VII CONCURSO DE POSTAIS DE NATAL – FRANCÊS


novo-apresentacao-do-microsoft-powerpoint

À semelhança dos anos letivos anteriores, os alunos de Francês do 3º Ciclo colocaram à prova a sua arte e criatividade, elaborando postais de Natal, nos quais registaram em francês mensagens de boas festas. Desta feita, foram galardoadas com o primeiro prémio, as seguintes alunas:
7ºAno – Beatriz Matos (7ºA)
8ºAno – Daniela Lourenço (8ºA)
9ºAno – Mª João D. Louro (9ºA)
Todos os postais se encontram expostos na Biblioteca da escola.
Para as vencedoras do concurso e para todos os participantes, votos de um feliz Natal e excelente Ano Novo!

As professoras de Francês,

Clara Neves

Ana Gameiro

Joaquina Esteves

Anabela Ferreira

Anúncios

LA TOUSSAINT À L’ÉCOLE

Este slideshow necessita de JavaScript.

Como já vem sendo tradição na nossa escola, o Clube de Francês comemorou La Toussaint (Dia de todos os Santos) com uma exposição alusiva à data.

          Este ano, os alunos foram convidados a refletir em pequenas, mas grandes ações de todos os dias que nos podem tornar semelhantes aos Santos que veneramos, respondendo à questão – Que faut-il faire pour être Saint? (O que é preciso fazer para ser Santo?)

          As respostas, devidamente ilustradas, chegaram em pequenos e coloridos cartazes elaborados pelos alunos nas aulas de Francês, eis alguns exemplos:

          – Être solidaire, sage, honnête, poli… (ser solidário, bem-educado, honesto, afável)

Aimer et respecter son prochain… (amar e respeitar o próximo)

Respecter les parents et les professeurs…  (respeitar os pais e os professores)

Ne pas mentir… (não mentir)

Aider les pauvres et les plus démunis… (ajudar os pobres e os mais necessitados)

Étudier pour avoir un meilleur avenir… (estudar para ter um melhor futuro)

Refuser toute forme de racisme… (recusar toda a forma de racismo)

         Estas e outras respostas, bem enquadradas entre o castanho dourado de múltiplas folhas outonais, imagens de santos, provérbios e desenhos elaborados por alunos, puderam ser lidas durante duas semanas no átrio do pavilhão B. Os deliciosos crepes também marcaram a sua presença no dia 27 de outubro, contribuindo para intensificar o clima aconchegante que pretendemos recriar nesta quadra festiva, com o seu doce aroma.

         Foi uma atividade bastante motivadora que, para além de ter permitido relembrar, descobrir e aplicar vocabulário e diferentes estruturas linguísticas da língua em estudo, também proporcionou momentos de maior descontração nas aulas.  Nela participaram não só os alunos do 3º Ciclo, como também os alunos do Curso Profissional de Turismo, 10ºC, no âmbito da disciplina de Comunicar em Francês.

           No dia 1 de novembro, o Clube de Francês marcou novamente presença na Feira dos Santos de Mação, tendo sido vendidos diversos produtos regionais fornecidos pelos seus Encarregados de Educação, cuja receita angariada contribuirá para a realização de mais uma viagem a França já no presente ano letivo. Foi um dia bastante divertido que proporcionou o contacto direto com a comunidade local e um convívio mais próximo entre alunos e professoras.

           Ao longo do ano letivo, muitas outras atividades irão ser dinamizadas, no sentido de promover o gosto pela língua e cultura francesa, de forma lúdica e aprazível!

              Participa e diverte-te!

À bientôt!

Profª Clara Neves

Fotografia: Prof. José Gonçalves

Visita a França – A opinião de quem viveu a experiência

IMG_3144

Nesta viagem pudemos fazer novas amizades, aprender coisas novas, contactar de perto com novas culturas e hábitos! Foi uma viagem pela qual batalhámos, mas todo o esforço valeu a pena, porque foi uma visita inesquecível!
Lúcia Pires, 9ºB

A viagem a França foi uma experiência muito boa, aprendemos e visitámos vários lugares. Gostei muito.
Maria Eduarda Fontes, 8ºA

A viagem a França foi simplesmente a melhor experiência que o Clube de Francês nos poderia proporcionar. Foi um misto de emoções, de aprendizagem, de cultura, de amizade… Foi uma semana que, decerto, jamais iremos esquecer!
Raquel Parente, 9ºB

Eu gostei da visita a França. Foi muito divertida e conheci monumentos muito bonitos.
Matilde Pinheiro, 7ºA

Depois de tanto esforço e dedicação, ao longo destes dois anos, tivemos sem dúvida, a melhor recompensa! Foi uma viagem inesquecível com muitas emoções e experiências que jamais teríamos… Agora só restam as memórias, mas nunca nos esqueceremos nem de um momento, nem de uma amizade nova! Cada segundo valeu a pena. Agora sentimo-nos mais responsáveis e, claro, muito felizes!
Clara Silva, 8ºB

Finalmente, tivemos a tão esperada viagem a França, dois anos a trabalhar arduamente! Ainda parece mentira, que fomos a França e visitámos um monte de monumentos, vivemos momentos inesquecíveis, tudo isto numa semana! Tudo passou a correr. Foi a melhor experiência que a língua, o Clube e a escola nos podia oferecer. Acho que esta viagem, nos fez crescer a todos nem que seja um pouco.
Eu adorei a viagem, por mim, repetia tudo outra vez.
Ana Beatriz Sobreira, 8ºB

Esta foi sem dúvida a melhor viagem! Conheci novas pessoas, novos hábitos e costumes. Gostei mesmo muito. Agora…só restam as memórias!
Beatriz Santana, 8ºB

Esta viagem foi merecida devido ao trabalho que todos tivemos durante dois anos. Foi maravilhosa, inesquecível e ficará sempre na memória de todos nós.
Edgar Ladeira, 8ºB

A viagem a França foi inesquecível e fantástica. Acho que foi bom para adquirirmos mais conhecimentos sobre o país, mas também sobre as várias culturas. Espero ter mais oportunidades destas.
Francisco Grilo, 8ºB

Foi a melhor viagem do universo, foi uma experiência única! Conhecemos pessoas novas, monumentos, locais… Adorei! Eu já tinha uma pequena noção do que era Paris, mas ver Paris ao vivo e a cores é muito melhor! É uma viagem que vai ficar sempre no meu coração!
Marta Bessa, 8ºB

Foi uma experiência muito enriquecedora, que nos permitiu conhecer outro país, assim como contactar com algumas das suas culturas e monumentos inexplicavelmente conhecidos no mundo inteiro.
João Lopes, 8ºB

Dois anos a trabalhar, mas a recompensa é maior. Foi uma experiência fantástica. Adorei! Espero que um dia possamos repetir.
Daniel Patrício, 8ºB

Adorei a viagem! Foi uma experiência que nunca irei esquecer. França é, realmente, um país muito bonito!
Cristiana Antunes, 8ºB

Esta viagem tornar-se-á inesquecível para todos. Conhecemos coisas novas e aprendemos melhor a falar francês.
Pedro Martins, 8ºB

Valeu a pena o nosso esforço e trabalho para, no final, concretizarmos um grande sonho. A viagem a Paris ficará para sempre na memória como maravilhosa, encantadora, cultural… Gostei muito desta experiência. Se pudesse, repetiria tudo outra vez.
Judite Lopes, 8ºB

Valeu a pena o trabalho e não me importava nada de repetir!
José Gonçalves, 8ºB

Eu gostei da viagem a França, pois visitámos vários monumentos e parques fantásticos. Por mim, foi uma viagem inesquecível. Não me importava mesmo nada de repetir!
Rafael Rodrigues, 8ºB

Eu gostei muito da viagem a França. Ficámos a conhecer novas culturas, costumes e gastronomia. Foi uma viagem inesquecível!
Hugo Marcos, 8ºB

A viagem a França foi a concretização de um sonho! Foi uma viagem inesquecível! Conhecemos pessoas novas, monumentos, culturas, costumes… foi uma experiência memorável!
Anaís Albuquerque, 8ºB

Visita a França – Memórias de uma viagem de Sonho

Este slideshow necessita de JavaScript.

Dia 26 de março… 14h30… primeira semana das férias da Páscoa…
Em frente da escola, um numeroso grupo de alunos, acompanhados pelos pais, aguardava ansiosamente a chegada do autocarro e, com ele, a concretização de um grande sonho: a visita de estudo a França!
Finalmente, o tão desejado momento chegara. Feitas as despedidas, o Sr. Diretor do Agrupamento desejou a todos uma ótima viagem e deixou algumas recomendações, não deixando de felicitar o esforço e espírito de iniciativa dos professores acompanhantes pela excelente oportunidade que se propuseram oferecer aos alunos.
Partimos à hora prevista: 15h30. O ambiente era de festa. Durante a viagem, ouvimos música francesa, visionámos alguns vídeos dos locais a visitar, assim como filmes franceses, sempre num clima de grande entusiasmo!
A cidade de Poitiers recebeu-nos às 9 horas do dia 27, após 18 horas de gargalhadas, diversão, mas também de muito cansaço e de uma noite mal dormida. Contudo, tal não nos impediu de aproveitar ao máximo as diversões do fantástico parque Futuroscope.
Depois de uma noite repousante, partimos, no dia seguinte, pelas oito da manhã, rumo a Paris. Quando, ainda ao longe, avistámos a Torre Eiffel, os nossos corações explodiram de emoção! Após uma breve visita panorâmica à cidade das luzes, do amor e da moda, fomos repor energias, almoçando no restaurante Self Rivoli. De estômago aconchegado, pudemos, durante a tarde, percorrer a pé a maravilhosa capital de França!
Visitámos vários monumentos ilustres, entre eles, a Ópera Garnier, a Basílica de Sainte Madeleine, a Catedral Notre Dame e o Palácio dos Inválidos. Também tivemos a oportunidade de conhecer a Praça da Bastilha, a Praça da Concórdia e o Centro Georges Pompidou. À noite, depois do jantar, tivemos a oportunidade de fazer um passeio panorâmico pela cidade, vislumbrando a beleza noturna da deslumbrante cidade de Paris.
No dia 29 de março, o grupo madrugou a fim de visitar o célebre Palácio de Versaillles, habitação de serviço de vários reis, entre eles, o ilustre Rei Sol, Luís XIV. O palácio continha grandes salões, jardins e esplendorosas galerias decoradas com pinturas e esculturas admiráveis.
Depois de um almoço no McDonald’s (o nosso almoço preferido), regressámos a Paris para conhecer de perto a tão famosa Torre Eiffel. Após uns breves minutos de espera, subimos ao segundo piso e… ficámos sem palavras! Dali vimos grande parte da grandiosa cidade parisiense, tirámos belíssimas fotos paisagísticas e pessoais, comprámos algumas lembranças para oferecer à família e amigos e enchemos os pulmões de ar fresco! De seguida, após uma visita ao Arco do Triunfo, percorremos a pé os Campos Elísios e, como não podia deixar de ser, entrámos na loja do Paris Saint Germain, onde, quem quis, comprou alguns souvenirs. Chagada a hora do jantar, dirigimo-nos ao restaurante Flunch Beaubourg, local repleto de vários grupos de alunos e professores portugueses. É sinal para dizer que em qualquer lugar do mundo há sempre um português aventureiro e curioso por conhecer novas culturas.
Para terminar a noite em grande, realizámos um belo passeio num Bateau Mouche ao longo do rio Sena. A paisagem, uma vez mais, encheu-nos o coração e a alma! Passear ao longo das margens do Sena é algo indescritível!
No dia 30, pequenos e graúdos estavam ansiosos: era o dia de conhecer o Louvre. Ao longo do percurso, conversámos, rimos, ouvimos música enquanto nos deleitávamos com a agitação e cor da cidade, ruas e edifícios parisienses. Já junto ao Louvre, alunos e professores aproveitaram para tirar fotos de grupo para mais tarde recordar esta grandiosa aventura por terras de Napoleão! Embora não tenhamos tido a oportunidade para entrar no museu propriamente dito, valeu a pena ver toda a paisagem circundante, ficando com uma ideia da grandeza e importância deste famoso local turístico.
À tarde, visitámos Pigale e o famoso Moulin Rouge, Montarmtre, a Place du Tertre e a Basílica do Sacré-Coeur. E prestes a deixar Paris, aproveitámos não só para comprar pequenos souvenirs como também para provar algumas das iguarias gastronómicas francesas, tais como os crepes, os macarrons e os refrescantes gelados.
No dia 31, o mais desejado de todos, rumámos ao mundo mágico da Disneyland de Paris, onde tivemos a oportunidade de vivenciar o mais belo sonho das nossas vidas! Ao longo do dia, a diversão e as emoções fortes foram uma constante:” viajámos” em diversas diversões espetaculares, assistimos a belíssimos desfiles cheios de brilho e fascínio, ouvimos música saída de vários filmes produzidos pela Walt Disney, almoçámos e jantámos em restaurantes decorados a rigor, enfim… percorremos a pé todo o parque que nos “transportou” para um mundo cheio de magia, encanto, sonho, luz e cor! E a noite chegou e trazendo pela mão um belíssimo e colorido espetáculo carregado de tons vivos e vibrantes, que nos fizeram recuar no tempo e recordar, com saudade, a nossa infância. Este foi, sem dúvida, o dia que mais nos marcou pela sumptuosidade do local e das gentes!
23h30. Era hora de rumar a casa, ao nosso mundo real! Instalados no autocarro que nos levou, fechámos os olhos, revivendo ao longo da noite o mais belo sonho que realizámos.
Depois de pequenas paragens para esticar as pernas e de uma pausa mais longa para almoçar, já em Espanha, entrámos em Portugal, a nossa pátria mãe! Às 19h30, entrávamos em Mação! Ao avistarmos os nossos familiares, que nos esperavam no mesmo local em que deles nos despedimos, junto ao portão da escola, depressa esquecemos o cansaço da viagem que, apesar de longa, foi divertida. A saudade já apertava e a ansiedade de entrarmos em nossa casa fazia-se sentir. Só queríamos abraçar quem faz parte intrínseca de nós para, depois, respirando o aroma do nosso lar doce lar, lhes contarmos, petit à petit, a aventura empolgante que, ao longo de sete dias, vivemos na primeira pessoa!
A vontade de repetir é já uma certeza!

