Desafio: Cartas de Náufragos

 

Lancei o desafio seguinte aos alunos da turma B do 7º ano na disciplina de Português:

 

Imagina que és um sobrevivente do naufrágio de um navio que transportava um tesouro.

Escreve uma carta em que relates a uma pessoa tua amiga o que aconteceu durante a viagem. No teu texto, deves incluir uma descrição do tesouro. Respeita os aspetos formais da carta.

Assina a carta com a expressão «Um amigo» ou «Uma amiga».

O teu texto deve ter um mínimo de 180 e um máximo de 240 palavras.

Publico aqui alguns dos textos elaborados.

Professora: Anabela Ferreira

 

Odsan Naufragio sulla costa, Eugène Delacroix

 

Mação, 19 de agosto 1910

Olá, vizinha Maria,

sei que tenho andado desaparecida, mas existe uma grande razão….

Como a vizinha sabe, o ano passado, tive a hipótese de poder ir numa expedição à procura do tesouro da cidade perdida, Atlântida. Os antigos diziam que era um baú cheio de ouro e uma grande variedade de pedras preciosas. A vizinha deve estar a pensar se conseguimos ou não o tesouro: Sim, conseguimos!! Mas, quando estávamos a voltar, a história mudou de figura…

Inicialmente tudo correu como estava previsto, mas, inesperadamente, fomos surpreendidos por uma tempestade, à qual se seguiu um nevoeiro intenso e serrado. Não conseguíamos ver um palmo à frente do nariz. Mesmo assim avançávamos, com algum medo, mas viríamos a embater numa grande rocha. Eu e as minhas sete companheiras conseguimos fugir. Fugimos num pequeno bote, remámos até não podermos mais e foi nessa altura que nos deixámos levar pelas correntes daquele imenso mar. De repente, fui acordada por uma pequena brisa, que mais tarde acabou por se tornar uma grande tempestade. Acordei as minhas companheiras e disse-lhes:

– Cuidado, amigas! Preparem-se! O vento está a tornar-se muito forte!

Quando dei por mim, estava debaixo de água, pois o barco tinha-se virado, infelizmente só consegui salvar uma delas.

A certa altura, após termos nadado imenso, chegámos a uma ilha deserta onde ficámos 2 anos sem ver ninguém.

Até que um dia um navegador alemão nos encontrou e nos trouxe de volta à nossa terra, onde fomos muito bem recebidas por todos.

Uma Amiga.

 

Maria Carolina, 7ºB

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s