Notícias da L.E.C.A.

 

A viagem que mudou uma vida

Ontem de manhã, estava eu a fazer o almoço, quando me lembrei da história do meu filho, que partiu numa viagem para descobrir a sua vocação.

Tudo começou há três anos atrás, quando ele foi gozado por ser careca e pescador. A partir daquele momento, ele percebeu que queria deixar de ser aquilo que era. Então, ele decidiu fazer uma viagem para descobrir a sua vocação e a cura para o seu problema (calvície). Antes de ele partir, eu entreguei-lhe uns selos mágicos. Estes selos tinham a magia de, quando ele tivesse um problema, escrever-me-ia uma carta que viria a voar até mim.

O meu filho, ainda careca, viajou por vários países, mas os seus favoritos foram: Portugal ,onde provou as melhores doçarias; a Espanha, onde apreciou as melhores danças; a França, onde viu os melhores monumentos; a Itália, país em que comeu as melhores pizzas. Foi lá que encontrou um cartaz que anunciava um torneio de tiro ao arco no deserto do Egito.

Então, pôs-se a caminho, para conhecer outro país e relembrar a sua infância quando jogava tiro ao arco comigo. Quando chegou, já estava a decorrer o torneio de tiro ao arco. Enquanto ele estava a apreciar o torneio, viu uma velhinha a ser mordida por uma cobra venenosa . No meio do pânico, a cadelinha da senhora idosa desapareceu. O meu filho foi ajudá-la e ouviu os médicos dizer-lhe que só tinha cinco dias de vida. A velhinha,  desesperada , viu que um homem careca queria ajudá-la e pediu-lhe para encontrar a sua cadela, que se chamava Lacy , porque queria vê-la antes de morrer .

Então ele seguiu o seu instinto para realizar o último desejo daquela pobre velhinha . Já estava à procura há dois dias e não encontrava nada. Com aquele desespero, o meu filho mandou-me uma carta, onde me pedia um conselho . Eu disse-lhe para ter calma e para procurar nas pirâmides, onde havia muitas armadilhas, mas ele seria capaz de ultrapassá-las.

Ele pensou no que eu tinha dito e foi até às pirâmides. Lá, o meu filho passou por vários enigmas. Até parecia que a pirâmide tinha sido construída como se fosse um labirinto. No fim de dez enigmas, ele conseguiu encontrar a assustada cadela Lacy. Como só faltavam doze horas, ele apressou-se a ir ter com a velhinha. Ao longo do caminho, cresceu uma grande amizade entre ele e a cadelita desprotegida. Quando eles chegaram junto da velhinha , ela viu que eles estavam muito amigos, então deu um último abraço à cadela e entregou-a ao meu filho. Ele aceitou-a e prometeu que ia cuidar muito bem dela.

Já estava a regressar, quando se apercebeu que não consegui a viver sem aquela cadela, começou a gostar cada vez mais de animais e decidiu que ia deixar de ser pescador e que ia ser veterinário. No dia seguinte, já perto da sua terra natal, ele notou que já tinha cabelo. Não percebeu como é que aquilo tinha acontecido, mas pensou que tinha sido por causa da sua boa ação.

Ainda hoje não se sabe como aconteceu aquele milagre.

 

Beatriz Rodrigues e Inês Delgado, 7ºB

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s