Júnior Seguro “On The Road” – Segurança Rodoviária Infantil

            No dia 19 de novembro de 2021, a turma MAC1 do 1.º ano da E.B. de Mação, participou numa aula online do Júnior Seguro On The Road.

A aula, moderada pela professora Liliana Madureira da APSI – Associação para a Promoção da Segurança Infantil -, teve a duração de uma hora e abordou temas sobre cidadania e segurança rodoviária infantil.

         Com recurso à plataforma online Júnior Seguro, os alunos exploraram o site, realizaram atividades, visualizaram vídeos sobre comportamentos a ter quando circulam na rua, jogaram alguns jogos interativos e interagiram com a professora.

         A APSI, em colaboração com a ANSR – Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária -, abordou assuntos considerados prioritários para esta faixa etária.

         Foi proposto aos alunos realizarem um trabalho de expressão plástica sobre segurança rodoviária, ao qual aderiram com entusiasmo e que passam a mostrar.

MAC1 do 1.º ano da EB de Mação

(Prof. José Manuel Sequeira)

Halloween na E.B.1 de Mação:

And the winner is…

Certamente ainda alguns de vós se lembrarão de terem lido a notícia referente à nossa exposição de Halloween na E.B. 1 de Mação e de ter visto o trabalho fantástico dos alunos da turma MAC 6.

Contudo, e como a notícia não revelava qual o chapéu preferido dos alunos das três turmas votantes (MAC 4, MAC 5 e MAC 6), de modo a que também os leitores pudessem observar e emitir a sua opinião sobre o chapéu mais criativo, não queríamos deixar que o suspense continuasse por mais tempo. Assim, caros leitores, aqui fica a resposta: o chapéu vencedor foi o da aluna Miriam Giblote, que agora podem ver nas fotos.

De realçar que, embora haja um vencedor, todos os participantes terão direito a um certificado e o que conta é a participação na atividade, os chapéus artísticos que criaram, bem como os momentos divertidos e criativos que certamente envolveram a família. Mais ainda, importa lembrar que, apesar de o Halloween se ter tornado um motivo de comemoração global, importada de países anglófonos, e, por isso, alvo de tratamento nas aulas de Inglês, a nossa identidade e cultura não foram esquecidas. Se por um lado, as aulas de Inglês são uma janela aberta para outros países, outras culturas e outra língua, são também motivo de comparação e celebração das nossas raízes. Daí que se tenha comparado a origem do Halloween e do Dia de Todos os Santos, as tradições americanas e portuguesas, com vista a valorizar e celebrar as nossas origens.

Para finalizar, deixo os meus agradecimentos pelo empenho, dedicação e envolvimento, que resultaram no trabalho de qualidade que puderam ver.

Mónica Santos

Professora de Inglês

Robótica Educacional – Escola abre portas aos robôs

O IPT levou a Robótica às salas do 4.º ano da Escola EB1 de Mação

Na manhã do dia 15 de novembro, as turmas do 4.º ano, MAC 5 e MAC 6, da EB de Mação, fizeram uma videochamada para o IPT – Instituto Politécnico de Tomar, para aprenderem mais sobre robôs.

O professor António Manso e a professora Maria Cristina Costa deram a conhecer os robôs, a sua importância para a nossa vida, como controlá-los através de aplicações utilizando computadores, assim como a linguagem de programação Scratch: https://scratch.mit.edu/

Explicaram, ainda, aos alunos das turmas, as diversas utilidades da tecnologia, como os robôs no seu dia a dia. Os alunos puderam ver os robôs de Lego Mindstorms a funcionar e a matemática a ser aplicada. Puderam ver também a robô Sophia em funcionamento e a ser entrevistada.

Foram apresentados vídeos demonstrativos para que a turma compreendesse a importância da robótica: robôs cozinheiros, robôs que ajudam pessoas a carregar cargas pesadas, outros que ajudam pessoas com problemas motores a fazer a sua alimentação e as suas tarefas diárias.

