A FELICIDADE

Nos tempos conturbados e inseguros em que vivemos, aqui ficam alguns textos que demonstram que, afinal, a Felicidade está mais perto do que imaginamos!

Estar feliz é sorrir sem se perceber,

Ter problemas, mas a Felicidade não interromper!

Um sorriso muda corações e

Dá coragem para enfrentar várias situações!

Um mundo com Felicidade

É uma vida com grande euforia e

O amanhecer de um novo dia

Para realizar a nossa fantasia!

Vivamos a vida com imensa aventura,

Nunca deixando do lado a ternura!

Diana Rodrigues do 9.ºB

O que é para mim a Felicidade…

Nem sempre tenho a felicidade comigo. Por vezes, é trocada por ansiedade, problemas, constrangimentos…

Mas ser feliz, para mim, passa por fazer alguém feliz, com um simples gesto. Ser feliz é agradecer àqueles que todos os dias lutam por nós, que fazem tudo para termos uma vida melhor.

É necessário também saber enfrentar, lidar com os obstáculos da vida, saber falar sobre os nossos problemas e defeitos para que as lágrimas se transformem em sorrisos.

Isabel Claro do 9.ºB

Felicidade é “ser” e não “ter”

A Felicidade está no “ser” e não no “ter.” Todos nós temos o poder de alcançar a Felicidade, pois ela não está apenas nos bens materiais.

Existem muitas formas de pensar e de viver e também de ser feliz. Acredito que a Felicidade vem das mais pequenas coisas, por muito insignificantes que pareçam. Dar valor aos momentos, às pessoas e aquilo que nos rodeia é uma forma de termos Felicidade.

Saber o que nos faz feliz é o caminho para a plenitude da vida.

Saber distinguir entre o certo do errado e escolher o certo é ser feliz. Estou certa de que cada um de nós é dono da Felicidade apesar de, por vezes não o saber.

Partindo do princípio de que a minha Felicidade depende de outra pessoa, tal significa que se ela deixar de a ter, também eu não posso ser feliz. Deste modo, é importante ter em mente que podemos e devemos contribuir para a Felicidade uns dos outros.

De que formas? Através do voluntariado em hospitais, na área de doentes oncológicos, por exemplo, em que um simples sorriso pode significar a diferença entre o desespero e a esperança de alguém que tem a morte como horizonte.

A título de exemplo, relembro a minha avó que tanto agradece o carinho e disponibilidade das enfermeiras que a animam nos dolorosos tratamentos de quimioterapia.

Ajudar o próximo é, sem dúvida, correr atrás da Felicidade e saber isso torna-

-nos ainda mais felizes!

Afinal, se todos nós fizermos o bem, o bem retornará para nós!

Daniela Fechas, 12.ºC

A Felicidade é a essência da vida

“A Felicidade só existe para aqueles que têm amor no coração.”

Para sermos felizes basta termos saúde, ter uma família, amar e ser amados e acordar todos os dias.

A Felicidade plena planta-se, cultiva-se, trata-se com amor.

A Felicidade cresce e amadurece, mas também desaparece. O segredo é conquistá-la com pequenos gestos, dando valor àquilo que temos, que é nosso e é único. Considero que a nossa Felicidade depende do nosso bem-estar individual, pois se estivermos felizes, transmitiremos energias positivas àqueles com quem nos relacionamos. Contudo, ser feliz também consiste em zelarmos pela Felicidade daqueles que nos rodeiam, mesmo que tal signifique o esquecimento de nós próprios.

Porquê?  Em primeiro lugar, porque quando ajudamos o próximo, contribuímos não só para a sua, mas também para a nossa Felicidade. A nossa dádiva poderá consistir apenas em simples gestos como, por exemplo, ajudar alguém na rua, indicando-lhe uma informação que necessite, ajudando um idoso com os sacos das compras….

Recordemos também as pessoas que, diariamente, se voluntariam para ajudar nas campanhas de angariação de alimentos para o Banco Alimentar contra a fome; na distribuição de bens alimentares aos sem-abrigo e aquelas pessoas que, em plena  pandemia Covid 19, têm ajudado os mais necessitados, oferecendo comida ou construindo máscaras, viseiras e fatos de proteção para os profissionais de saúde e para a população em geral, como vemos noticiado nos meios de comunicação social.

Em segundo lugar, na medida em que, quando somos solidários com o próximo, contribuímos para a construção de uma sociedade mais justa e humana, pela qual todos ansiamos.

Posso, então, concluir que ser feliz é aprender a sentirmo-nos bem connosco próprios, é dar amor, é encontrar a Felicidade nas pequenas coisas do nosso dia-a-dia, é ajudar os outros, tornando mais sorridente a sua existência.

“Espalhe o bem que a Felicidade vem!”

Mariana Lopes do 12.ºC

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s