RAPS – ritmo e poesia de mãos dadas

Na aula de LECA, os alunos do 8.º A puseram, mais uma vez, a sua criatividade à prova. E o resultado, uma mistura de essência e genuinidade, ritmo e poesia, continua a mostrar-nos que a imaginação não tem limites.

Yha estou aqui a dizer este rap.

Porque hoje vi-o felizmente

Ele tava sem um dente

Cheguei a casa e tava dentro dum recipiente

Ele até ficou inconsciente

Parecia uma serpente

Tava todo dormente

Fomos ás compras ao Continente

Encontramos um detergente

Mais parecia um pente

Vimos um adolescente

Ele tava bué quente

Mais parecia uma semente

Adriana Nunes

Num dia estava com uma serpente e

depois apareceu um agente.

Simplesmente ele parecia um adolescente

e tinha cara de doente.

Ligou para o presidente urgentemente

realmente não era uma pessoa decente

Afonso Dias

Hoje sai apressadamente

fui encontrar a minha gente

tinha de ser rápido pois era pessoalmente

estava chateado porque eu era crente

então eu disse calmamente

Deixem para isso eu estou com a minha gente

pedi para que virassem de frente

pois assim viam-me pessoalmente

Passado uns dias estava doente

pois não tomei os comprimidos calmamente

Hoje estou aqui e vou estar frequentemente

pois sou obrigada a estar presente

Obrigada meus putos e voltem sempre

Ana Francisca Pombo

Minha gente

Hoje perdi meu dente

Mas sai com um sorriso e vi um demente

Ele falou que eu devia ser presidente

Eu só pensei que ele era um agente

Mas continuei andando calmamente

Aí, de repente

Bem sossegadamente

Vi um docente

Dando aula pra um doente

Corri rapidamente

E falei que o homem estava inconsciente.

Para o hospital fomos lentamente,

E ele foi socorridamente

Atendido pelo gerente

Que pra ser sincera era muito ardente.

Pedi pra ele examinar a mente

Daquele paciente

Que estava decadente

Falei que era muito urgente

E ele disse que eu teria uma dívida pendente

Então ele deu um remédio potente

Que tinha uma cor meio florescente.

O doente acordou repentinamente

Quando abriu os olhos tinha uma lente

E seu olhar tristemente

Carente

Era cativante

E comovente

Então ele me contou sua história de tenente

Falou que no deserto é extremamente quente

O ofereceram uma proposta indecente

Mas como tinha dito era um homem prepotente.

Depois se sua história ficou perdidamente

Confuso e complicado sem um equivalente

Disse-me que perdeu sua semente

A semente que mantinha seu cabelo permanente.

Então eu solitariamente

Fui a procura de um pente

Achei aquele pente feio pessoalmente

Mas isso tem haver com os meus divertidamente.

Beatriz Teixeira

Ontem conheci um rapaz felizmente

O meu coração ficou ardente

Descobri que ele só tinha 1 dente

Comecei a ficar quente

E só me lembro de ficar inconsciente

Um dia depois fui à sua casa

E descobri que ele vive dentro de um recipiente

Depois desta vou acabar com ele obviamente

Além que ele mente, nem parece gente

Onde é que eu tinha a cabeça realmente

Passando de história ontem vi uma estrela cadente

E no dia seguinte fiquei doente

Vomitei de repente e saiu uma serpente

O meu ex veio-me visitar tristemente

Não queria que ele me visse tão indecente

Acabei isto rapidamente

Clara Loureiro

Um cavaleiro ia velozmente

com o seu tridente

contente

o cavaleiro tristemente

perdeu o seu dente.

Pegou na sua corrente

que inteligentemente

partiu um pente.

A corrente atrapalhadamente

partiu o vidro, ruidosamente

Cláudia Pereira

Hoje acordei

Estava doente

Comecei a ficar quente

E coincidentemente

Vi uma estrela cadente

Que passou rapidamente

E dependente

Começou a doer-me o dente

E realmente

Eu fiquei descansadamente

Sentado quando de repente

Aconteceu algo perigosamente

Mas felizmente

Acordei rapidamente.

Cláudio Parente

Fui á piscina a comer um rebuçado

Mas depois de ter lá estrado

É que me lembrei e decidi ficar calado

Mas mesmo assim o rebuçado ficou aguado

Fui espantado pela piscina ao lado

Pois fiquei bastante encantado

Mas para esbarrar lá é que era lixado

Pois para entrar tive de ser empenhado

Daniel Cardoso

Comi um bacalhau à Brás

Logo a seguir peguei numa tenaz

Ficou tudo em paz

Vai lá rapaz

Foi Ganda cena eficaz

Traz um cabaz

Vai lá és capaz

Fico a pensar seja onda Vaz

Duarte Carias

Como é que é pessoal vou

Começar a rima do improvisado

A rima que tem um especial significado

Quando cheguei estava entediado

Mas quando entrei fiquei indignado

Que me mostrei logo libertado

Quando comecei a rimar fiquei entusiasmado

Mas com o jogo de ontem fiquei espantado

Então fui retirado

Depois que acabou o jogo fiquei perturbado

Porque o Sardoal ganhou e eu fiquei chateado

Duarte Nicolau

Eu sou uma fada

E vou vos contar a minha caminhada

Eu nasci na quebrada

Fui muito bem-amada

Mas agora vivia com a minha cunhada

Que anda sempre atrasada

Mas tem a vida toda esquematizada

Até que um dia foi pisada

E depois picada

Até que um dia chamei a minha namorada

Que foi abençoada

Depois de ser roubada e levaram a bolsa da Prada

E fui lá eu e dei lhe uma chapada

Que foi bem dada

Fui para casa de motorizada

Que dizem que tá cansada

Isto foi uma repada

Muito engraçada

E talvez improvisada

Francisco Vicente

Um dia com o “ado”

