Texto de Opinião

Atualmente, o mundo vê-se perante uma situação inigual. Nenhum ser humano até à data terá vivido aquilo que vivemos atualmente: o confinamento, o distanciamento, o isolamento. Desde janeiro que assistimos ao aumento dos casos, da aflição, principalmente daqueles que estão no grupo de risco, e desde fevereiro que os países europeus começaram a adotar medidas com o apoio da União Europeia. A União tem sido um grande apoio a diversos países, todavia será que poderia fazer mais?

Como já referi foram adotadas diversas medidas. Em primeiro lugar, a organização supranacional comprometeu-se a cooperar com três mecanismos: o Sistema de Alerta Rápido e Resposta (SARR); o Comité de Segurança da Saúde (CSS); a Rede de Comunicadores do Comité de Segurança da Saúde, isto facilita a troca de informações. De seguida, a comissão irá fornecer orientações técnicas na avaliação de riscos, definição e diagnóstico através da Healthy Getaway, organização de saúde composta por Estados-Membros. Depois destes pontos, foi definido que a UE iria financiar os voos de repatriamento de cidadãos membros que estivessem, primeiramente, em Wuhan (o primeiro foco da epidemia), ficando estabelecido que iria pagar, pelo menos 75% dos custos dos voos. A União Europeia foi mais além e estabeleceu um fundo de 232 milhões de euros que serão aplicados em diversos pontos do planeta, não só nos Estados-Membros, para ajudar os países em desenvolvimento. Por último, a UE propôs-se a ajudar a China através de ajudas técnicas para a superação da doença.

Todas estas medidas foram estreitamente realizadas de forma correta, porém poderia existir mais ajudas técnicas que fossem diretamente canalizadas para os Estados-Membros, como por exemplo o fabrico de máscaras. Estes últimos tempos foram, também, marcados por um afastamento entre os países-membros, mais nomeadamente entre a Europa do norte e do sul. Alguns deles demonstraram mesmo estar contra as ajudas aos países mais afetados, como Itália e Espanha. Um comportamento incorreto e pouco solidário por parte dos mais contribuintes da União Europeia, mas este fator poderá tornar-se igualmente um fator de distanciamento.

Acredito que as medidas aplicadas tenham surtido efeitos positivos, mas serão suficientes?

Mariana Cardoso, 12ºano

Plano de Turma 11º B – “Tempos de Mudança – Sustentabilidade e Alterações Climáticas”

Os alunos da turma B, do 11º ano deram asas à sua imaginação ao elaborarem vários cartazes em suportes e recursos materiais que remetem para a sustentabilidade. Deste modo, ao longo destas últimas semanas que antecederam o Carnaval, dedicaram o seu tempo à elaboração de cartazes que pretenderam alertar toda a comunidade escolar para a problemática das alterações climáticas e para a necessidade da preservação do planeta, temáticas escolhidas pelos alunos para serem trabalhadas no Plano da Turma.

Várias disciplinas, como a Economia, o Espanhol e o Inglês colaboraram para que os cartazes, já prontos, pudessem ser usados no “Desfile de Carnaval do Agrupamento 2020”, destacando-se o seu caráter de protesto e de manifestação por um planeta mais sustentável e limpo e assim articulando a temática escolhida com o tema selecionado pela UE para o ano letivo 2019/20, “Alterações Climáticas, um desafio para a Europa” e com a proposta do Clube Europeu para um evento de agrupamento.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Diretora da Turma: Sílvia Ramadas

DESFILE DE CARNAVAL 2020

Destinado à Comunidade Educativa, mas interagindo com toda a comunidade local, no passado dia 21 de fevereiro, o Agrupamento de Escolas Verde Horizonte de Mação realizou a atividade transdisciplinar “Desfile de Carnaval 2020” pelas ruas de Mação.

O desfile foi agendado para as  10 horas e 30 minutos, sendo a concentração, a partida e a chegada marcadas para o Largo da Feira, estabelecendo-se o itinerário: Largo da Feira, Rotunda dos antigos Bombeiros, Câmara Municipal de Mação, Rua Padre António Pereira de Figueiredo, Rua Monsenhor Álvares de Moura, Igreja Matriz, Rua Pina Falcão, Rua Francisco Serrano, Rua Padre António Pereira de Figueiredo, Câmara Municipal de Mação, terminando, de novo, no Largo da Feira.

Esta atividade decorreu nos segundo, terceiro e quarto tempos letivos da manhã e as turmas foram acompanhadas pelo respetivo professor, seguindo o horário habitual, sendo, posteriormente, ao quinto tempo letivo, retomada a planificação inscrita no horário semanal.

O desfile mobilizou todo o Agrupamento, teve a preocupação atual da preservação do meio ambiente e do nosso planeta, sendo subordinado ao tema da sustentabilidade e da preservação do meio ambiente. Os materiais utilizados foram preferencialmente, claro, reutilizados e ou reciclados, a fim de reduzir, evidentemente, fazendo jus à regra dos 3 R pela prática – despertando para a problemática ambiental e resumindo numa só atividade o aprender a conhecer, a fazer, a viver juntos e a ser. Permitiu, ainda,  interagir com a comunidade local numa perspetiva de abertura da escola ao meio exterior e de valorização das tradições.

Fotos: professor José Gonçalves e

texto: professora Anabela Ferreira.

Deixem respirar os direitos humanos!

