

Convívio – Estamos todos num mesmo barco, em mar tempestuoso, e devemos uns aos outros uma terrível lealdade. (G.K.Chesterton)

Crítica – A coisa mais difícil do mundo é conhecermo-nos a nós mesmos e o mais fácil é falar mal dos outros. (Tales de Mileto)

Deus – Na realidade, todas as coisas, todos os acontecimentos, para quem os sabe ler com profundidade, encerram uma mensagem que, em definitivo, remete para Deus. (João Paulo II)

Esperança – A esperança adquire-se. Chega-se à esperança através da verdade, pagando o preço de repetidos esforços e de uma longa paciência. Para encontrar a esperança é necessário ir além do desespero. Quando chegamos ao fim da noite, encontramos a aurora. (Georges Bernanos)

Sofrimento– A dor possui um grande poder educativo: faz-nos melhores, mais misericordiosos, mais capazes de nos recolhermos em nós mesmos e persuade-nos de que esta vida não é um divertimento, mas um dever. (Cesare Cantú)

Vida – Os homens perdem a saúde para juntar dinheiro e depois perdem o dinheiro para a recuperar. Por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem o presente, de tal forma que acabam por nem viver no presente nem no futuro. Vivem como se nunca fossem morrer e morrem como se não tivessem vivido… (Confúcio)

Virtude – Admiro a terra, quero-a, sempre gostei dela. Sempre me senti feliz por estar vivo: apesar da guerra, das más notícias, não sou capaz de matar em mim a simples alegria de viver . (Julien Green)

                                                                                                                   Profª Ana Gameiro