Professoras Ana Gameiro, Clara Neves e alunos do Clube de Francês

La Publicité

portaldoprofessor.mec.gov.br
portaldoprofessor.mec.gov.br

Jeunes sous influences

La publicité est partout : dans le rue, dans la télévision, à la radio, au cinéma…La publicité est extrêmement diversifiée et attirante, elle a gagné une immense importance ces dernières années. Elle inclut tous les publics et tous les produits. Personne ne lui est pas indifférent.

Par exemple, nous nous sentons séduites par la publicité, c’est impossible n’être pas attirées par les slogans appellatifs ou par une image jolie qui nous fait rêver.

Habituellement, nous le jeunes, nous sommes très impulsifs. Nous avons l’habit d’agir sans réfléchir, donc, la plupart du temps, nous finissons à acheter des choses dont nous n’avons pas besoin.

Nous essayions d’être rationnelles dans nos dépenses, mais parfois nous finissons à dépenser dans des produits superflus dont nous n’avons  pas besoin, surtout les vêtements qu’on achète en très grande quantité et dont nous avons en excès.

Quand on est ados ou jeunes, regarder les autres est très important, parce que, si un ami a un vêtement  de marque et nous n’avons pas un, on se sent inférieur.

Pour terminer, nous pensons que la publicité est importante pour divulguer et pour informer sur les produits, les services, les associations, les activités, mais elle peut être négative, si on la suit sans penser.

Andreia Baço, Carolina Pereira et Sílvia Martins

 – 11º A (Français)

La Toussaint (Dia de Todos os Santos) – Uma tradição portuguesa e francesa

Este slideshow necessita de JavaScript.

