Concurso “Trevos de São Patrício”

A 17 de Março comemora-se o Dia de São Patrício, uma tradição festiva, anual realizada desde 1997 na Irlanda em homenagem ao padroeiro irlandês, São Patrício. A festa é recheada de muita música, comidas, bebidas típicas e desfiles que acontecem em cidades como Dublin, Cork, Limerick e Galway. Tal como neste país, este dia traz também felicidade e euforia às ruas e casas de todo o mundo, e a nossa escola não foi exceção. Realizaram-se diversas atividades no Agrupamento de Escolas de Mação, entre elas um concurso de trevos onde muitos participaram e tiveram direito a um certificado e a algumas moedas de ouro, que na verdade eram de chocolate. Entre diversos trabalhos criativos e feitos pelos mais diversificados materiais, os premiados foram 11°A- Margarida Saramago – primeiro lugar; 6ºB – Clara Cardoso – segundo lugar e Lara Craveiro – terceiro lugar, alunas da escolas sede; a estas juntaram-se os colegas premiados das EB1 de Cardigos e de Mação.

Luís Delgado, 10ºA

Exposição de St. Patrick’s Day

No dia 17 de Março ocorreu, no Agrupamento de Escolas Verde Horizonte (E.B. 1 de Mação, E.B. 1 de Cardigos e E.B. 2,3/ Secundária de Mação), a celebração do dia de St. Patrick, com uma exposição e um concurso de trevos.

Nas aulas de inglês dos vários anos foi feito um trabalho prévio, com estudo do vocabulário, apresentação da história e cultura da Irlanda. Foi também pedido aos alunos que fossem criativos e fizessem trevos para expor e participar num concurso. No final, os professores e alunos decoraram os espaços com elementos associados a este dia.

Esta celebração aconteceu porque é importante aprender a língua e cultura de outros países. Além disso, ao fazer-se uma exposição, podemos mostrar os nossos trabalhos e convidar os colegas a escolher o que mais gostam. Contudo, nem sempre é possível levar todos os colegas a votar, pelo que alguns trevos a concurso foram selecionados pelas professoras de Inglês.

A atividade teve muita aceitação por parte dos alunos e os trabalhos expostos estavam cheios de originalidade. Foi visível a dedicação de todos. O dia foi diferente e tornou-se muito especial.

Salvador Garcia Carias, 4ºAno, MAC 5

Fotos da autoria do Agrupamento de Inglês

Dia Europeu das Línguas 2020 – Falar com mais de 60 línguas diferentes

Europa: tão pequena e tão grande!

O continente europeu conglomera cerca de 50 países, 27 dos quais fazem parte da União Europeia. Assim, na Europa são falados mais de 60 idiomas diferentes, entre línguas oficiais, regionais e dialetos do povo.

Com vista a promover o multilinguismo e incentivar os cidadãos europeus a aprender novas línguas, foi instituído, por iniciativa conjunta do Conselho da Europa e da Comissão Europeia, o Dia Europeu das Línguas (DEL), que se celebra, todos os anos, no dia 26 de setembro, e se comemorou pela primeira vez em 2001.

Deste modo, e como todos os cidadãos devem conhecer o mundo que os rodeia os alunos da escola pesquisaram as diversas línguas e expressões idiomáticas em português, espanhol, francês e inglês, com o objetivo de melhorar a sua cultura e aprendizagem.

Foi um desafio do Departamento de Línguas aos alunos do Agrupamento que fizeram pesquisas sobre expressões idiomáticas e a expressão “Olá! Fala comigo!” em várias línguas da Europa com o objetivo de dar a conhecer a pluralidade linguística deste continente. Aqui fica o resultado! Diverte-te a aprender!…

Texto e fotos de Anaísa Marques, 12ºA

Faróis

Os alunos da MAC 6 abraçaram mais um desafio lançado pelo professor José Sequeira. Desta vez, dedicaram-se à definição e posterior construção ou ilustração de faróis.

E que bonitas que ficaram as suas construções! Que talentosos pequenos-grandes artistas, não acham? Diria mesmo uns verdadeiros arquitetos! Outros fizeram desenhos. E que bonitos que ficaram também!
Apreciemos, pois, os fantásticos trabalhos destes “arquitetos” ou “ilustradores” de mão-cheia!

