Projeto de divulgação de textos originais

O projeto ideal

Quando eu tinha por volta de treze anos, eu era subdelegado de turma e à nossa espera tinha o projeto que ainda ninguém sabia e ia ser divulgado em setembro.

Nesse próprio dia, eu estava muito feliz para conhecer esse tal projeto.

Quando chegou a hora, fomos lá. Quem nos falou nesse projeto foi o senhor diretor e disse umas palavras breves e rápidas:

– Bom dia, este projeto é para os alunos do 8º ano e também para o delegado e subdelegado.

Eu fiquei muito feliz e depois dos outros irem embora o senhor diretor disse-nos:

– O projeto serve para vocês melhorarem a vossa cultura e é para no fim de semana irem a Lisboa,  à praia da Caparica, porque vai estar lá a escritora Sophia de Mello Breyner Andresen e para vos acompanhar terão a professora Anabela Ferreira.

No fim de semana, fomos para o autocarro e quando eu soube que a delegada estava doente fiquei preocupado e aflito, eu não podia ser o único aluno. Convidei o André Loureiro para ir comigo e ele aceitou.

Quando chegamos lá, ficamos espantados com a enorme vista, via um quilómetro de mar, areia limpa, sem vidros enterrados e estava lá ninguém a não serem nós e a escritora.

Depois falamos com a escritora, organizamos as nossas prioridades e ela mostrou gostar tanto de nós que foi comprar-nos um gelado.

Quando vínhamos para regressar, um ladrão abordou a escritora no seu carro. Eu e o André fomos a correr e depois o André atirou-se para cima do carro e o ladrão bateu com o carro contra o muro.

Finalmente, tudo acabou bem. E foi assim a minha aventura.

Mateus Vicente, 8ºB

Anúncios

Clube do Leitor

Competição Nacional de Oratória 2017 – EPSC no British Council Lisboa II

Aqui, agora e sempre que quiseres podes ver e rever o entusiasmo, o comprometimento e a motivação de mais de 30 jovens que abraçam este projeto da ESU, English Speaking Union, dinamizado pelo British Council de Lisboa. A tua colega Inês Pereirinha, da turma A, do 12º ano brilhou e encantou todos com a sua eloquência em expressão inglesa, no salão nobre desta tão ilustre e consagrada escola de língua inglesa. Também podes ver a Ana Carolina Marques e a Leonor Bento, da mesma turma que mostraram os seus conhecimentos, quer de cultura geral, quer da língua de Shakespeare ao mais alto nível. Nas fotos de grupo podes ver todos os participantes do evento deste ano de 2017, onde a 26 de março, alunos de Guimarães, Estoril, Palmela, Mação, Tomar, Lisboa, Algarve, Bragança, Oeiras entre outros pontos do país, se juntaram para apresentar os seus discursos sobre a temática A PAZ NÃO É SOMENTE A AUSÊNCIA DA GUERRA, citação de Martin Luther King num discurso sobre os direitos humanos. Para as tuas colegas esta atividade representa certamente uma excelente oportunidade de crescer com criatividade e literacia no uso da informação… Para ti, um desafio…. Um exemplo de boas práticas a ter como inspiração… Depois de ouvir todos os discursos de 5m em inglês, o júri decide quem serão os 10 finalistas e destes, um representará Portugal na final Internacional em Londres onde competirá com jovens de países como a Irlanda, a Nova Zelândia, as Filipinas, a India, o Canadá ou os EUA.

Promovido pelo Clube de Debate do agrupamento.

Texto de Sílvia Ramadas

Coordenadora do Clube de Debate

Este slideshow necessita de JavaScript.

MISSÃO APRENDER – 23 DE JUNHO 2017

Cartaz Missão Aprender - Hugo Sampaio -23 de junho 2017.png

No próximo dia 23 de junho, pelas 14h 30m, o projeto Educativo Missão Aprender vai estar no Cineteatro de Mação, através de uma parceria entre a Câmara Municipal de Mação e o Agrupamento de Escolas Verde Horizonte de Mação. Trata-se de um espetáculo musical, intergeracional, com uma forte componente lúdico-pedagógica que pretende desenvolver competências culturais e sociais.

Traz os teus avós e/ou pais e vem divertir-te com o músico Hugo Sampaio. Caso pretendas, poderás adquirir o CD com 12 temas originais pelo especial valor de 5€.

A professora Cláudia Olhicas de Jesus

CRIA – 2 DE JUNHO DE 2017 – DE CORAÇÃO CHEIO… “Ao Encontro de Mudanças e Desafios, e de Crescimento Pessoal”

IMG_3242.JPG

Clicar na foto para ver a reportagem completa.

 

Alunos do 12º A assumiram papel de tutores na última atividade de um grande projeto onde os afetos foram prioridade!

Eu sou do tempo… dos alunos brilhantes! Tempo esse do AGORA e que o seja para SEMPRE! Tempo de partilha, de ternura, de afetos, sorrisos e encanto, e de muita SOLIDARIEDADE! Mais uma vez tive o privilégio de verificar o entusiasmo e a dedicação dos alunos do 12º A na realização da última atividade concretizada no âmbito do projeto que iniciaram no ano transato e que agora terminou. Alunos brilhantes contagiam alunos brilhantes! E estes, de palmo e meio, aceitaram o desafio, contudo com alguma preocupação e ansiedade. Mas quando a solidariedade é o mote, apesar de alguns senãos, a vontade e a determinação, de grandes corações, sobrepõem-se a tudo o resto! E assim foi! Os meninos de palmo e meio, dezanove alunos da turma do 5º A acompanhados pelos seus Tutores – alunos do 12º A – lá foram ao encontro, também eles, de mudanças e desafios no Centro de Recuperação e Integração de Abrantes. Nesse dia, 2 de junho 2017, as atividades foram ao encontro do que já vem sendo hábito, canto/música, dança, acrobática e atividades quinestésicas. O C.R.I.A. parou para receber esta grande equipa! Esperavam-nos, naquela tarde, cerca 150 utentes e trabalhadores, cheios de entusiasmo, expetativa e brilho no olhar! Os “pequenos” do 5º A foram, aos poucos, percebendo também a sua missão ali! Jamais me esquecerei dos “chefes”, palavra que os “pequenos” do 5º A usaram para identificar os seus Tutores. E nesse papel assumido pelos alunos do 12º A não poderia estar mais satisfeita, desempenharam-no sem reparos, quase na perfeição. Curiosamente foi nesta última atividade que a comoção pelos afetos mais se fez sentir pelos alunos do 12º A. Os sorrisos constantes, os abraços apertados, a soar das palmas, a alegria pelo movimento, a atenção à voz da “nossa” Amélia e ao som da Guitarra do “nosso” João Delgado, tornou este dia especial e diferente para todos! Agradeço por isso ao C.R.I.A., pela oportunidade de tornar estes alunos seres mais capazes e altruístas! Obrigada C.R.I.A. mil vezes por acreditar nos meninos do Agrupamento de Escolas Verde Horizonte de Mação e pela calorosa receção! Um obrigada ao Dr. Nelson de Carvalho, ao Dr. Carlos Veríssimo, um obrigada especial à Dra. Ruth Silva e ao Professor Diogo Rosado. Por fim agradeço à Câmara Municipal de Mação, ao Dr. Vasco Estrela e ao Diretor do Agrupamento de Escolas Verde Horizonte de Mação, Dr. José António Almeida, sem vocês à retaguarda nada disto seria possível! Um obrigada ainda ao fotógrafo de serviço, Professor João Gonçalves, ao Diretor de Turma do 5º A, professor Luís Pereira, e à Assistente Operacional, Rosário Murta.