Os professores estiveram abertos à curiosidade das crianças e responderam a todas as suas perguntas e dúvidas, tendo as turmas aprendido bastante sobre este tema e compreendido que a ciência e o ser humano estão sempre de mãos dadas, para um amanhã melhor.

O Tomás Gaspar trouxe também para a sala de aula um jogo, o Superdoc, em que somos nós a programar um robot, e lá estava a matemática presente.

Todos gostámos e achámos esta atividade muito interessante!

Matilde , Madalena, Gabriel, Laura, Miriam, Bianca, Ariana

Alunos do 4.ºano, MAC 6

MAPAS / MAPEANDO PARA APRENDER

No dia 9 de novembro, os corredores do Bloco C, piso 0, ficaram repletos de mapas. Víamos a Professora Leonor e a Professora Paula com mapas, o professor José Manuel Sequeira em cima de uma cadeira a colocá-los…. O que se passaria? Mapas? Como os entender? Estariam a esquecer-se que usamos GPS e o Google Maps?

Quando tudo acalmou, começámos a olhar para tentar perceber como entender as cores, os desenhos, os números, os gráficos, mas entender só mesmo o nome dos países, rios, oceanos, serras…

Depois, um desafio foi lançado: “Desenhem um mapa que vos apeteça” e começou a AVENTURA DOS MAPAS.

No dia seguinte, dia 10, quarta-feira, fomos convidados a assistir a uma AÇÃO sobre A GEOGRAFIA DOS MAPAS, com o objetivo de nos sensibilizar para a utilidade dos mapas no dia a dia das nossas atividades. Através um conjunto de atividades práticas, com base em jogos didáticos e exercícios práticos, conseguimos compreender a noção de escala, de território e o sentido de orientação geográfica, com base em mapas. A mesma foi orientada por uma Professora do Instituto Politécnico de Tomar que, de uma forma muito divertida, conseguiu que percebêssemos os mapas, as escalas, as cores, as legendas e conseguiu que todos desenhássemos o mapa do local onde se localiza a nossa escola.

Estas atividades foram muito giras e interessantes. Agora olhamos para os mapas e sorrimos, pois já temos uma relação de compreensão com eles. A mesma ação também decorreu na sala dos nossos amigos da MAC 5.

APRENDER É DIVERTIDO!

Alunos da Turma MAC 6 – EB de Mação

HALLOWEEN EM MAÇÃO – “BRUXAS À SOLTA” NA VILA!

No passado dia 31 de Outubro, como um pouco por todo o Mundo, as ruas da vila de Mação encheram-se de magia!

Mação festejou o Halloween, uma festa já com tradições em Portugal, com um programa dedicado às crianças e recheado de horrores: monstros, travessuras, zombies, abóboras iluminadas, mas o principal destaque eram as bruxas com os seus chapéus e vassouras terríveis!

A Escola Básica de Mação, mais uma vez, e com a orientação da Professora Mónica, a Professora de Inglês da EB de Mação, lançou um desafio às Turmas: o de fazerem um chapéu de bruxa, o mais assustador possível e, obrigatoriamente, com material reciclável, pois RECICLAR é necessário.

Desafio aceite pela Turma MAC 6 do 4.º ano, que respondeu de uma forma muito positiva à proposta lançada. Depois de feitos, os chapéus foram colocados em exposição no hall de entrada do piso inferior do Bloco C, e aí estiveram expostos para que os alunos do 3.º ano da Turma MAC 4 e os do 4.º ano da MAC 5 votassem no seu preferido.

Para nosso espanto, o espaço foi decorado de acordo com o tema e foi divertido chegarmos e vermos como tudo ficou disposto de forma harmoniosa e com palavras inglesas alusivas ao tema.

Quem ganhou? Pois não vão ainda saber…vejam e digam-nos em qual votavam.