E o que é um farol?

Um farol é uma estrutura elevada, normalmente uma torre, equipada com um potente aparelho ótico, fontes de luz e espelhos refletores. A sua luz é visível a longas distâncias. Estão instalados junto ao mar, na costa ou em ilhas próximas, tendo como objetivo orientar os navios durante a noite.

Os faróis desempenharam um papel importante na cultura portuguesa e são, hoje, monumentos nacionais muito acarinhados, embora alguns já se encontrem muito degradados. Os faróis foram concebidos para avisar os navegadores que se estavam a aproximar da terra, ou de porções de terra que irrompiam pelo mar adentro.

Quando estudámos a costa portuguesa, os seus aspetos e a sua sinalização, o nosso professor desafiou-nos a construir ou a desenhar um farol.

Espero que tenham apreciado os nossos trabalhos, que foram feitos com muita dedicação!

 Alunos do 4º ano da MAC6 da Escola Básica de Mação

Professor: José Manuel Sequeira

Lendas

 

A Lenda de São Gens

Diz a lenda que há muitos anos atrás um grande incêndio queimou todos os pinheiros e vegetação da zona, à exceção de um determinado monte, onde o topo do monte continuou verdejante. Quando os aldeões se dirigiram ao local para verificar o acontecimento invulgar, encontraram uma imagem de São Gens, a quem atribuíram o milagre.
A imagem do santo foi levada para uma capela. Mas, no dia seguinte, tinha desaparecido tendo reaparecido no topo do monte, o processo repetiu-se no dia seguinte, mas o resultado foi o mesmo, desta forma os aldeões depressa perceberam que o santo queria permanecer no topo do monte e decidiram construir uma capela para lhe prestar homenagem.
No início da construção da capela o santo resolveu retribuir ao povo com um novo milagre e do meio do monte brotou água em abundância. Esta nova nascente corria pelos vales formando uma nova ribeira.
Não foi preciso muito tempo para que a água começasse a gerar conflito, de facto todas as povoações vizinhas queriam desviar o curso da ribeira de forma a serem abastecidas por esta água milagrosa. De forma a acabar com a confusão, São Gens realizou ainda um novo milagre. A água deixou de correr pelos vales, e apenas passou a aparecer na bacia da fonte, de onde desapareceria de imediato, quando transbordava. Durante o ano inteiro, a água continua a correr sem nunca sair da bacia da fonte. Esta água é apreciada pelas populações vizinhas. É-lhe atribuído o poder de dar apetite a quem dele tem falta.

Existe ainda, nos dias de hoje, uma romaria em honra de São Gens. Tradicionalmente era celebrada no dia 11 de janeiro, mas atualmente é festejada no sábado seguinte. Nesta romaria prova-se a água e também é costume benzer uns bolos secos semelhantes aos que se fazem no dia de todos os santos. Esta é a única altura do ano em que a capela pode ser visitada.

 

Lenda recolhida e adaptada por Inês Delgado, 7ºA

 

 

 

Reportagem

Web Summit

A nona edição da Web Summit ocorreu entre os dias 6 e 9 de novembro de 2017, em Lisboa. Contou com 150 empresas portuguesas, onde muitas destas tornaram a estar presentes neste que é um dos maiores eventos de tecnologia, inovação e empreendedorismo do mundo.

Os bilhetes de entrada rondaram de mil a vinte e cinco mil euros.

Uma das empresas destacadas foi a que apresentou um programa para diagnosticar doenças do cérebro, a partir de ressonâncias magnéticas, analisando as características das diferentes doenças que afetam o cérebro. Esta empresa procura identificar padrões para ajudar os médicos a traçar um diagnóstico mais preciso e precoce.

A vencedora do concurso pitch do Web Summit 2017 foi a francesa Lifeina, ao apresentar o “frigorífico mais pequeno do mundo” que conserva a medicação, bem como relembra o paciente de a tomar. Esta afirma que este produto não é só um frigorífico. É uma ferramenta para o coração e para a liberdade”.

