POESIA

_21069100

Janela azul

As revistas à janela

Moldura tão bela

Um lenço de renda

E acessórios de seda

Moldura brilhante

Homem fulgurante

E deserdado

Mas sempre tudo consertado

Gonçalo Filipe, 8ºA

Uma opinião sobre “POESIA

Deixe uma Resposta para Anabela Ferreira Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s