Um dia estava todo atrapalhado

Porque eu não vi que o jogo do

Benfica já tinha começado

Quando fui a ver já tinha acabado

Encontrei um homem todo encantado,

Porque o porco dele

Ele tinha esfaqueado

Em cima do meu sofá

Estava eu sentado

Enquanto via um pombo a ser perfurado

Fui molhar-me ao rio Sado

Pois tava cansado

E queria ficar molhado

Olhei para baixo e tinha o

Pé pintado, deu-me a fome

E fui comer um ensopado

E de sobremesa um gelado

O meu cérebro parecia que tava fuzilado

Devido aquele gelo forçado

Gonçalo Mota

A idosa estava jeitosa

e muito medrosa

lá em carregosa

e juntou-se à rosa

João Rosa

Quando te conheci eras um puto gostoso

Te considerei o meu gajo corajoso

Desde aí és o gajo mais famoso

O meu amor por ti era venenoso

Tornaste o meu coração em um coração amoroso

Eu te considerei o mais vaidoso

Disseste a todos que és o mais poderoso

Mas és o mais ventoso

Com o tempo passaste a ser perigoso

Mas tu eras só um puto mentiroso

Marioara Bolocan

Sempre quis ser amado,

mas nunca fui respeitado.

Sentia-me desolado,

e desrespeitado.

Quando acordei percebi que era um diabo,

só queria ser apreciado.

Tinha o olhar vedado,

mas afinal eu estava era embaciado.

Matilde Gueifão

Yeah bro eu sei que estavas entusiasmado,

Sempre a tentar acabaste cancelado.

Eu nunca te vou perdoar por me teres sujado

O que tu fizeste no feriado,

foi um erro ter te posto em empregado,

quando aquilo aconteceu devias ter sido bombardeado

só te mandei ir ao mercado

o que me trouxeste foi um pacote mal empacotado

que ainda por cima vinha folgado

que vontade de ter te deixado encarnado

devia ter te lembrado

que eu fui verificado

após gravar um vídeo de tu farpado

teve piada até a bófia ter chegado

e assim acaba o meu pecado.

Rafael Pereira

Saí rapidamente

com o meu puto Vicente.

Pensamos numa coisa diferente

pegamos na mota claramente

e fomos cortar o cabelo bem rente

ele e mesmo dormente

vai comigo na mota velozmente

paramos num lugar calmamente

Passado alguns dias estava doente

pois cortei o cabelo bem rente

cheguei a casa perdidamente

pois tinha uma rapariga à minha frente

Rodrigo Clarinha

O criminoso

Era uma vez um criminoso,

Nasceu num dia ventoso.

Seu pai é orgulhoso,

Seu irmão um mentiroso.

Ele já foi bondoso,

Mas o mal é canceroso.

Como doenças, é contagioso.

Mesmo assim, não ficou menos charmoso.

Em todo o roubo é cauteloso,

Seu método é curioso:

Rouba tudo valioso,

Nisso é pouco piedoso.

Deixa um vídeo carinhoso

Cuja meta é o gozo

Daquele que é corajoso

E se acha capaz de apanhar o criminoso.

O rapaz é gostoso,

Tem um sorriso luminoso.

Cara de ser cheiroso,

Provavelmente, é saboroso.

Mas sê cuidadoso,

O seu aspeto é enganoso.

Embora seja majestoso,

Ele é bem meticuloso

E quando fica furioso,

Pode ser bué monstruoso:

Torna-se mais ganancioso,

Rouba até o não-precioso.

No vídeo é silencioso,

Seu olhar venenoso.

Pra resumir, este ladrão é perigoso,

O processo pr’ó apanhar e montanhoso

Então mantém-te atencioso.

Sofia Cabrita

Essa rima é diferente.

Acho que não fomos suficientes

O destino é prepotente

E nem sempre reluzente

Eu sou muito exigente

Eu te amo loucamente

Mas não te deixo contente

Talvez em outro momento

Talvez em outra vida

Vou te esperar calmamente

Só quero que saiba que essa aqui, essa é sobre a gente.

Thamara Nogueira

Eu fui dar uma caminhada

E lá andava eu com a rapaziada

Enquanto andava vi uma vaca virada

Descobrimos que estavam lá para fazer uma tourada

Ouve uma que me ia dando uma cabeçada

Cheguei a casa estava à minha porta uma coisa empacotada

Era uma boneca de fala avariada

Pedi ao meu pai para lhe dar uma olhada

Enquanto era inspecionada

A minha mãe trouxe comida apimentada

Enquanto era estudada

O meu pai descobriu que a única solução era ser triturada

Tomás Brízida

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s