O Clube Europeu do Agrupamento de Escolas Verde Horizonte de Mação, este ano, vivenciou o Dia Internacional dos Direitos Humanos, 10 de dezembro, de forma diferente, pois a estrela foram os Direitos Humanos de 3ª Geração – Ambiente.

A exposição pretende ser um alerta à população escolar para a importância de respeitar e preservar o planeta em termos de sustentabilidade, pois não há PLANETA B!

A Equipa do Clube Europeu

Viagem de estudo ao Açores – Clube Europeu

Este ano o local eleito para a visita de estudo de cariz cultural foi a extraordinária ilha de São Miguel, nos Açores…

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos de Sílvia Ramadas

Para começar bem o dia, deslocámo-nos ao aeroporto de Lisboa onde apanhámos um avião para a ilha de São Miguel. Tudo correu como planeado. Para muitos dos 30 alunos que viajaram connosco foi a sua primeira vez… Um batismo de voo em terras lusas! Muito Bom… Pois! Apesar da chuva que insistiu em cair no primeiro dia, aproveitámos para descansar, ir ao cinema e fazer umas comprinhas. Mais tarde, depois de jantar, visitámos a marina de Ponta Delgada e fizémos uma passeata!

No segundo dia, viajámos calmamente por toda a ilha, visitámos a Caldeira das Sete Cidades e observámos a sua lagoa tão especial com as suas cores verde e azul! Também fomos às Furnas, onde vimos o famoso “Cozido à Portuguesa” a ser confecionado, numas longas 5 ou 6 horas! Tomámos chá preto ou verde na “Fábrica da Gorreana”. Visitámos museus e aprendemos muito sobre os Açores que afinal eram milhafres! Andámos por ruas e ruelas da cidade de Ponta Delgada, apreciámos a gastronomia da região, deambulámos pelo mercado dos agricultores e comprámos queijo da ilha e rebuçados no “Rei dos Queijos”. No final de cada dia recuperámos energias na “Residencial Sete Cidades”. Numa palavra… Inesquecível! Em 2 palavras… Muito Bom! Em 3 palavras… Queremos lá voltar!

A Equipa do Clube Europeu

Mulheres com Valor – Dia da Mulher – Clube Europeu

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos de Sílvia Ramadas

Lembrámos o Dia da Mulher de 2017 com a Exposição “Mulheres com Valor”, numa homenagem àquelas que nas mais diversas áreas se destacam pelas suas iniciativas solidárias.

A exposição esteve patente no átrio do bloco B e contou com imagens destas mulheres nacionais e internacionais e entre outras curiosidades com uma galeria de trajes da mulher ao logo dos tempos na era moderna.

A Equipa do Clube Europeu

Passeio Pedestre Mistério – Dia 09 de maio

Foto de Sílvia Ramadas

Começámos o dia com um passeio mistério que nos levou ao Cabeço da Cruz!

Assinalámos assim o Dia da Europa 2017!

Juntos, 30 alunos e 3 professoras, rumámos ao nosso destino com entusiasmo e energia… A caminhada durou aproximadamente 2 horas… E foram 2 horas a andar para observar uma bela e repousante paisagem! Depois chegámos à escola e degustámos um belo almoço e uma bela sobremesa… Um bolo alusivo à Europa dos 28, não esquecendo os valores da solidariedade, cooperação e amizade que nos movem neste clube.

A equipa do Clube Europeu

Exposição – 10 de dezembro DIDH Mulheres com Valor – Clube Europeu

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Clube Europeu do AEVH organizou uma exposição sobre os direitos humanos e o dia 10 de dezembro! Todos os anos, neste dia é celebrado o dia Internacional dos Direitos Humanos. Este ano, a Exposição Mulheres com Valor procurou mostrar e dar a conhecer os nomes de várias mulheres que ao longo de anos de história universal ajudaram a mudar mentalidades  e se distinguiram por, de alguma forma, fazer valer os direitos de todos os cidadãos consagrados na Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Fotos: Sílvia Ramadas

Texto: A Equipa do Clube Europeu

Sorteio de EUROcabaz de Natal – Clube Europeu

Este slideshow necessita de JavaScript.

No último dia de aulas do 1º período cumpriu-se a tradição e foi sorteado mais um Euro cabaz de Natal!

A atividade dinamizada pelo Clube Europeu contou com a ajuda de alguns dos seus membros mais antigos para presentear um felizardo com um especial cabaz recheado de iguarias europeias que farão as delícias à mesa da consoada de 2016.

A feliz contemplada pertence à freguesia de Mouriscas… Parabéns! Um Santo Natal e Um Próspero Ano de 2017!

A Equipa do Clube Europeu

Projeto/Ação de Solidariedade “Sabes ler? – Ajuda quem quer aprender!”

Fotos de João Gonçalves

O Clube Europeu AEVH promoveu um projeto de solidariedade numa parceria com a empresa AJIBITA e o Rotary Club, angariando, junto da comunidade escolar do agrupamento, livros de histórias, manuais escolares de diversas disciplinas e material de escrita que tem como destinatários as crianças e jovens de uma aldeia em Cabo Verde. A turma do 10ºE do Curso Vocacional de Secundário juntou-se a esta causa, pintando à mão 18 T-shirts, com slogans em inglês, nas aulas de Comunicar em Inglês. A atividade “A T-shirt for a smile” integrou o plano desta turma. Queremos estimular sorrisos…

A Equipa do Clube Europeu