 

 

Maria Beatriz, 10ºA

 

 

Reportagem

 

 

 

     LISBOA GAMES WEEK (LGW)

 

 

Lisboa Games Week (LGW) ocorreu entre os dias de 16 a 19 de novembro, em parceria com a Worten. Sendo o maior evento nacional de videojogos em que as pessoas se reunem para experimentar novos jogos, para criar amizades e conhecer os seus ídolos, este evento ocorreu em Lisboa no Parque das Nações/Feira Internacional de Lisboa – Pavilhões 3 e 4.

 

A comunidade de jogos está cada vez maior. Com a dependência das tecnologias, todos os dias existem novos membros fascinados com pessoas na internet, criando os seus ídolos. Por causa desse intenso crescimento, o evento antigamente ocupava só um pavilhão, este ano passou a ocupar dois pavilhões. O evento por sua vez abriu às 10 da manhã sendo que a partir das 8 já existia uma fila enorme de pessoas à espera para entrar.

O evento não requer nenhuma idade em concreto. Dentro deste existem várias categorias, a parte dos Cosplays, em que as pessoas se vestem de personagens fictícias de jogos ou filmes populares, a parte dos youtubers, celebridades portuguesas que se organizam em mesas para conhecer os seus fãs e dar autógrafos, a parte do Salão de jogos, uma sala em que existem várias máquinas de jogos antigos, com objetivo de relembrar o passado e o começo dos jogos, a zona dos simuladores, vários jogos que se dedicam a simular a realidade (Realidade Virtual) entretendo e apelando aos seus jogadores novo conhecimento e experiências.

Durante a hora de almoço, as pessoas têm direito à saída entre as 12 e as 15 horas, recebendo um carimbo no pulso que demonstra e comprova que compraram bilhete e sairam com propósito de voltar mais tarde.

Dentro do evento existia um “espaço família”, onde se pode deixar os pais que não sentem interesse por este tipo de tecnologias e vieram com a intenção de acompanhar a sua criança ao evento. Aconteceram três torneios muito importantes, em que as melhores equipas de Portugal vieram competir nos jogos: “CS:GO” (jogo de tiro e cooperação), “Rocket League” (Baseado em futebol com carros) e “Overwatch” (jogo de tiro e cooperação).

Os youtubers (criadores de conteúdo) que compareceram neste evento foram: Tiagovski, Wuant, RicFazeres, D4rkFrame, Windoh, Nuno Moura, Pi, DaizerPT, Miss Mussrooms, Ruben Ex, Chentric, Jamie Drake, Hitz, Nuno Agonia, Malacueca, Pedro Tim, NightmareVC, Tpein, Ferp Channel, Alvini e outros que compareceram sem convite.

Cada youtuber (com convite) teve um espaço dedicado a sí e aos seus fãs para poder ter tempo e privacidade com eles.

Também houve uma área dedicada a pessoas que queriam comprar material gaming, tal como “HeadPhones”, teclados, ratos e até mesmo computadores, no pavilhão 3, sendo os vendedores a Worten e no pavilhão 4 a AlienTech.

 

Concluindo, não houve distúrbios no evento e a opinião geral é positiva. As seguintes opiniões foram recolhidas:

Filipe Costa: “Apesar de ser o meu primeiro ano aqui, gostei bastante de tudo e finalmente pude conhecer os meus ídolos, sendo que até obtive uma foto com o meu favorito, D4rk, e tenho a certeza que quererei continuar a comparecer aqui nos próximos anos.”

Ana Sorreia: “Em comparação com o ano passado melhoraram bastante e gostei muito em termos de coisas para fazer, apesar de ter muita gente.”

 

 

Pavlo Nazarchuk, 10ºA

Reportagens

INAUGURAÇÃO DO NOVO SHOPPING

 

 

No dia 30 de outubro 2017, pudemos presenciar a inauguração do Mar Shopping, no Algarve, mais especificamente em Faro.

Devido ao aumento das necessidades da população, foi necessário criar um novo edifício de compras para a cidade corresponder à solicitação da população. A inauguração teve palhaços para divertimento dos mais novos, empregadas das lojas dando balões, homens com penas de gigantes e muitas promoções.

Concluindo, este novo meio vai dinamizar mais o trabalho e temos uma citação da D. Carlota acerca deste evento: “Foi espectacular e já estava a ser preciso um shopping nesta região e estou muito agradecida para com o presidente da câmara de Faro”.

 

Tomás Borges, 10ºA

Reportagem

Lisboa Games Week

 

A Worten volta a realizar, pela terceira vez, no Parque das Nações, a Lisboa Games week que desta vez ocupou dois pavilhões (pavilhões 3 e 4 da FIL [feira internacional de Lisboa]) diferente das três primeiras convenções que decorreram apenas num.

 

Em primeiro lugar, a meu ver, e como frequente observação de alguns entrevistados, a maior mudança desta edição da convenção foi, de certeza, o aumento do espaço para dois pavilhões. Desde o primeiro evento que um dos grandes problemas era o “pequeno” espaço de apenas um pavilhão em relação à quantidade de pessoas. O acréscimo de um pavilhão ajudou não só na movimentação das pessoas, mas também deu lugar a mais atividades.

No evento, estiveram representadas algumas marcas conceituadas no mundo dos jogos: Playstation (Sony), Xbox (Microsoft), Nintendo, Omen (HP) , Republico of Gamers (ASUS), Lenovo, LG, algumas lojas de informática: PCDiga, a própria Worten, AlienTech , GlobalData e outras marcas que não fazem parte da categoria de informática nem de jogos mas que também patrocinaram o evento: CTT, Moche, Cigala e Blue.

As marcas presentes tinham stands com jogos para demonstração, as lojas tinham, cada uma, os seus “minimercados” onde vendiam principalmente Jogos e componentes “Gamer” e as restantes patrocinadoras tinham os seus próprios espaços de publicidade, e no caso da Cigala e Blue, que são marcas de culinária e de refrigerantes, respetivamente, também tinham a venda dos seus produtos. Para além disso, também havia à venda outro tipo de produtos do universo dos vídeo-jogos e de cultura Pop Japonesa com posters, T-Shirts, etc., realizaram-se torneios de E-Sports: FIFA 18, Counter Strike Global Offensive, Overwatch, etc. e estiveram presentes bastantes Youtubers a dar autógrafos e a tirar fotografias com os seus fãs.

Para finalizar, esta terceira edição foi a melhor, muito devido ao aumento do espaço e á adição de mais espaços com consolas para testar os novos lançamentos de vídeo-jogos. Se este evento continuar a melhorar, cada vez mais irá atrair mais gente e, quem sabe, no futuro, aumentar mais um pavilhão.

 

João Garcia, 10º A

Reportagens

Da aldeia até à “cidade invicta”

 

No dia 30 de setembro de 2017 as aldeias de Monte Penedo, Ribeira de Boas Eiras e Espinheiro “mudaram-se” para a cidade do Porto. Cerca de 50 habitantes destas 3 aldeias aventuraram-se num passeio até à cidade portuense.

O dia para esta meia centena de pessoas começou cedo, eram cerca das 7:30 quando o autocarro iniciou viagem rumo à “cidade invicta”. Antes de chegar ao destino por volta das 11:30, o entusisasmo no autocarro era grande. Um dos habitantes dizia que a expetativa era grande em conhecer aquela cidade premiada como melhor destino turístico europeu.

Já no destino, os turistas tiveram oportunidade de conhecer os locais mais emblemáticos desta cidade começando por um pequeno passeio na Avenida dos Aliados seguindo-se a visita ao histórico Mercado do Bolhão. Depois, na pausa para almoçar, tiveram oportunidade de provar uma conhecida iguaria portuense (tripas à moda do Porto).

Depois do almoço, visitou-se a pé a estação de S. Bento, a Sé do Porto, a ribeira e atravessou-se a ponte D. Luís. Na visita por estes locais os habitantes mostraram- se espantados com a beleza da cidade, bem como o movimento que apresentava.

Por último, antes de regressar a casa, visitaram uma das caves de vinho do porto onde tiveram uma explicação sobre a produção deste típico vinho e claro a oportunidade de o degustar. Esta explicação deixou os visitantes entusiasmados visto que muitos produzem para consumo próprio. O dia foi longo e agitado para estas pessoas que estão habituadas à tranquilidade da sua aldeia, porém a oportunidade que tiveram em sair e conhecer pela primeira vez a cidade do Porto deixou-as com um sorriso e felizes com o passeio.

 

 

Sara Bento, 10ºA