Miriam e uma “ bruxinha do Halloween” – 4º. Ano – MAC 6

VAMOS A ELEIÇÕES

A Eleição do Delegado e do Subdelegado da MAC 6, do 4º Ano, na Escola Básica de Mação

No dia 20 de setembro de 2021, os alunos da turma MAC 6, do 4º Ano, da Escola Básica de Mação, elegeram o seu delegado e subdelegado.

Os preparativos começaram na semana anterior com a realização da campanha eleitoral. Os alunos fizeram uma campanha eleitoral através de cartazes, vídeos e alguns comícios, para darem a conhecer, aos seus colegas, os seus planos de trabalhos para a Turma. Os pequenos-grandes “candidatos” até propaganda eleitoral fizeram e distribuíram, imaginem!

A eleição foi muito participada, pois quase todos acharam que eram elegíveis, que tinham capacidade para serem representantes da Turma e ajudarem os professores nas tarefas necessárias para o bom funcionamento da mesma. Tivemos um escrutínio secreto, com boletim de votos com a foto e o nome do candidato, em que todos os alunos da Turma votaram, havendo um voto por correspondência de uma aluna que não estava naquele dia.

Foram eleitas como delegadas, com o mesmo número de votos, as alunas Maria Leonor e Madalena e, como tínhamos que respeitar a lei da paridade, foi eleito para subdelegado o aluno Francisco Flôr.

Todos aprendemos bastante com a realização desta campanha eleitoral e eleição.

Depois de algum tempo, decidimos que as eleições deveriam ser repetidas, pois o número de alunos que se tinha proposto para o cargo tinha sido elevado e nem todos tinham o perfil e o à-vontade para as tarefas e cargos a desempenhar.

Assim, vamos fazer uma nova votação, que foi decidida pela unanimidade dos alunos da Turma.

 Numa democracia são situações que acontecem, como a atual do nosso País.

Estamos em período de reflexão e quando o país for a votos, a Turma MAC 6 vai também a votos e já com outra consciência do que é ser DELEGADO de TURMA.

Até lá existe um sistema de rotatividade em que todos participamos nas tarefas necessárias ao bom funcionamento da Turma.

Notícia da Madalena, Raquel, Leonor e Gabriel (MAC 6)

EXPOSIÇÃO – “O Príncipe Feliz”, de Oscar Wilde

Tudo começou por volta do dia 11 de outubro com um simples texto do manual de português chamado “Príncipe Feliz”, de Oscar Wilde, que nasceu em 16 de outubro de 1854, em Dublin, na Irlanda.

As duas turmas do 4.º ano de Mação, MAC 5 e MAC 6, exploraram o texto e o livro nas aulas, durante alguns dias, em português. Depois, aproveitando a exploração do conto, as duas professoras prepararam os seus alunos e motivaram-nos a fazer a estátua do “Príncipe Feliz”, tendo a ideia partido dos alunos da Turma MAC 5, que nos motivaram com os excelentes trabalhos que desenvolveram e nos convidaram a ver. A estátua deveria ter uma particularidade muito importante: ser feita com materiais reciclados!

         No dia 2 de novembro, os alunos das duas turmas levaram as suas estátuas para a escola e as professoras, a professora Paula e a professora Leonor, fizeram uma bonita exposição na sala de entrada do Bloco C.

         Para os alunos alargarem o seu conhecimento sobre o autor deste conto, a exposição conta também com uma breve biografia  e bibliografia de Óscar Wilde, trabalho desenvolvido pela Turma MAC 5.

         Os alunos ficaram entusiasmados com a leitura do conto e com o resultado da realização das estátuas.

Notícia de Laura Barbeiro e Bruna Fraga (MAC 6)

A TERRA TREME EM MAÇÃO

“A TERRA TREME” é um exercício para o risco sísmico, que se realiza anualmente, quer a nível nacional, quer no AEVH de Mação, e que tem como principal objetivo fazer com que crianças, adultos e forças de intervenção treinem o saber agir, caso tal aconteça na realidade.

Assim sendo, no passado dia 5 de novembro, pelas 11.05, durante um minuto fizemos, na EB de Mação, um exercício de simulação da TERRA TREME, “iniciativa promovida pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil que procura chamar a atenção para o risco sísmico e para a importância de comportamentos simples que os cidadãos devem adotar em caso de sismo, mas que podem salvar vidas. Tem a duração de apenas 1 minuto, durante o qual os participantes são convidados a executar os 3 gestos que salvam: BAIXAR, PROTEGER E AGUARDAR”.

Este exercício tão simples, mas que pode fazer toda a diferença ao salvar vidas, foi realizado por todos nós, alunos das turmas do 1º, 2º e 4º ano (Turmas MAC 1, 2, 3, 5 e 6).

Fizemos, ainda, pesquisas sobre este tema, visitando o site:

Deste modo, aprendemos de forma bastante divertida sobre como agir em diferentes espaços físicos. A verdade é que, jogando e pesquisando, vamos aprendendo a atuar de forma cívica no que concerne a salvar vidas!

Prepara-te também tu! O estarmos preparados pode ajudar!

Escola Básica de Mação,

Os alunos da TURMA MAC 6 – 4º ANO

(Profª Ana Paula Candeias)

VAI CORRER TUDO BEM!

No âmbito do projeto “Histórias com cheirinho a casa”, no dia 5 de novembro de 2021, a turma MAC1, do 1.º ano da EB de Mação, recebeu mais um encarregado de educação para, desta vez, contar a emocionante história “Vai correr tudo bem”, de Barri Timms.

A história baseia-se na CORAGEM que o “Noa” tinha que ter para conseguir seguir em frente, pois o pai encontrava-se no hospital.

Para enfrentar os seus receios e o ajudar a ser forte, o menino teve sempre a ajuda de uma ave mágica que lhe dizia com ternura: “Lembra-te da tua coragem!”.

Este foi então o mote deixado a todos os alunos, para que, independentemente das suas dificuldades ou medos, nunca perderem a coragem para continuarem a aprender.

Alunos da MAC1 – 1..º ano da EB1 de Mação

Professor: José Manuel Sequeira

O Horizonte Solidário prepara-se para assinalar o Dia Mundial da Gentileza

O Dia Mundial da Gentileza foi pensado em Tóquio, Japão, no ano de 1996 e teve expressão oficial em todo o mundo a partir do ano 2000.
Incitar à reflexão sobre as boas ações, focando o poder positivo dessas mesmas ações nas nossas vidas, são objetivos para quem assinala a data.
Na nossa escola, no ano letivo transato, um grupo de alunos da Turma do 9.ºC, acompanhados por duas docentes, assinalaram o dia da Gentileza, tendo os mesmos realizado uma Caminhada Gentil por Mação, durante a qual recolheram lixo das ruas. Este ano, o Horizonte Solidário abraçou a ideia e está a preparar uma série de ações/atividades, algumas delas surpresa!
Estas atividades, para além de nos fazerem perceber, a todos, o que realmente importa, para que possamos ser mais felizes, são também elas propícias ao bem-estar geral, contribuindo para melhorar a nossa saúde, segundo nos dizem os estudos!
CONVIDAMO-LO A REFLETIR…

“A Gentileza gera Gentileza.” (José Datrino)

“Pessoas Gentis são mais felizes.” (Piero Ferrucci)

“Ser Gentil torna o mundo mais colorido.” (Movimento Gentil – RTP)

“A Gentileza abrange todas as formas de sabedoria.” (Mayara Benatti)

“Seja Gentil quando for possível… e é sempre possível.” (Dalai Lama)

“A Gentiliza não custa nada, mas vale muito.” (Walter Quintela)

“A Gentileza é a essência do ser humano. Quem não é suficientemente Gentil não é suficientemente humano.” (Joseph Joubert)

“Palavras Gentis podem ser curtas e fáceis de falar, mas os seus ecos são verdadeiramente infinitos.” (Madre Teresa de Calcutá)

Profª Cláudia Olhicas,

Coordenadora do Horizonte Solidário