Sentimentos…(II)

Amizade é quando nos esquecemos de nós mesmos e nos emprestamos aos outros.

Amor é quando o fogo da paixão tem compromissos marcados.

Paixão é quando apesar da palavra “perigo” o desejo chega e se acomoda confortavelmente.

Desejo é quando o coração fala mais alto que a boca.

Destino é o caminho que trilhamos refletida ou irrefletidamente.

Mentira é quando a justeza resolve fazer o pino.

Instinto é a perceção incontestável da verdade.

Verdade é quando a autenticidade não faz birra.

Lucidez é um acesso de loucura virado do avesso.

Loucura é a insensatez do discernimento.

Culpa é quando o coração nos relembra que poderíamos ter agido de outro modo.

Indecisão é quando sabemos muito bem aquilo que queremos embora continuemos a negá-lo.

Interesse é quando a conveniência põe de parte a retidão.

Tristeza são amarras gigantescas que arrebatam e comprimem o coração do Homem.

Vergonha é a face rubicunda do embaraço.

Flor de Liz

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: