Visita de estudo ao Museu Nacional do Azulejo de Lisboa

DSC03622

Clica aqui para veres todas as fotos desta visita.

No dia oito de março de 2013 às 9:00 horas o autocarro “Verde Horizonte” da Câmara Municipal de Mação esperava por nós à entrada da escola para nos levar ao Museu Nacional do Azulejo em Lisboa.
No início da viagem íamos todos alegres e emocionados por irmos a uma visita de estudo.
Quando paramos na área de serviço de Aveiras, saímos do autocarro e fomos lanchar e brincar no parque infantil.
Algum tempo depois retomamos a viagem e finalmente chegamos a Lisboa. Entretanto, o motorista parou o autocarro na Estação do Oriente onde almoçamos, brincamos e fomos ao Centro Comercial Vasco da Gama.
A seguir regressamos ao autocarro para nos deslocarmos até ao Museu Nacional do Azulejo. A meio do caminho vimos um cruzeiro, o porto e um barco porta-contentores.
Finalmente, chegamos ao Museu, entramos e fomos ver o que podíamos comprar na sua loja. Passado algum tempo, apareceu uma guia que nos acompanhou explicando-nos o que íamos ver ao longo da visita. A guia começou por dizer que o Museu Nacional do Azulejo estava situado na zona oriental de Lisboa, no antigo Convento Madre de Deus, fundado em 1509 pela rainha D. Leonor de Lencastre. O Museu Nacional do Azulejo tem por objetivo recolher, conservar, estudar e divulgar exemplares representativos da evolução da Cerâmica e do Azulejo em Portugal.
A exposição permanente do Museu Nacional do Azulejo ocupa vários espaços das antigas alas conventuais do edifício documentando a história do azulejo em Portugal desde o século XVI até à atualidade, assim como outras peças de cerâmica. A exposição permanente integra ainda a igreja, o coro, a capela de S. António e a capela da Rainha D. Leonor. E foram estes espaços que nós tivemos a oportunidade de visitar e admirar os azulejos e outros objetos que estavam em exposição.
Por fim, chegamos a um corredor onde estavam mesas e cadeiras preparadas para que todos participássemos no ateliê de pintura de um azulejo. Cada um deu largas à sua imaginação e pintou o seu azulejo utilizando diversas cores. Depois de pintado a responsável pelo ateliê identificou cada azulejo escrevendo o nome dos alunos e disse que iriam ser cozidos, e só passado uma semana poderiam ser levantados no museu e entregues aos alunos.
A visita terminou e voltamos a entrar no autocarro. No regresso ainda paramos para comer na área de serviço de Santarém, mas chegamos sãos e salvos a Mação onde nos aguardavam os nossos pais.
Eu gostei de visitar o Museu Nacional do Azulejo, porque admirei diversas pinturas feitas nos azulejos e conheci vários espaços do Convento Madre de Deus.

Texto escrito por: Daniel Maia N.º 3 do 5.ºC
Fotografias tiradas por: Lígia Silva (professora de H.G.P.)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: