Na disciplina de Português, utilizando a Classroom como ferramenta de trabalho, e na sequência do estudo do texto lírico, lançou-se o desafio da produção de poemas inspirados e com a temática no mar, nos oceanos, nas tempestades, ou nos rios…

Além do exercício de expressão escrita, realizou-se a apresentação oral dos poemas escritos em aula, treinando igualmente esta competência, a fim de se obter a partilha na fruição. O ambiente foi francamente amistoso e de apoio à produção, estimulando, quer para a produção, quer para a audição, e consequente leitura, de poesia.

Posteriormente, os alunos colocaram os seus poemas, com o título abrangente “Ao sabor das ondas”, a integrarem a exposição do Clube Europeu, aprendendo que a partilha com a comunidade educativa é desejável e desenvolvendo o sentido de pertença à comunidade, não só escolar, como também educativa, visto esta exposição estar incluída na semana da Escola Aberta do nosso Agrupamento e ser previsível a afluência de público escolar de todo o Agrupamento e igualmente da comunidade.

Ficou o sabor da poesia e da partilha! 

A professora Anabela Ferreira

Teatro de fantoches “Amar o mar”

A sensibilização para a temática dos Oceanos e sua preservação, surge da necessidade urgente de proteger a vida marinha, alertando para as consequências da poluição e do uso excessivo de plásticos.

Neste âmbito, foi abordado ao longo do ano letivo, com os alunos do 4.ª Ano da Escola Básica de Mação, um leque de conteúdos sobre a Preservação dos Oceanos, na área de Educação para a Cidadania, em parceria com o Clube Europeu do Agrupamento de Escolas Verde Horizonte.

Com este intuito, os alunos das turmas MAC5 e MAC6, inscritos no Clube Europeu, envolveram-se e abraçaram esta temática e realizaram atividades lúdicas com o objetivo de alertar a comunidade escolar para a necessidade de preservar os oceanos.

Os alunos da turma MAC5, tendo em vista a realização de uma peça de teatro, construíram fantoches de animais marinhos, com materiais considerados “lixo”, partindo da história que adaptaram “Amar o Mar” de Jane Prado. A peça de teatro foi apresentada aos alunos do Pré-Escolar, no início de maio, e nos dias que antecederam o Dia Mundial dos Oceanos, às turmas do primeiro e segundo ciclos.

O fantocheiro, construído pela turma do Jardim de Infância JMAC4, foi pintado com um fundo marinho em cartão reutilizado.

A turma MAC6 participou com a construção de animais marinhos a partir de materiais inutilizáveis/recicláveis. Fez-se uma reflexão em torno da importância da reciclagem e da preservação dos oceanos e da vida marinha tendo sido um trabalho gratificante no qual o empenho e motivação dos alunos foram notórios.

Todos os trabalhos fizeram parte da exposição do Dia Mundial dos Oceanos realizada na sede do Agrupamento no dia 8 de junho.

Sabemos que as crianças são os adultos de amanhã. Sabemos que as crianças são a alavanca para uma mudança de mentalidade e mudança de comportamento. Sabemos também que o caminho se faz caminhando…

Assim, todo este trabalho desenvolvido durante este ano letivo foi mais uma etapa deste caminho!

Olga Pereira e Susana Gueifão

Partilha de experiências do 5.ºA/B e 11.ºB

A convite da professora Lígia Silva fui, juntamente com dois colegas do 5.ºA (Francisca Marques e Mariana Moço) e dois do 5.ºB (Martim Ferreira e Rúben Dias), à turma do 11.ºB, falar sobre como realizei o trabalho de grupo sobre o tema “Os Oceanos.”

À chegada apresentámo-nos aos alunos dessa turma e cumprimentámos a professora Mónica Santos que tinha sido nossa professora de Inglês no 1.º Ciclo.

De seguida, cada um de nós leu o acróstico e o poema que tinha escrito em trabalho de grupo. Eu e os meus colegas de grupo fizemos o trabalho sobre o Pacífico que é um oceano enorme e profundo.

Apresentámos os vídeos sobre os oceanos e explicámos a forma como os fizemos e a aplicação usada para as filmagens.

Para concluir apresentei o Chatter Pix Kids sobre o oceano Pacífico e expliquei de que forma utilizei essa aplicação para gravar informação sobre o Pacífico.

No final os alunos do 11.ºB convidaram-nos a fazer um Kahoot sobre curiosidades dos oceanos e tivemos de responder a algumas questões.

Foi uma atividade interessante e divertida! Gostei de partilhar os nossos trabalhos, de conhecer novos colegas e de rever a professora Mónica Santos.

Foi sem dúvida uma atividade a repetir!!!

Francisco Brito N.º7 do 5.ºA 

Oceanos





Fomos ao 11.ºB para ensinar
A importância
Que aos oceanos temos de dar!


Falamos sobre os cinco oceanos
Que todos adoramos!


Muitos oceanos
Estão a sofrer
A não poluir
Temos de aprender!


Chatter Pix Kids
É uma aplicação
Que nós usamos
Com muita diversão!


Um acróstico
Criámos para explicar
Tudo o que pesquisámos.


Cinco pessoas
Cinco oceanos
Muita informação
Mas bastante diversão!


Não se esqueçam
De este poema relembrar
Para mais tarde
Os oceanos ajudar!

Francisca Marques N.º 6 do 5.ºA

“Eu sou…”

No dia 17 de maio fomos apresentar os nossos trabalhos sobre os oceanos à turma B do 11.ºAno.

Cada um de nós falou sobre o oceano cujo trabalho em grupo foi elaborado após proposta da professora Lígia Silva. Numa aula de Português fizemos a pesquisa de informação com recurso à Internet para sabermos dados respeitantes à origem do nome de cada oceano, à superfície ocupada e às características da flora e da fauna. Também ficamos a saber algumas curiosidades sobre os oceanos!

Em grupo escrevemos textos em prosa, em verso e ainda um acróstico. Foi ainda proposta a gravação de um vídeo onde iríamos dar a conhecer as informações pesquisadas.

Os textos em verso e o acróstico foram lidos aos alunos do 11.ºB e ainda lhes explicamos como foram gravados os vídeos mostrando as aplicações usadas: Canva e Clipchamp.

Quando terminámos a nossa apresentação fomos surpreendidos pelos alunos do 11.ºB que nos desafiaram a responder a algumas perguntas sobre oceanos com base num Kahoot.

Mariana Moço N.º 13 do 5.ºA

No dia 17 de maio, cinco alunos do 5.ºAno foram, à sala B5, apresentar vários trabalhos com o título “Eu sou…” inseridos no projeto Gandhi, a uma turma do 11.ºB, do Ensino Profissional, acompanhados pela professora Lígia Silva de História e Geografia de Portugal.
O trabalho feito em grupo consistia na escolha de um dos cinco oceanos, na pesquisa de informação sobre as suas características e na filmagem de um vídeo. Para editar o vídeo sobre o oceano Atlântico foi escolhida a aplicação Clipchamp.

Rúben Dias e Martim Ferreira do 5.ºB


			

Expansão Marítima Portuguesa em Banda Desenhada 

Os alunos do 6.ºAno do Agrupamento de Escolas Verde Horizonte de Mação, após a abordagem da Expansão Marítima Portuguesa, em História e Geografia de Portugal, escolheram alguns episódios dos Descobrimentos e, nas aulas de Educação Visual, desenharam várias pranchas de Banda Desenhada contando a epopeia dos Portugueses ao longo dos séculos XV e XVI.

A elaboração das Bandas Desenhadas teve a orientação dos professores Rita Santos, Rodrigo Goulão e Isabel Pires.

Na disciplina de Organização Geral e Método os alunos pesquisaram dados sobre alguns navegadores portugueses e posteriormente procederam ao preenchimento de uma ficha biográfica.

A pesquisa de informação e posterior seleção de dados mais relevantes permitiu que os alunos tivessem conhecimento de aspetos diretamente relacionados com vida dos navegadores e o seu contributo para a Expansão Marítima Portuguesa.

A exposição de trabalhos teve como título “Heróis dos oceanos!” e foram apresentadas fichas biográficas dos seguintes navegadores portugueses: Tristão Vaz Teixeira, João Gonçalves Zarco, Bartolomeu Perestrelo, Diogo de Teive, Gil Eanes, Diogo Cão, Afonso de Paiva, Pêro da Covilhã, Bartolomeu Dias, Vasco da Gama, Pedro Álvares Cabral e Fernão de Magalhães.

Também fez parte da exposição uma mesa com sais marinhos preparados pelas alunas do 10.ºD do Curso Profissional de Estética sob orientação da professora Fátima Estêvão.

As atividades foram implementadas em articulação com o Clube Europeu do AEVH.

A professora Lígia Silva

Dia da Europa

No dia 9 de Maio celebra-se o Dia da Europa e a nossa escola não podia deixar esta data de parte!

Na primeira semana de maio, os alunos do 9.ºA e do 9.ºB fizeram uma pesquisa sobre as lendas dos diversos países da Europa (orientação e revisão da professora Anabela Ferreira), que, dias depois, foram ilustradas pelos alunos do 1º Ciclo, Mac 5 e  MAC 6 (articulação e orientação das docentes Olga Pereira, Susana Gueifão e Paula Candeias), nomeadamente: a Lenda da Guendalina, da Itália; a Lenda do Ouro do Rei Midas, da Grécia; a Lenda de Mesulina, do Luxemburgo; la Belle et la Bête, da França; a Floresta do Olho da Agulha, da Estónia; a horrorosa lenda de SKO-ELLA, da Suécia; a lenda da sinagoga velha-nova, da República Checa; o relógio da Basílica de Santa Maria, da Polónia; a lenda de Lorelei, da Alemanha; a lenda de Afrodite, de Chipre; a lenda da calçada do gigante, da Irlanda; a lenda do ouro do rei Midas, da Grécia, e sem esquecer a lenda da Nossa Senhora da Nazaré, de Portugal, e integraram uma exposição conjunta.

Ainda na primeira semana desse mês, os alunos do 7.ºano realizaram uma exposição sobre o Bilhete de Identidade dos países da União Europeia com a orientação da professora de Geografia, Ana Margarida Lima.

No próprio dia, foram distribuídos pombas brancas e  cartões para os membros do Clube Europeu, pombas essas que foram feitas pelos alunos da MAC 6 do 1ºCiclo, foram juntamente entregues bonés azuis, uma das cores da bandeira da União Europeia e representativa da cor dos oceanos e da sua preservação – tema da Rede de Clubes Europeus para o ano letivo 2021/2022.

As alunas Inês Ferreira e Leonor Rodrigues, do 9.ºA, leram um pequeno texto sobre a criação da União Europeia, de seguida, foi hasteada a bandeira da mesma e, para terminar, alunos do 2.º Ciclo, sob a orientação da professora de Educação Musical, Ana Montargil, tocaram o Hino da Alegria de Beethoven.

          Assim se celebrou o Dia da Europa no nosso Agrupamento!

Texto de Inês Jesus Ferreira do 9.ºA e professora Anabela Ferreira

Concurso Rosa dos Ventos

O concurso teve como objetivos reconhecer os pontos cardeais e colaterais, utilizar diferentes técnicas de expressão gráfica e promover a criatividade.

Os alunos do 5.º e 7.º Anos participaram no Concurso “Rosa dos Ventos” dinamizado pelos professores de História e Geografia de Portugal do 2.º Ciclo (António Bento e Lígia Silva) e de Geografia do 3.º Ciclo (Ana Margarida Lima).

A votação foi feita através de um Google Forms onde apareciam as fotografias das 55 das rosas dos ventos que estavam a concurso e o respetivo link foi enviado, aos professores do Agrupamento e aos alunos do 2.º e 3.º Ciclos através dos respetivos Diretores de Turma.

Os votantes usaram o seu email institucional, selecionaram apenas uma rosa dos ventos e submeteram o seu voto ou então através de um QR Code que esteve afixado no placard onde constam todos os trabalhos.

Foram apresentados cinquenta e cinco trabalhos, havendo uma votação bastante participada, com cento e quarenta e seis votantes, e após a contagem obteve-se o seguinte resultado:

1.º lugar – Dinis Rei do 5.º B

2.º lugar –  Tomás Dias do 7.ºA

3.º lugar – Gonçalo Martins e Rodrigo Martins do 7.ºA

dav

 A professora Lígia Silva

Dia Internacional da Mulher  

No âmbito do tema 2021/2022 “Os oceanos”, os membros do Clube Europeu do Agrupamento de Escolas Verde Horizonte de Mação, num total de 34 alunos do 1.º ciclo e 86 do 2.º ciclo, coloriram conchas que foram usadas para decorar a imagem, de perfil, de uma Mulher que fez parte da exposição “Mulheres incríveis que mudaram o Mundo!”

A figura da Mulher foi criada a partir de cartão reutilizado e pintada pelos alunos do 1.º ciclo com recurso a esponja guache.

Os alunos do 4.ºAno também realizaram acrósticos a partir da palavra MULHER com referência a profissões, nomes, adjetivos, joias e elogios.

No dia 8 de março foi entregue, pelos membros do Clube Europeu, a todas as professoras e funcionárias do Agrupamento de Escolas Verde Horizonte de Mação, uma pulseira com uma “pérola” dentro de um saquinho de organza com um bilhete e a seguinte mensagem “Mulher, és uma pérola. Brilha!” 

Ao longo do dia foram ouvidas diversas músicas cujo tema principal é a Mulher com a colaboração da Artista Residente Francisca Correia.

As professoras Lígia Silva e Olga Pereira

Mulheres incríveis que mudaram o Mundo!

Os alunos do 6.º A, membros do Clube Europeu do Agrupamento de Escolas Verde Horizonte de Mação, participaram na comemoração do Dia Internacional da Mulher redigindo biografias de dezasseis mulheres que se destacaram em diversas áreas, tais como Medicina, Direito, Química, Engenharia, Pintura, Jornalismo, Política, Literatura e Forças Armadas. 

Os alunos pesquisaram informação sobre a vida das mulheres escolhidas e posteriormente selecionaram a informação mais relevante para procederem ao preenchimento de uma ficha biográfica.

Os trabalhos foram expostos com o objetivo de divulgar o papel dessas mulheres na mudança de mentalidades e o reconhecimento pelas suas ações na luta pela igualdade de direitos.

Os membros do Clube Europeu contribuíram para que se fizesse a divulgação do papel de dezasseis mulheres cuja ação ficou na História Nacional.

8 de março é uma data que deve ser celebrada em honra das Mulheres que reivindicaram o direito a exercer profissões que durante séculos apenas foram desempenhadas por homens! 

A professora Lígia Silva

Os Direitos Humanos na primeira pessoa II

(marcadores e cartazes)

Eu escolhi o Direito Humano “Lazer” , porque acho que todas as crianças têm direito a brincar com a família ou com os amigos, na escola, em casa ou noutros locais. Penso que o “Lazer” ajuda as crianças a serem felizes.

Martim Ferreira N.º13 do 5.ºB

Eu gostei da atividade que fizemos nas aulas de HGP. Fiz um marcador com a palavra “Vida” e escolhi esta palavra, porque algumas pessoas vivem na miséria ou seja não têm uma vida como deveriam ter. Eu gostei muito da atividade, porque além de nos divertimos, também aprendemos muito sobre os Direitos Humanos.

Leonor Assunção N.º 11 do 5.ºA

Os Direitos Humanos são os direitos básicos de todos os seres humanos. O Dia Internacional dos Direitos Humanos é comemorado no dia 10 de dezembro.

O Clube Europeu implementou duas atividades para comemorar esse dia e os professores de HGP, EV e ET pediram aos alunos para fazerem trabalhos que foram expostos na escola.

Numa aula de História e Geografia de Portugal a professora Lígia Silva distribuiu marcadores, em cartolina colorida, com animais marinhos desenhados e cada aluno escolheu o que mais gostou.

Depois a professora projetou algumas palavras alusivas aos Direitos Humanos para serem escolhidas pelos alunos e que iriam ser escritas no marcador. De seguida escreveram a respetiva palavra no marcador e pintaram a palavra selecionada.

Depois dos marcadores terminados, a professora tirou fotografias a cada aluno com o seu marcador, depois fez um vídeo em que aparecem os alunos a fazer o marcador e outro a mostrar o trabalho final. Também tirou uma fotografia com todos os marcadores da minha turma.

Nas disciplinas de Educação Visual e de Educação Tecnologia fizemos cartazes relativos aos seguintes Direitos Humanos: Liberdade, Nacionalidade, Democracia, Família, Religião, Igualdade, Cultura, Solidariedade, Integridade, Responsabilidade, Justiça, Trabalho, Educação, Proteção, Privacidade e Dignidade. Além de escrevermos um Direito Humano também fizemos um desenho que ilustrava esse mesmo direito.

Todos somos iguais, todos temos direitos e deveres! Devemos respeitar os nossos direitos, mas também os direitos dos outros!

Bárbara Pombo N.º 2 do 6.ºB

Nas disciplinas de História e Geografia de Portugal, Educação Visual e Educação Tecnológica fiz um marcador de livros e um cartaz sobre os Direitos Humanos.

As palavras que eu utilizei nos meus trabalhos foram “Igualdade”, “Cultura” e “Lazer.”

Foi muito divertido e ajudou-me a compreender melhor o que são os Direitos Humanos!

Ana Rita Rosa N.º 1 do 5.ºB

É muito divertido fazer atividades diferentes do vulgar para aprender de maneiras variadas!

Fazer  o trabalho dos marcadores foi muito interessante, porque cada palavra “mexe” com as pessoas de maneira diferente, por isso nem todos os alunos escolheram as mesmas palavras.

Eu escolhi a palavra” Vida”, porque acho que é algo a que todos devemos ter direito. Foi também engraçado ver como cada aluno representou a mesma palavra de formas diferentes.

O trabalho dos cartazes foi interessante ao permitir libertar a nossa criatividade no modo como colorimos as letras da palavra escolhida com padrões de que mais gostamos e no desenho associado à palavra dando origem a trabalhos muito giros!

Adorei fazer estes trabalhos!

Clara Cardoso N.º 3 do 6.ºB

A Liberdade é um direito

Dos Humanos e dos animais!

Vamos lutar para vencer

Porque somos todos Iguais!

Seja homem ou mulher

Golfinho ou tubarão

Os Direitos Humanos

Devem ser Universais!

No Mundo em todas as nações!

Lara Matos N.º do 6.ºB

Nas disciplinas de HGP e EV/ ET fizemos duas atividades sobre os Direitos Humanos (marcadores e cartazes).

Eu acho que estas atividades são importantes, porque não os conhecemos bem e porque apesar de se falar muito de Direitos Humanos, a verdade é que vemos muitas injustiças como é o que acontece com os migrantes e os refugiados que fogem do seu país à procura de uma vida melhor.

Lara Sequeira Craveiro N.º 9 do 6.ºB

No marcador dos Direitos Humanos eu escolhi a palavra “Proteção” e o animal marinho foi o golfinho. Porquê? Porque proteção é um direito! E todos os seres vivos têm direitos!

Para mim a proteção significa cuidar e proteger para mal não acontecer.

O meu marcador ficou colorido com algumas cores e o golfinho azul.

Catarina Silva N.º 1 do 6.ºA

Nas aulas de HGP e EV/ET foram realizados marcadores e cartazes sobre os Direitos Humanos.

Foram escritas palavras simples, mas com muito significado e palavras com muito valor!

Em HGP a professora projetou algumas palavras e fizemos marcadores escolhendo apenas uma delas.

O meu marcador foi feito com a palavra “Família”.

Os meus colegas escolheram as palavras Proteção, Dignidade, Vida, Saúde, Lazer, Justiça, Solidariedade e Liberdade.

Nas aulas de EV/ET fizemos cartazes com as palavras Privacidade, Religião, Liberdade, Lazer, Expressão, Justiça, Família, Dignidade, Trabalho, Educação, Proteção e Democracia.

Somos todos iguais em Dignidade e direitos

Temos Família e Religião.

Todos nós temos direito à Justiça e à Proteção

Liberdade e Privacidade.

Temos direito à Educação, à Saúde, a um Trabalho digno e pago.

Temos direito à Liberdade de opinião e de expressão.

Temos o dever de continuar a conquistar os nossos direitos!

O ser humano é tudo na Vida!

É capaz de realizar todos os seus sonhos

É livre!

Vitória Saramago N.º18 do 6.º A

Numa aula de OGM fiz um marcador com a imagem de um golfinho pequenino e azul da cor de mar, e escrevi a palavra “LAZER” com letras que parecem um balão. As letras estavam todas coloridas, de várias cores, para me lembrar como termina uma história de encantar. Fiz também mini corações e tentei desenhar um anjo, mas não correu bem… mas o que vale é tentar!

Em Educação Visual e Educação Tecnológica desenhei, atrás da palavra “JUSTIÇA”, uma balança pois os direitos são para todos, sem excluir ninguém!

A Justiça deve ser para todos!

Também desenhei um emoji a sorrir.

Todos temos direitos e deveres que devemos cumprir!

Martim Rei Marques N.º do 5.ºC

Os Direitos Humanos na primeira pessoa I

(marcadores e cartazes)

O Clube Europeu, para assinalar o Dia Internacional dos Direitos Humanos, pediu para participarmos em algumas atividades. Este dia comemora-se a 10 de dezembro e é um dia muito importante, porque todos nós temos direitos, mas também deveres.

Na aula de História e Geografia de Portugal fizemos marcadores de livros. Para o meu marcador escolhi um pinguim como animal aquático, porque este ano o tema do Clube Europeu é “Os oceanos.” Também tivemos que escolher uma palavra da lista dos Direitos Humanos e escrevê-la no marcador. Eu escolhi “Proteção”, porque acho que todas as pessoas, quer sejam adultos ou crianças, e até os animais, têm o direito a ser protegidas. No fim decorei o marcador ao meu gosto.

Nas disciplinas de Educação Visual e de Educação Tecnológica fizemos cartazes com algumas palavras-chave relativas aos Direitos Humanos. O meu cartaz tinha escrito a palavra “Participação” que foi feita com a técnica do ponto, linha e cor. Primeiro selecionei as letras que precisava e depois desenhei linhas dentro das letras. As linhas que escolhi foram onduladas. Depois escolhi as cores vermelha, azul e amarelo e colori a palavra “Participação” de uma forma sequencial. De seguida, fiz um desenho sobre a palavra e colei numa cartolina.

Os marcadores fizeram parte de uma exposição e os cartazes foram expostos na sala dos professores e no corredor do bloco B.

Gostei muito de fazer estes trabalhos principalmente sobre este tema, porque faz-nos pensar de que forma podemos viver melhor uns com os outros.     

          Francisco Brito Nº 7 do 5.ºA   

Nas aulas de História e Geografia de Portugal, e nas aulas de Educação Visual e de Educação Tecnológica fizemos trabalhos em homenagem aos Direitos Humanos e neste texto vou falar como fiz esses trabalhos.

O trabalho de História e Geografia de Portugal era fazer um marcador sobre um dos direitos e eu escolhi o direito a ter uma Nacionalidade.

Cada marcador tinha um animal marinho. Eu escolhi um búzio e fiz um desenho sobre o Direito Humano.

                                                             

Nas aulas de Educação Visual e de Educação Tecnológica tínhamos que escolher um Direito Humano e fazer um cartaz. O direito que eu escolhi foi “Saúde“. No cartaz, para decorá-lo, tínhamos de colocar um emoji e o meu era de um coração pintado com lápis de cera.

Gostei muito de fazer os trabalhos, porque gosto de pintar e desenhar.

Gabriel Dias N.º7 do 5.ºB

Numa aula de História e Geografia de Portugal foi-nos dada uma lista de palavras sobre os Direitos Humanos e tínhamos de escolher uma. Eu escolhi a palavra “SAÚDE.”

Após escolhermos uma palavra associada aos Direitos Humanos escrevemos num marcador que tinha desenhos de animais marinhos e eu escolhi o de um peixe.

Nas aulas de Educação Visual e de Educação Tecnológica foi-nos apresentado o tema “Direitos Humanos.” O professor Rodrigo Goulão escolheu uma palavra para cada aluno e a minha foi “NACIONALIDADE.” Escolhida a palavra, tinha de fazer um cartaz utilizando papel cavalinho A3. Usei vários materiais, recortei as letras, pintei-as com lápis, colei e depois desenhei uma “bandeira sorriso” onde usei lápis de cera e giz.

Lucas Borges N.º11 do 6.ºB

O meu marcador era sobre o Asilo. Na parte de trás do marcador eu desenhei uma pessoa num rasto de destruição, lá no fundo havia uma linda aldeia para onde a pessoa foi viver (Asilo).

O meu cartaz era sobre a Igualdade e eu desenhei “1=1”.

Eu adorei estas atividades!


Dinis Rei N.º5 do 5.ºB

Com estes trabalhos deu para perceber e aprender mais sobre os Direitos Humanos, ou seja, todos os seres humanos, apesar de serem diferentes, devem ter os mesmos direitos.

A atividade dos marcadores, na disciplina de HGP, foi muito divertida e esclarecedora!

A atividade dos cartazes, em Educação Visual e Educação Tecnológica, foi igualmente divertida e agradável.

Eu gostei muito destas atividades, porque consegui aprender mais sobre os Direitos Humanos, percebi melhor que todo o ser humano tem direito à Igualdade, cuidados de Saúde, ter um Trabalho e à Liberdade, entre outros direitos.

O marcador que escolhi foi o do golfinho e a palavra que escolhi foi “Igualdade.”

A palavra que me foi atribuída para o cartaz foi “Dignidade.”

Diverti-me bastante com estas atividades e aprendi coisas que todas as pessoas deviam saber!

Ashley Mendes N.º 1 do 6.ºB

Eu escolhi a palavra “Liberdade”, porque acho que todos os seres vivos deveriam viver em liberdade sem sofrerem qualquer tipo de repressão ou perseguição.

Escolhi um marcador com o desenho de um polvo, por ser fisicamente diferente dos outros, mas também merecer ser livre.

No cartaz sobre os Direitos Humanos desenhei um homem recatado, ao pé da árvore a ler um livro, e a palavra escolhida foi “Privacidade”, pois a privacidade de cada pessoa deve ser respeitada garantindo deste modo a sua liberdade.

Matilde Pimenta N.º 14 do 6.ºB

A professora de HGP deu-nos a opção de escolher uma palavra que aparecia no quadro sobre os trinta Direitos Humanos e eu escolhi “LAZER”, e também nos apresentou diversos marcadores e eu escolhi o do golfinho.

Comecei por pensar em tipos de letra e então pensei no tipo de letra perfeito para o meu trabalho! Escrevi a palavra no marcador, a lápis, e depois quando achei que tinha feito bem contornei a caneta. A professora disse que, se nós quiséssemos ilustrar a parte de trás do marcador podíamos fazê-lo, então como a minha palavra era LAZER, desenhei uma criança a ver televisão.

Nas aulas de Educação Visual e de Educação Tecnológica deram-me uma palavra sobre os Direitos Humanos e as letras do alfabeto.

Em primeiro lugar fiz seis manchas em cada letra que precisava para escrever a palavra “Privacidade” e apliquei a técnica do ponto e linha dentro das manchas. De seguida colei as letras numa cartolina azul pois o professor Rodrigo Goulãodisse que, na minha palavra, ficava melhor e contornei com caneta de ponta fina.

Depois de ter contornado a palavra recortei-a e colei na cartolina.

Mostrei o meu trabalho ao professor Rodrigo Goulão que disse para fazer um emoji onde poderia aparecer um cadeado com uma chave pois a minha palavra era “Privacidade.”

Mafalda Silva N.º 5 do 6.ºA

Dentro do tema dos Direitos Humanos fiz, na aula de OGM, um marcador com um animal marinho e escolhi escrever a palavra “Saúde”, porque é algo essencial à vida humana.

Como o tema do marcador era “Os oceanos” escolhi a cor azul.

Nas aulas de Educação Visual e de Educação Tecnológica, desenhei meninos e meninas de várias cores, no meu cartaz, porque todos devem ter acesso à “Saúde“, independentemente da cor, do sexo, da religião e outros aspetos que possam ser diferenciadores.

Samuel Alves N.º17 do 5.ºC