Para finalizar, acredito eu, que esta última atividade, de conclusão do projeto Solidário do 12º A, vai deixar muitas saudades…Amélia Silva, João Delgado, Carolina Marques, Inês Pereirinha, Miguel Esteves, Rafaela Rei, Daniela Martins, Rodrigo Leitão, Leonor Bento, João Ferreira, Mónica Marques, Gonçalo Martins e Diogo Borracha, a vossa entrega a cada causa é sempre extraordinariamente contagiante! Aprender com novos desafios e pela diferença permitiu a estes alunos, com certeza, a aquisição de novas competências, que ficam para a vida. E assim se motiva, e assim se aprende, e assim se conquistam alunos. Obrigada a todos pelo vosso caráter e demonstração humana! Continuem assim meus queridos e que os vossos sucessores, 5º A, espero eu, possam continuar o que vocês iniciaram, que a mensagem tenha chegado lá! Obrigada também aos “meus” pequenos aprendizes do 5º A, porque estão no bom caminho – Amadeu António, Ana Luísa Rocha, Carolina Loureiro, Francisco Oliveira, Francisco Pereira, Guilherme Matos, Gustavo Marques, João Martins, Lara Godinho, Leonor Pereira, Madalena Durão, Mafalda Parente, Margarida Moleiro, Maria Beatriz Pires, Maria Carolina Rito, Maria João Silva, Martim Matos, Nicole Gonçalves e Rafael Rei.

Texto: professora Cláudia Olhicas de Jesus

Fotos: professor João Gonçalves

Sarau de Fim de Ano

A noite de Sexta-feira, em Mação, foi noite de festa. O Agrupamento de Escolas Verde Horizonte, marcando o final de mais um ano letivo, organizou, novamente, o seu tradicional Sarau, no Cine-Teatro de Mação; um fantástico espetáculo proporcionado a toda a comunidade maçaense pelos nossos queridos alunos.

 

Sob a coordenação da professora Alexandra Ribeiro, a equipa de professores e funcionários responsáveis pela sua execução levou a cena uma retrospetiva dos anos 60, ao longo da qual largas dezenas de alunos deram o seu melhor para total gáudio da enorme assistência que enchia completamente aquela sala de espetáculos.

Como já vem sendo habitual, a festa do Agrupamento contou a presença do seu Diretor, Dr. José António Almeida que foi o anfitrião na receção ao Sr. Presidente da Câmara Municipal de Mação que, mais uma vez, prestigiou o acontecimento com a sua presença, enfatizando a estreita colaboração existente entre as duas instituições.

Texto e fotos: professor João Pinheiro

 

Há Debate na escola!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos de Margarida Cardoso
No dia 03 de abril, do corrente ano letivo, assistimos ao primeiro debate seguindo o modelo parlamentar britânico, organizado e dinamizado pelo Clube de Debate do agrupamento.
A atividade foi um sucesso!
Os alunos Clara Minhoto, da turma 10º A, do curso de CT, Marta Mousaco, Henrique Silva, Gonçalo Sereno, Khel Huot e Igor Valente, da turma 10ºB, dos cursos de CT e SE e Daniela Martins, João Delgado, Amélia Silva, Leonor Bento, Ana Carolina Marques, Mónica Marques, e Inês Pereirinha da turma 12ºA, dos cursos de CT e LH apresentaram fortes argumentos ao debater as moções “A Fome será erradicada dos países pobres num futuro próximo” e “Fame is not an easy thing to deal with”
Esta atividade destinou-se a alunos do ensino secundário e contou com a presença das docentes Alexandra Ribeiro e Lucília Nogueira que integraram o júri e a Dra. Rosa Walpole, membro da ESU, organização não governamental sem fins lucrativos com décadas de história e que foi buscar inspiração nas mais antigas sociedades de debate britânicas.

O Clube de Debate teve o apoio da SDAL, Sociedade de Debates Académicos de Lisboa e da ESU, na figura da Dra. Rosa Walpole que confessou o seu entusiasmo pela excelência, desenvolvimento de ideias e da articulação do conhecimento dos nossos alunos.

Texto de Sílvia Ramadas

Coordenadora do Clube de Debate