Os últimos dias do mês de outubro anunciam, normalmente, o início das primeiras chuvas e o regresso de mais um longo e frio inverno.
Uma a uma, as árvores trocam o verde das suas vestes por inúmeros tons de castanho, amarelo, laranja e escarlate…antes de oferecerem as suas folhas para cobrir o solo com exuberantes tapetes outonais.
O sol despede-se mais cedo do horizonte, deixando entrar, apressada, a noite que invade a terra com o seu interminável manto negro. Reacende-se, então o desejo da lareira acesa e do aconchego do lar.

O fim de mais um ciclo aproxima-se, relembrando-nos da efemeridade da vida. É neste ambiente que, a 1 de novembro, Dia de Todos os Santos, muitas pessoas recordam e homenageiam, de forma especial, os entes queridos que já partiram, bem como, todos aqueles que, pela sua santidade, se tornaram imortais.
Então, por um dia, o cheiro primaveril de flores viçosas e coloridas regressa às ruas, invadindo as lojas e transformando os cemitérios em autênticos jardins que apetece visitar. E a tristeza da perda e do fim dá lugar à alegria do reencontro não só com os que já partiram, mas também com todos aqueles que continuam próximos.

O Dia de Todos os Santos é festejado não só em Portugal, como também noutros países europeus, de forma muito semelhante, nomeadamente em França, sendo conhecido por La Toussaint.

Em França, o dia 1 de novembro é feriado e os alunos têm mesmo quinze dias de férias. São as Férias de La Toussaint. Em Portugal, infelizmente, já não é feriado desde 2012!

No sentido de vivenciar o espírito desta quadra festiva, o Clube de Francês organizou no dia 30 de outubro uma exposição alusiva às suas tradições, elaborou cartões com mensagens e muitas flores que deram um colorido especial à sala dos professores. Foram ainda confecionados e vendidos deliciosos crepes (especialidade francesa muito apreciada em todas as festas) que muitas saudades deixaram…

Por fim, e conjugando a tradição francesa com a da comunidade local, os alunos do Clube de Francês participaram mais uma vez na Feira dos Santos de Mação, no dia 2 de novembro, vendendo vários produtos regionais. Pão, hortaliças diversas, azeite, frutos secos, broas e muitas outras iguarias oferecidas pelos discentes e familiares encheram as bancas reservadas ao Clube, tendo a sua venda sido muito bem-sucedida. Foi um dia de franco e alegre convívio entre alunos, professoras, pais e restante comunidade.

A verba angariada através desta atividade contribuirá para que todos os membros do Clube consigam concretizar um grande sonho: a realização da viagem a França que terá lugar no presente ano letivo.

A todos aqueles que de alguma forma têm dado o seu contributo para a concretização deste projeto, o nosso grande OBRIGADO!

Clube de Francês

Texto: Prof.ª Clara Neves

Fotografia: Prof.ª Clara Neves e Prof.º José Gonçalves

1er Avril: Poisson d’Avril

Este slideshow necessita de JavaScript.

No passado dia um de abril, o Clube de Francês celebrou mais uma tradição francesa: o famoso Poisson d’avril.

Como é do conhecimento geral,  o dia um de abril é o dia das mentiras e das partidas. Em França, esta efeméride é conhecida por Poisson d’avril (peixe de Abril).

Tudo começou quando o rei francês, Carlos IX, após a implantação do calendário gregoriano, instituiu o dia um de Janeiro como início do ano. Naquela época, as notícias demoravam muito a chegar à população, facto que dificultou o conhecimento desta alteração.

Anteriormente, a festa de Ano Novo era comemorada durante uma semana, do dia 25 de Março até ao dia um de Abril. Algumas pessoas, mais tradicionalistas, não gostaram da mudança e continuaram a fazer a tal comemoração nesta data, tornando-se alvo de chacota por parte das pessoas que adotaram a nova data. Deste modo, surgiu a ideia pregar partidas, enviando-lhes presentes estranhos ou convites para festas que não existiam. Também era hábito pregar partidas aos pescadores, dado que era a época da desova e estava proibida a pesca. Eram, então lançados arenques aos rios e gritava-se “poisson d’avril”.

