Novidades da BECRE

Novidades, Sugestões de Leitura

 

 

Tanto como os campos de concentração — com o que implicam de fome, frio, doença, violência e morte — interessa aqui um desses mundos pessoais e familiares que o nazismo destruiu, e que é das poucas coisas que tem cor frente ao cinzento cortante e ao silêncio. Separação, solidão e saudade estão omnipresentes; a lembrança ajuda a fugir do isolamento e do desterro, e dá lugar — no inóspito do campo (lager) — ao amor, à amizade e à solidariedade: à humanidade, ao fim e ao cabo. Se toda a violência está injustificada, a que põe fim à inocência ainda mais; contra ela, no processo de amadurecimento do protagonista, assistimos a um compromisso até à fusão com Vadío (única personagem com nome e etnia), que representa o reconhecimento no outro na catarse final. O protagonista anónimo de Fumo descobre a realidade, mas filtra-a com a memória de um passado melhor. O despertar magoa-o e leva-o a uma aprendizagem rápida: a dureza e dificuldade da situação, e o instinto de sobrevivência obrigam-no a ser um menino responsável. A inocência, mais que a impotência, marca o desenlace. Os inocentes não sobrevivem, dizia o Primo Levi; é o preço por ver a luz: a mão de Vadío apagando para sempre o medo e escrevendo com fumo uma palavra mágica sobre o céu da Polónia. Uma comovente história de Antón Fortes com intensas imagens da polaca Joanna Concejo, de grande sensibilidade e beleza, apesar de refletir a realidade do protagonista, que se torna mais dura ao enfrentá-la recorrentemente com lembranças da vida de onde foi ou foram todos arrancados.

 

 

 

 

Como o nome indica, este é o relato de uma morte anunciada, ou como o narrador frisa “morte mais anunciada que esta nunca houve na história”. De tal modo, que parece incrível como é que a mesma se concretiza sem que ninguém realmente tente evitá-la e “obrigando” os seus perpetuadores a leva-la a cabo. Temos aqui o relato o mais “sincero” e explicito possível da apuração dos factos e do que correu mal no impedimento desta morte, relembrando a máxima de que “para que o mal triunfe, basta que os homens de bem nada façam”. E neste caso, os homens de bem, na sua incredulidade, na sua incapacidade para ver não o mal, mas o erro, foram capazes de permitir um crime horrendo.

 

 

As folhas de papel deste livro são preenchidas com outras folhas, as das árvores e das plantas que desconhecemos, mas que se tornam cada vez mais familiares, à medida que folheamos e descobrimos um novo poema e uma nova ilustração.
Em Herbário, as palavras brincam umas com as outras, para nos responder a alguns “porquês”:
Por que é que o cogumelo usa um chapéu?
Por que é que o girassol olha para o Sol?
Por que é que as ervas daninhas são tão infelizes?
As respostas encontradas não são cientificamente comprovadas, mas são com certeza as mais divertidas…

 

 

Este livro aborda o tema da guerra e do sofrimento, tenta demonstrar às crianças a crueldade de um guerra e a dor que um menino sentiu ao pensar que tinha perdido a sua amiga, devido a essa mesma guerra.

Ao demonstrar, estes temas às crianças vai fazer com que elas vejam e encarem a vida com outros olhos e que reparem que por mais terríveis que estejam as coisas, elas vão melhorar, como aconteceu ao menino do livro.

 

 

O livro Histórias da Terra e do Mar divide-se em cinco contos de ficção: História da Gata Borralheira, O Silêncio, A Casa do Mar, Saga e Vila D’Arcos. É possível que da leitura de alguns deles se encontrem semelhanças com contos que fizeram parte da nossa infância e é aqui que estes comunicam com a nossa consciência. Cada um deles tem uma harmonia própria que vive de alargadas descrições, de personagens encantadas, de metáforas expressivas que se abrem para o Mundo e para mostrar esse Mundo.

A equipa da BECRE

Professor António Bento

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: