Dia Mundial da Língua Portuguesa

Está patente no átrio da Biblioteca Escolar da escola sede do Agrupamento uma exposição de trabalhos alusivos ao Dia Mundial da Língua Portuguesa.

O dia 5 de Maio comemora a nossa língua portuguesa e foi assinalado em 44 países, com mais de 150 atividades, em formato misto, presencial e virtual, devido à pandemia de Covid-19.

Proclamado em 2019 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), este é, contudo, o segundo ano em que se celebra o Dia Mundial da Língua Portuguesa.

O agrupamento de Português, com a colaboração da Biblioteca Escolar, pretendeu assinalar este dia com uma pequena exposição de trabalhos que abrangessem vários ciclos do nosso ensino e as várias escolas do Agrupamento de Escolas. Pretendeu-se a realização de trabalhos com estrofes alusivas à nossa língua e que, pela sua cor e elementos, recordassem igualmente a primavera e a vida a ela associada com cores alegres e variadas.

Obrigada pelo contributo de todos!

O agrupamento de Português.

Concurso Nacional de Leitura

14º Concurso Nacional de Leitura
Ano letivo 2020 /2021
FASE NACIONAL 


                                                                                         


Parabéns aos alunos do Agrupamento de Escolas de Escolas Verde Horizonte apurados para Fase Nacional do 14º Concurso Nacional de Leitura.
Dos oito finalistas da Fase Intermunicipal, quatro finalistas são do agrupamento. 

 1º Ciclo: Francisco Brito;
 2º Ciclo: Ana Rita Claro, 6º B;
Secundário: Margarida Lopes Saramago, 10ºA e Saúl Filipe Jesus Santos, 11º ALH.  

Mês da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância – abril

O LAÇO AZUL

Em 1989, uma mulher norte americana de seu nome Bonnie Finney, amarrou uma fita azul na antena do seu carro, em homenagem ao seu neto, vítima mortal de maus-tratos pela sua mãe e namorado. Com esse gesto ela quis transmitir à comunidade o trágico acontecimento. O impacto daquela iniciativa foi de tal modo grandioso que esta campanha, que começou como uma homenagem desta avó ao neto, se expandiu e, atualmente, muitos países usam as fitas azuis, durante o mês de abril, em memória daqueles que morreram ou são vítimas de abuso infantil e também como forma de apoiar as famílias e fortalecer as comunidades, nos esforços necessários para prevenir o abuso infantil e a negligência.

E porquê azul? Bonnie Finney não queria esquecer os corpos cheios de nódoas. O azul, que simboliza a cor das lesões, servir-lhe-ia por isso como uma imagem constante na sua luta na proteção das crianças contra os maus-tratos.

Em Portugal, a campanha, simbolizada pelo Laço Azul, é amplamente divulgada por todo o território, durante o mês de abril, quer pela Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens, quer pelas CPCJ, que realizam numerosas ações de prevenção contra os maus-tratos.

“Serei o que me deres…que seja amor”

Dia Internacional da Francofonia – 20 de março

Journée Internationale de la Francophonie – 20 mars

Cette date fait référence à la naissance, le 20 mars 1970 à Niamey (Niger), de l’Agence de coopération culturelle et technique, qui allait devenir l’Organisation internationale de la Francophonie.

Cette année, cette journée s’inscrit sous le thème « Femmes francophones, Femmes résilientes », en hommage à toutes les femmes des 88 États et gouvernements de la Francophonie, qui se battent au quotidien, en particulier pendant cette crise sanitaire sans précédent.

Justement en raison de ce contexte, l’OIF a choisi de célébrer la Journée internationale de la Francophonie dans un format virtuel, avec une programmation spéciale de son émission la « Francophonie, le direct », autour de la thématique « Femmes francophones, Femmes résilientes ».Samedi 20 mars, dès 14h30 (heure de Paris) en direct sur la page Facebook de l’OIF.

Concurso Nacional de Leitura 2020-2021 / fase intermunicipal

Fase Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT) do Concurso Nacional de Leitura (CNL) 2020/2021, cuja entidade organizadora é a Câmara Municipal da Sertã, através da Biblioteca Municipal Padre Manuel Antunes (BMPMA)


A fase intermunicipal decorrerá em modalidade online nos dias 22 e 23 de abril (quinta e sexta-feira). No dia 22 de abril realiza-se a prova escrita e no dia 23 de abril a prova oral. As provas decorrerão no concelho de proveniência de cada aluno, nos espaços definidos pela respetiva biblioteca municipal.

Os livros selecionados para a fase intermunicipal são:

1.º Ciclo do Ensino Básico: A vida íntima de Laura, de Clarice Lispector – Relógio D’Água
2.º Ciclo do Ensino Básico: O livro que só queria ser lido, de José Jorge Letria – Texto Editores
3.º Ciclo do Ensino Básico: Vanessa vai à luta, de Luísa Costa Gomes – Porto Editora
Ensino secundário: A vida de um homem que perseguia poemas, de Joana M. Lopes – Alêtheia Editores

Caso tenhas dúvidas ou questões, dirige-te ao professor bibliotecário ou à tua professora de Português.

Boas leituras!

Concurso Nacional de Leitura

14º Concurso Nacional de Leitura
Ano letivo 2020 /2021


Decorreu ontem, dia 3 de março, por videochamada, a fase municipal deste concurso.

Publicitamos a lista enviada pela BECRE do nosso Agrupamento:

Lista dos alunos apurados para a Fase Intermunicipal

1º ciclo


Benedita Alves Raimundo;
Francisco Gueifão Brito;
Francisca Cardoso Vitor;

2º ciclo


Beatriz Margarida Barreta; 6ºB
Miguel Piçarreira Fernandes; 5ºA
Ana Rita Claro; 6ºB

3º Ciclo


Jéssica Maria Moucho; 8ºA
Martim Carvalho Estrela; 8ºA
Gustavo Alexandre Santos. 9ºB

Secundário

Margarida Lopes Saramago; 10º A
Saúl Filipe Jesus Santos; 11º A LH
Beatriz Silva Aparício; 11º A CT


Agradecemos ao júri do concurso e à Biblioteca Municipal.

Dia Internacional da Língua Materna – 21 de Fevereiro

Como atividade comemorativa do dia da nossa língua, considerou-se ouro sobre azul a publicação de textos escritos pelos nossos jovens dando mostras do nosso património linguístico e enaltecendo o que é o nosso património ao nível do território para também o valorizar.

Assim, apresentamos pequenos textos elaborados por alunos das turmas A e B do 8º ano.

Continuem a escrever!

Boas leituras!

Professora: Anabela Ferreira

Mação, um porto seguro

 Desde sempre vivi aqui,  em Mação, um concelho no centro do país, no distrito de Santarém,
 rodeado por magníficas paisagens cobertas por lindos campos verdes.
Viver no campo tem diversas vantagens, que me fazem adorar Mação. Existe pouca poluição atmosférica,  a confusão e o trânsito são raros, a qualquer momento ando um par de metros e encontro-me com amigos, entre muitas outras.
 Aqui podemos desfrutar de diversas atividades turísticas, como uma visita ao Museu de Arte Pré-histórica, o visionamento de filmes, peças de teatro, palestras e outro tipo de apresentações no auditório municipal e no cineteatro. No verão devemos dar um mergulho nas piscinas municipais, a preços bastante acessíveis,  se quisermos explorar o mundo natural, podemos ir a diversas ribeiras em todo o concelho.
 Nesta terra é produzida uma enorme quantidade de diversidade gastronómica saborosa e adorada aos olhos de todos, somos exímios na produção de presunto, mel, vinho e azeite.
Recomendo assim a visita de todos a esta maravilhosa vila, assim que as circunstâncias o permitam. Todos aqui serão bem recebidos por este povo simpático e amável, diversão e interesse não lhe irão faltar na sua estadia aqui!

Martim Estrela, 8ºA

Horizonte Solidário – Ação “outubro Rosa” – 30 de outubro 2020

No passado dia 30 de outubro, no âmbito do “outubro Rosa”, integrado no Horizonte Solidário, os alunos do Agrupamento de Escolas Verde Horizonte mostraram estar sensíveis à prevenção do cancro da mama.

         No período da manhã, no âmbito dos “Dez minutos de leitura”, foram lidos pelos alunos POEMAS sobre a conscientização e alerta para a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do cancro da mama; houve lugar a um Registo Fotográfico, por turma; e os alunos puderam ainda participar na ação mentimeter, “apresentação em nuvem”, através da resposta à questão: Define, numa palavra, o que te sugere o “outubro Rosa”.

          Porque toca a todos, muitas foram as nossas crianças, adolescentes e jovens adultos, professores e assistentes técnicos operacionais que vestiram a cor da prevenção e que participaram na ação mentimeter.

           Num total, na ação mentimeter, na Escola Sede, contámos com 124 participações, e na Escola Básica 1º Ciclo de Mação com 20, Turma de 4º ano, MAC6.

           Porque criamos laços com a vida, palavras como: Coragem, Prevenção, Solidariedade, Esperança, Vontade, Vencer, Amor e Laço, são, para todas nós, Agrupamento de Escolas Verde Horizonte, as que melhor representam o “outubro Rosa.  

A Equipa do Horizonte Solidário não poderia deixar de agradecer ao professor José Gonçalves, pela sua colaboração, através do registo fotográfico, e a todos os estiveram connosco, sobretudo alunos, numa causa que toca a todos! 

https://sites.google.com/verdehorizonte.net/horizontesolidario/horizonte-solidario?authuser=0#h.da6dd3ki7q8l

A Coordenadora do Horizonte Solidário

Professora Cláudia Olhicas