Atualmente, nas escolas francesas, os alunos penduram sorrateiramente peixes de papel nas costas dos colegas e dos professores.

Esta brincadeira também chegou à nossa escola no dia 1 de abril e muitos professores e alunos foram apanhados pelo Poisson d’Avril.

               Foi divertido e ninguém levou a mal!

Alunos do Clube de Francês e profª Clara Neves

La Fête de La Chandeleur à l’école: un vrai succès

Le quatre février, le Club de Français a fêté La Chandeleur, la Fête des Chandelles. En France, les français célèbrent cette fête avec la confection de très bonnes crêpes qu’ils mangent avec la famille et les amis, le deux février.
Pour faire la décoration de la salle de l’élève, nous avons fait des tresses et des fleurs tricolores (bleu, blanc et rouges) Nous avons fait aussi des affiches et des travaux sur la Chandeleur.
Il y avait des crêpes à différentes garnitures: de la confiture, du miel, de la crème chantilly et du chocolat. Les crêpes au chocolat étaient délicieux!
Il y avait aussi du Milk-shake.
Le Club de Français remercie bien  au professeur et chef de cuisine Rosa Almeida et à tous les élèves et professeurs qui nous on aidé.
C’était une belle et inoubliable journée! C’était vraiment chouette!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Les élèves du club de français (8è B) et le Prof. Clara Neves

Dia 4 de fevereiro, há crepes o dia inteiro!

Duarte Caetano, 8ºB
Duarte Caetano, 8ºB

No próximo dia 4 de fevereiro, já na próxima 3ªfeira, o Clube de Francês, com a colaboração do Curso de Hotelaria e Turismo vai realizar, na nossa escola, a grande festa dos crepes!

Durante todo o dia, serão confecionados e vendidos deliciosos crepes, pretendendo-se deste modo recriar, em meio escolar, mais uma das célebres tradições francesas: La Chandeleur!
Se o tempo o permitir, os deliciosos crepes esperam no pátio da escola por quem os queira saborear !
Mas se a chuva nos visitar, na sala dos alunos os poderão encontrar!
E há para todos os gostos: simples, com canela e açúcar, como manda a tradição, ou com diversos recheios: compotas, mel,caramelo ou chocolate! Também há batidos para acompanhar!
Será certamente um dia fantástico, pois como diz o ditado popular francês, comer um crepe neste dia, trará felicidade para o ano inteiro!

Manger une crêpe à la Chandeleur, porte un an de bonheur!

Vive les crêpes! Vive la Chandeleur!

 Prof.ª Clara Neves e alunos do Clube de Francês

Matilde Matias, 8ºB
Matilde Matias, 8ºB

Clube de Francês em atividade…

       O Clube de Francês nasceu no presente ano letivo e deu os seus primeiros pequenos mas grandes passos ao longo do 1ºperíodo. As diversas atividades dinamizadas deram um novo colorido ao Agrupamento, refletindo o empenho e entusiasmo dos alunos envolvidos pela aprendizagem do Francês.

       Foram vários os momentos que, de forma especial, marcaram esta primeira fase: a exposição sobre as tradições de “La Toussaint”, a participação na Feira de Todos os Santos, as decorações e a venda de doces de Natal, a participação no concurso “Cartes postales de Noël” , o torneio de “Babyfoot” ( matraquilhos) e o sorteio de Natal.

       Todas estas atividades contribuíram para um contacto mais profundo e espontâneo com a língua e a cultura francesas e para a divulgação da mesma junto da comunidade educativa. Ao longo do 2º Período, o Clube de Francês continuará a crescer e a marcar presença com a dinamização de outras atividades que proporcionarão a todos o conhecimento e vivência de tradições francesas, tais como: “La Chandeleur” ( Dia dos Crepes); “La Saint valentin”, entre outras.
        Para já, aqui fica uma pequena apresentação da vida do clube ao longo do 1º Período.
                               

Merci et À bientôt,

Prof.ª Clara Neves